Alinhamento interno de estratégias emergentes: um estudo de caso em operadora de telecomunicações

O setor de telecomunicações tem papel essencial na vida das pessoas e na economia mundial, uma vez que este diminui as distâncias e liga qualquer parte do mundo em questão de segundos. No Brasil este mercado é dominado por poucas e grandes empresas que enfrentam o dinamismo da alta competitividade e...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Débora Rodrigues
Orientador/a: Luciane Meneguin Ortega Vidal
Banca: Martinho Isnard Ribeiro de Almeida, Mauricio Henrique Benedetti, José Claudio Securato
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade de São Paulo
Programa: Mestrado Profissional Empreendedorismo
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12142/tde-13012017-111529/
Resumo Português:O setor de telecomunicações tem papel essencial na vida das pessoas e na economia mundial, uma vez que este diminui as distâncias e liga qualquer parte do mundo em questão de segundos. No Brasil este mercado é dominado por poucas e grandes empresas que enfrentam o dinamismo da alta competitividade entre elas, e de outras variáveis de mercado como, por exemplo, a agência reguladora do setor, Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL. Este cenário faz com que as empresas do setor sejam constantemente impactadas pela emergência de estratégias, ou seja, estratégias que não foram previamente planejadas. A agilidade no alinhamento destas estratégias se faz essencial para o sucesso da execução das mesmas e instigou esta pesquisa que buscou entender como o alinhamento de estratégias emergentes é feito em uma operadora de telecomunicações. Baseado em um referencial teórico que aprofundou conceitos de estratégia, estratégia emergente e alinhamento estratégico, este estudo de caso realizado em uma operadora de telecomunicações, através da análise de entrevistas aprofundadas sobre a realidade da empresa detectou que quatro características bastante fortes são as bases para que o alinhamento estratégico aconteça nesta empresa: Ausência de processos estruturados, autonomia dos agentes, priorização da agilidade e pré-disposição ao risco. A descoberta destas características veio de encontro com os objetivos desta pesquisa, que além de investigar e analisar como o alinhamento de estratégias emergentes é feito em uma operadora de telecomunicações, considerando todas as particularidades do setor, também buscava aprofundar conhecimento sobre as práticas do mercado de telecomunicações no que tange o alinhamento de estratégias emergentes, identificar práticas deste mercado que possam contribuir com melhores práticas em outros mercados e averiguar elementos provenientes da experiência prática que possam contribuir com as teorias exploradas. Por fim, em nome do objetivo específico de apontar com base na teoria oportunidades de melhorias práticas, foram estudados quatro modelos teóricos de alinhamento estratégico, encontrando assim qual seria o que melhor para a realidade da empresa.
Resumo inglês:The telecommunications industry plays a key role in people\'s lives and in the world economy. It reduces distance and connects anywhere in the world in a matter of seconds. In Brazil, this market is dominated by a few large companies that face the dynamism of high competitiveness between them, and the dynamism of other market variables as, for example, the sector\'s regulatory agency, the National Telecommunications Agency-ANATEL. This scenario ensures the companies within the telecommunications sector are constantly impacted by the emergence of strategies, i.e. strategies that were not planned in advance. The expeditious alignment of these strategies is essential to the success of their implementation and this fact encouraged this research to investigate and understand how the emerging strategies alignment is done in a telecommunications operator. Based on a theoretical framework that deepened on the concepts of strategy, emerging strategy and strategic alignment, this case study held in a telecommunications operator, through the analysis of in-depth interviews about the reality of the company, detected four strong characteristics that are the basis for strategic alignment to happen in this company: autonomy of agents, absence of structured processes, prioritization of expeditiousness, and predisposition to the risk. The discovery of these characteristics came to meet the objectives of this research. In addition to investigating and analyzing how the emerging strategies alignment is done in a telecommunications operator (considering all the particularities of the sector) this research also sought to deepen knowledge of the telecommunication market practices regarding the alignment of emerging strategies, identification of market practices that can contribute to best practices in other markets, and to find out elements from the practical experience that can contribute to the theories explored. Finally, on behalf of the specific goal that is to indicate based on theory, opportunities of practical improvement, four theoretical models of strategic alignment were studied, finding so which is the best for the company reality