Inflamação durante a gestação: efeito da administração de lipopolissacarídeo (LPS) de Escherichia coli na expressão do fator de inibição de migração de macrófagos (MIF) na interface materno-fetal.

A implantação embrionária determina eventos biológicos de fundamental importância para o desenvolvimento do embrião e para o sucesso da gestação. O fator de inibição de migração de macrófagos (MIF) é uma das muitas citocinas que atuam durante a gestação, desempenhando múltiplas funções biológicas e...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2012
Main Author: Karollina Ferreira do Nascimento
Orientador/a: Estela Maris Andrade Forell Bevilacqua
Banca: Mario Julio Avila Campos, Eloisa Amália Vieira Ferro
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade de São Paulo
Programa: Ciências (Biologia Celular e Tecidual)
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42134/tde-13112012-104439/
Resumo Português:A implantação embrionária determina eventos biológicos de fundamental importância para o desenvolvimento do embrião e para o sucesso da gestação. O fator de inibição de migração de macrófagos (MIF) é uma das muitas citocinas que atuam durante a gestação, desempenhando múltiplas funções biológicas e atividades pró-inflamatórias, em resposta a infecções ou à presença de toxinas bacterianas e estresse. Este estudo investigou a expressão de MIF na interface materno-placentária em condições infecto-inflamatórias simuladas no organismo materno pela administração de LPS de Escherichia coli, período imediatamente após a implantação embrionária. Na primeira etapa foi administrado LPS nas doses de 0,06, 0,1, 0,2 e 0,3 <font face=\"Symbol\">mg/g de peso corporal aos 7,5 dias de gestação e o perfil gestacional foi analisado. Na segunda etapa a dose mais adequada (de 0,1 <font face=\"Symbol\">mg/g) foi administrada e a gestação interrompida 30 minutos, 1, 3 e 6 após. Com esta dose observou-se diminuição o padrão de expressão protéica de MIF durante as 6 horas seguintes ao estímulo com LPS, enquanto que a expressão gênica permaneceu estável, aumentando significativamente apenas após 6 horas de tratamento.
Resumo inglês:The embryo implantation determines biological events essential for embryo development and the success of pregnancy. The macrophage migration inhibitory factor (MIF) is one of many cytokines that act during pregnancy, playing multiple biological functions and pro-inflammatory activities in response to infection or the presence of bacterial toxins and stress. This study investigated the expression of MIF in the maternal-placental interface in infectious and inflammatory conditions simulated in the mother by the administration of LPS from Escherichia coli, on the period immediately after embryo implantation. In the first step LPS was administered at doses of 0.06, 0.1, 0.2 and 0.3 <font face=\"symbol\">mg / g body weight at 7.5 day gestation and pregnancy profile was analyzed. In the second step the more appropriate dose (0.1 <font face=\"symbol\">mg / g) was administered 30 minutes and stopped pregnancy, 1, 3 and 6 after. At this dose there was a decrease in the pattern of protein expression of MIF during the 6 hours of stimulation with LPS, while the gene expression remained stable, significantly increasing only after 6 hours of treatment.