Resposta não declarada: contribuições do eye tracker e da resposta de condutância de pele para a pesquisa em publicidade.

Profundas transformações têm impactado não somente os processos interacionais e comunicacionais como, também, a forma de se fazer pesquisa em comunicação. Tal busca por um maior entendimento passa pela dinâmica científica e seus métodos no campo da comunicação. O avanço das metodologias mais ligadas...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2019
Main Author: Diogo Rogora Kawano
Orientador/a: Leandro Leonardo Batista
Banca: Marcus Vinicius Chrysostomo Baldo, Eneus Trindade Barreto Filho, Claudinei Eduardo Biazoli Junior, Peter Maurice Erna Claessens, André Mascioli Cravo
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade de São Paulo
Programa: Ciências da Comunicação
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27153/tde-14082019-113333/
Resumo Português:Profundas transformações têm impactado não somente os processos interacionais e comunicacionais como, também, a forma de se fazer pesquisa em comunicação. Tal busca por um maior entendimento passa pela dinâmica científica e seus métodos no campo da comunicação. O avanço das metodologias mais ligadas à neurociência e suas aplicações em outras áreas do conhecimento, incluindo a comunicação, fez emergir um crescente interesse por pesquisadores do campo. Entretanto, a contribuição efetiva de tais metodologias, como a aferição no nível condutância de pele e o rastreamento ocular (eye tracking) ainda não é devidamente clara. A presente pesquisa tem como objetivo aprofundar o diálogo interdisciplinar entre os campos da comunicação e neurociência, no que se refere ao emprego combinado das metodologias do eye tracking e de condutância de pele, a fim de se identificar possíveis contribuições e limitações dos métodos para a comunicação. Para tanto, foi conduzido um experimento com 46 universitários homens e mulheres, que tiveram seus dados de rastreamento ocular e nível de condutância de pele aferidos enquanto observavam um dos três tipos de abordagem (frame) em campanhas de segurança no trânsito (neutra, positiva e negativa). Os dados foram, então, analisados de forma quantitativa e qualitativa, e comparados com avaliações atitudinais autodeclaradas pelos participantes. Como principais resultados, houve diferenças entre três as abordagens consoante a forma e métrica de avaliação, sugerindo que a escolha por determinada forma de análise exerce um considerável efeito sobre os resultados. As considerações finais indicam que, apesar de apresentarem limitações, o eye tracking e a condutância de pele constituem métodos importantes e complementares às formas tradicionais de pesquisa em comunicação, ao conferirem uma maior objetividade e comparabilidade de informações relativas a aspectos atencionais e emocionais de conteúdos comunicacionais persuasivos.
Resumo inglês:Deep transformations have impacted not only on interactional and communication processes but also on the way of conducting research in communication. This search for a greater understanding goes through the scientific dynamics and its methods in the field of communication. The advancement of methodologies closely related to neuroscience and its applications in other areas of knowledge including applied social sciences - communication, has given rise to a growing interest by researchers in the field. However, the effective contribution of such methodologies, e.g. the measurement of the level of skin conductance and eye tracking, is not yet properly clear. The present research aims at deepening the interdisciplinary dialogue between the fields of communication and neuroscience regarding the combined use of the methodologies of eye tracking and skin conductance to identify possible contributions and limitations of methods for communication. In order to do so, an experiment was conducted with 46 male and female university students, who had their eye tracking data and skin conductance level collected while observing one of the three types of approach in traffic safety campaigns (neutral, positive and negative). The data were then analyzed in a quantitative and qualitative manner and compared with self-reported attitudinal answers by the participants. As the main results, there were differences between three approaches depending on the form and metric of evaluation, suggesting that the choice for a particular form of analysis exerts a considerable effect on the results. The final considerations indicate that despite limitations eye tracking and skin conductance are important and complementary methods to traditional forms of communication research, by providing greater objectivity and comparability of information regarding the attentional and emotional aspects of persuasive communication contents.