A inserção do Brasil na divisão internacional do trabalho e as especificidades do comércio exterior paulista (1999 a 2014)

Os fluxos de comércio exterior do Brasil e do estado de São Paulo são reflexos de condições estruturais de seus respectivos subespaços e de eventos que ocorreram no comércio internacional no período compreendido entre 1999 e 2014. Este período foi marcado por alguns eventos de grande impacto no plan...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2017
Main Author: Luciano Liesenberg
Orientador/a: Maria Mónica Arroyo
Banca: Ricardo Mendes Antas Junior, Sandra Lencioni, Jefferson Mariano, Julio Manuel Pires
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade de São Paulo
Programa: Geografia (Geografia Humana)
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-27082018-153157/
Resumo Português:Os fluxos de comércio exterior do Brasil e do estado de São Paulo são reflexos de condições estruturais de seus respectivos subespaços e de eventos que ocorreram no comércio internacional no período compreendido entre 1999 e 2014. Este período foi marcado por alguns eventos de grande impacto no plano mundial, tais como a ampliação da participação da China no comércio internacional e na divisão internacional do trabalho, além de um intenso ciclo de expansão dos fluxos de comércio internacional, interrompido pela crise norte-americana no ano de 2008, com reflexos mundiais. As exportações brasileiras apresentam uma forte expansão a partir de 1999, acompanhando o crescimento do comércio mundial e a valorização das commodities, proporcionando superávits comerciais que perduram até o ano de 2014.Já o estado de São Paulo,muito embora apresente a maior participação no comércio exterior brasileiro dentre todas as unidades da federação, demonstra uma tendência deficitária, associada à maior participação de insumos produtivos em sua pauta de importação, e também ao mercado consumidor de alto poder aquisitivo, que intensificam os valores das importações num ritmo superior ao crescimento de suas exportações. Já as exportações paulistas, muito embora apresentem maior participação de mercadorias de alto valor agregado, não acompanham o dinamismo do comércio exterior brasileiro. A partir da hipótese de que a presença de condições de fluidez e porosidade diferenciados no território paulista afetam os seus fluxos de comércio exterior, este trabalho busca entender a dinâmica do comércio exterior paulista dentro do recorte temporal especificado (1999-2014), estudando as características dos principais produtos que fazem parte de sua pauta comercial, bem como dos mercados de origem e destino destes fluxos.
Resumo inglês:The flows of foreign trade in Brazil and the state of São Paulo reflect the unique conditions of their subspaces and the events that occurred in international trade in the period between 1999 and 2014. This period was marked by events of great impact at the world level, such as the expansion of China\'s participation in international trade and also into the international division of labor, as well as an intense cycle of expansion of international trade flows, interrupted by the United State crisis in 2008, with global repercussions. Brazilian exports have shown a strong expansion since 1999, following the growth of world trade and the appreciation of commodities, providing commercial surpluses that last until 2014. The state of São Paulo, although it has the largest share of trade in Brazil\'s foreign market, shows a deficit trend, associated to the higher share of productive inputs in its imports, and also due to the high purchasing power of its consumer market, which intensifies import growth faster than its exports. On the other hand, even though they have a higher share of high value added goods, São Paulo\'s exports dont follow the dynamism of Brazilian exports. Based on the hypothesis that the presence of differentiated fluidity and porosity conditions in the territory of São Paulo affect its foreign trade flows, this work seeks to understand the dynamics of the São Paulo foreign trade within the specified time frame (1999-2014), studying the characteristics of the main products that are part of its trade agenda, as well as the markets of origin and destination of these flows.