Análise de provas de carga estática em estacas pré-moldadas cravadas na cidade de Curitiba e região metropolitana

Nesta dissertação são analisadas 34 provas de carga estática realizadas em estacas pré-moldadas de concreto, cravadas em diferentes locais da cidade de Curitiba e região metropolitana, sendo a maioria delas na Formação Guabirotuba. Três métodos de previsão da capacidade foram analisados: Aoki – Vell...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2000
Main Author: Ana Paula Fontana Vianna
Orientador/a: Jose Carlos Angelo Cintra
Banca: Nelson Aoki, Paulo Roberto Chamecki
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade de São Paulo
Programa: Geotecnia
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-18102006-101542/
Resumo Português:Nesta dissertação são analisadas 34 provas de carga estática realizadas em estacas pré-moldadas de concreto, cravadas em diferentes locais da cidade de Curitiba e região metropolitana, sendo a maioria delas na Formação Guabirotuba. Três métodos de previsão da capacidade foram analisados: Aoki – Velloso (1975), Décourt – Quaresma (1978) e Amaral (1982, 1999). Para cada método foram propostos fatores de correção global e/ou parcial que tornam o valor da capacidade de carga mais próximo do valor da carga última obtida pelo critério de Van der Veen (1953). Com base em quatro provas de carga conduzidas até a ruptura, estudou-se a aplicabilidade do método de Van der Veen (1953) e determinou-se um critério para avaliar a extrapolação da curva carga x recalque em ensaios encerrados sem atingir a ruptura. Finalmente fez-se uma análise dos recalques comparando-se os valores medidos com os calculados, para três níveis de carregamento, além da comparação das curvas carga x recalque ajustadas com as experimentais.
Resumo inglês:This thesis presents the analysis of 34 static loading tests in concrete drive pile, located at different places of the Curitiba city and metropolitan area, in Guabirotuba Formation. Three methods of the bearing capacity prediction were assessed: Aoki – Velloso (1975), Décourt – Quaresma (1978) and Amaral (1982, 1999). For each method is proposed global correction factors and/or partial that turned the bearing capacity value close to the ultimate load obtained for the Van der Veen criteria (1953). Based on four static loading test carried out to failure, the applicability of the Van der Veen criteria was assessed and was determined a rule to evaluate the extrapolation of the load - settlement curve in tests stopped before of the failure. Finally, it was made an analysis of the settlements, where it was compared the observed values and the predicted values, for three loading level, and also a comparison between the experimental load-settlement curve and the predicted load-settlement curve.