Análise Crítica do Banco de Dados de Mortalidade do Ministério da Saúde, Utilizando os Dados Sobre Homicídios Ocorridos no Município de São Paulo, de 1979 a 1994.

Este trabalho faz uma análise crítica do banco de dados de mortalidade do Ministério da Saúde, utilizando para tanto os dados sobre homicídios ocorridos no município de São Paulo de 1979 a 1994. Levanta uma série de problemas detectados durante a análise, alguns conceituais e outros operacionais, ap...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:1997
Main Author: Moacyr Lobo da Costa Junior
Orientador/a: Ruy Laurenti
Banca: Renato Marcos Sabbatini Endrizzi, Carlos Eugenio de Carvalho Ferreira, Maria Helena Prado de Mello Jorge, Neide Lopes Patarra
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade de São Paulo
Programa: Saúde Pública
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6132/tde-03052019-161620/
Resumo Português:Este trabalho faz uma análise crítica do banco de dados de mortalidade do Ministério da Saúde, utilizando para tanto os dados sobre homicídios ocorridos no município de São Paulo de 1979 a 1994. Levanta uma série de problemas detectados durante a análise, alguns conceituais e outros operacionais, apresentando sugestões de solução. Apresenta também possibilidades de análise permitidas pelas informações contidas no banco, sem a utilização de dados primários, muito pouco exploradas em estudos de mortalidade.
Resumo inglês:The aim of this study was to critically analyse the mortality data bank of the Brazilian Ministry of Health (The National Mortality System of Information), using the information on Homicides that occurred in the City of São Paulo, during the time period 1979/1994. Many problems were detected by conceptual and by the operational points of view, and suggestions, as resolutions, are given. Important possibilities to explore the death certificate information, not yet used in mortality studies, are shown and conclusions led to the fact that this information can substitute the primary one obtained in household interview or other source.