Higiene e segurança nas estações de tratamento de esgotos

A poluição dos recursos hídricos vem agravando-se a cada ano, em quase todos os países, inclusive no Brasil. Providências vêm sendo tomadas, principalmente nas grandes cidades, no sentido de combatê-la. Dentre os meios utilizados para a proteção da qualidade da água, destacam-se as Estações de Trata...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:1982
Main Author: Reginaldo Vello Loureiro
Orientador/a: Diogo Pupo Nogueira
Banca: Pedro Alem Sobrinho, Ivanildo Hespanhol, Aristides Almeida Rocha, Marco Segre
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade de São Paulo
Programa: Saúde Pública
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6134/tde-03112017-102322/
Resumo Português:A poluição dos recursos hídricos vem agravando-se a cada ano, em quase todos os países, inclusive no Brasil. Providências vêm sendo tomadas, principalmente nas grandes cidades, no sentido de combatê-la. Dentre os meios utilizados para a proteção da qualidade da água, destacam-se as Estações de Tratamento de Esgotos - ETE.s. Nestas ETEs trabalham diversos profissionais, dentre os quais os operadores. Estes, exercem variadas atividades, geralmente em todas as suas unidades. Com o aumento progressivo do número de Estações de Tratamento de Esgotos, a quantidade de operadores, anteriormente pouco significativa, tende a se tornar cada vez maior no Brasil, e deverá atingir um número considerável, em futuro bem próximo. Estes trabalhadores, como os de qualquer outra atividade industrial, estão expostos a riscos os mais variados, os quais são agravados ainda mais, devido à presença dos esgotos no local de trabalho. Procurou-se, neste trabalho, levantar os riscos existentes nas unidades das ETEs pesquisadas, e fazer recomendações, no sentido de minimizá-los. Aplicou-se, para tal fim, um questionário em 11 Estações de Tratamento de Esgotos, levantando-se dados relacionados com as condições sanitárias do ambiente de trabalho; hábitos higiênicos dos operadores; medidas preventivas, de caráter individual e coletivo, para evitar a ocorrência de acidentes nas ETEs; atividades do Serviço Especializado em Segurança e em Medicina do Trabalho; e Segurança Patrimonial nas ETEs. Foi feita, ainda, uma avaliação dos veis de iluminamento, à noite; ruído; explosividade; e concentração do gás sulfídrico, em algumas unidades das ETEs incluídas na pesquisa.
Resumo inglês:The pollution of water resources has become worse every year in almost every country of the world, including Brasil. Among the measures taken to correct it, installation of Sewage Treatment Plants, specially in big cities, stand out. Many professionals work at these Sewage Treatment Plants, among these are operators performing a variety of activities. With the increasing number of Sewage Treatment Plants installed, the number of operators, of little significance at the beginning, tends to become greater and greater in Brazil and it is antecipated that in the near future it will become considerable. These workers, like those in any other industrial activity, are exposed to a great variety of risks, that in this case are increased even more by the existence of sewage at their place of work. This paper intends to survey the existing risks in the Sewage Treatment Plants units studied as well as to make recommendations that may minimize them. In this sense, a questionnaire was applied at eleven Sewage Treatment Plants, collecting data regarding sanitary conditions of the work environment, higienic habits of the workers, preventive measures - individual and collective - to avoid the occurrence of accidents, activities of the Specialized Safety Service and Labour Medicine and Patrimonial Safety. At the same time an evaluation was carried out to assess the levels of night illumination, noise, explosiveness and the concentration of hydrogen sulfide in some of the Sewage Treatment Plants units covered in this study