Transtorno depressivo maior em gestantes de alto risco

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2021
Autor(a) principal: Soares, Laura
Orientador(a): Não Informado pela instituição
Banca de defesa: Não Informado pela instituição
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Não Informado pela instituição
Programa de Pós-Graduação: Não Informado pela instituição
Departamento: Não Informado pela instituição
País: Não Informado pela instituição
Palavras-chave em Português:
Link de acesso: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/13053
Resumo: Introdução: O transtorno depressivo maior é considerado um grave problema de saúde pública. Afeta todos os grupos populacionais, incluindo gestantes, com potencial de afetar de modo mais grave gestantes de alto risco. Objetivo: Estimar a prevalência de rastreio positivo de transtorno depressivo maior e fatores associados em gestantes de alto risco em uma maternidade de referência do Sistema Único de Saúde. Métodos: Estudo transversal envolvendo 184 gestantes de alto risco da Maternidade do Hospital Regional de São José/SC. A variável dependente foi rastreio positivo de transtorno depressivo maior por meio da aplicação da Escala de Depressão Pós-Parto de Edimburgo. Foram coletadas ainda variáveis sócio-demográficas e relacionadas à gestação. Os dados foram analisados por meio da regressão de Poisson com estimador robusto, incluindo todas as variáveis que apresentaram valor de p< 0,20 na análise bivariada. Consideraram-se diferenças estatisticamente significativas quando p ≤ 0,05. Resultados: A prevalência de rastreio positivo de transtorno depressivo maior foi de 37,5%. Cor de pele não branca, renda menor que R$ 3.000,00 e idade materna menor que 18 anos ou maior ou igual a 35 anos mostram-se estatisticamente associadas de forma independente com o rastreio positivo de transtorno depressivo maior em gestantes de alto risco. Conclusão: A prevalência de rastreio positivo de transtorno depressivo maior em gestantes de alto risco estudadas foi de 37,5%. A prevalência mostrou-se estatisticamente associada com cor de pele, renda familiar e extremos de idade materna.
id Ânima_7348083028a87bf62d6ba18e19dc2633
oai_identifier_str oai:repositorio.animaeducacao.com.br:ANIMA/13053
network_acronym_str Ânima
network_name_str Repositório Universitário da Ânima (RUNA)
repository_id_str
spelling Transtorno depressivo maior em gestantes de alto riscoMAJOR DEPRESSIVE DISORDER IN HIGH RISK PREGNANT WOMENTranstorno depressivo maiorGravidez de alto riscoCuidado Pré-Natal.Introdução: O transtorno depressivo maior é considerado um grave problema de saúde pública. Afeta todos os grupos populacionais, incluindo gestantes, com potencial de afetar de modo mais grave gestantes de alto risco. Objetivo: Estimar a prevalência de rastreio positivo de transtorno depressivo maior e fatores associados em gestantes de alto risco em uma maternidade de referência do Sistema Único de Saúde. Métodos: Estudo transversal envolvendo 184 gestantes de alto risco da Maternidade do Hospital Regional de São José/SC. A variável dependente foi rastreio positivo de transtorno depressivo maior por meio da aplicação da Escala de Depressão Pós-Parto de Edimburgo. Foram coletadas ainda variáveis sócio-demográficas e relacionadas à gestação. Os dados foram analisados por meio da regressão de Poisson com estimador robusto, incluindo todas as variáveis que apresentaram valor de p< 0,20 na análise bivariada. Consideraram-se diferenças estatisticamente significativas quando p ≤ 0,05. Resultados: A prevalência de rastreio positivo de transtorno depressivo maior foi de 37,5%. Cor de pele não branca, renda menor que R$ 3.000,00 e idade materna menor que 18 anos ou maior ou igual a 35 anos mostram-se estatisticamente associadas de forma independente com o rastreio positivo de transtorno depressivo maior em gestantes de alto risco. Conclusão: A prevalência de rastreio positivo de transtorno depressivo maior em gestantes de alto risco estudadas foi de 37,5%. A prevalência mostrou-se estatisticamente associada com cor de pele, renda familiar e extremos de idade materna.Jefferson, TraebertSoares, Laura2021-06-09T11:06:14Z2021-06-09T11:06:14Z2021-03-30info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesis45 f.application/pdfhttps://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/13053PalhoçaAtribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasilhttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/info:eu-repo/semantics/openAccessporreponame:Repositório Universitário da Ânima (RUNA)instname:Ânima Educaçãoinstacron:Ânima2022-02-16T14:06:46Zoai:repositorio.animaeducacao.com.br:ANIMA/13053Repositório InstitucionalPRIhttps://repositorio.animaeducacao.com.br/oai/requestcontato@animaeducacao.com.bropendoar:2022-02-16T14:06:46Repositório Universitário da Ânima (RUNA) - Ânima Educaçãofalse
dc.title.none.fl_str_mv Transtorno depressivo maior em gestantes de alto risco
MAJOR DEPRESSIVE DISORDER IN HIGH RISK PREGNANT WOMEN
title Transtorno depressivo maior em gestantes de alto risco
spellingShingle Transtorno depressivo maior em gestantes de alto risco
Soares, Laura
Transtorno depressivo maior
Gravidez de alto risco
Cuidado Pré-Natal.
title_short Transtorno depressivo maior em gestantes de alto risco
title_full Transtorno depressivo maior em gestantes de alto risco
title_fullStr Transtorno depressivo maior em gestantes de alto risco
title_full_unstemmed Transtorno depressivo maior em gestantes de alto risco
title_sort Transtorno depressivo maior em gestantes de alto risco
author Soares, Laura
author_facet Soares, Laura
author_role author
dc.contributor.none.fl_str_mv Jefferson, Traebert
dc.contributor.author.fl_str_mv Soares, Laura
dc.subject.por.fl_str_mv Transtorno depressivo maior
Gravidez de alto risco
Cuidado Pré-Natal.
topic Transtorno depressivo maior
Gravidez de alto risco
Cuidado Pré-Natal.
description Introdução: O transtorno depressivo maior é considerado um grave problema de saúde pública. Afeta todos os grupos populacionais, incluindo gestantes, com potencial de afetar de modo mais grave gestantes de alto risco. Objetivo: Estimar a prevalência de rastreio positivo de transtorno depressivo maior e fatores associados em gestantes de alto risco em uma maternidade de referência do Sistema Único de Saúde. Métodos: Estudo transversal envolvendo 184 gestantes de alto risco da Maternidade do Hospital Regional de São José/SC. A variável dependente foi rastreio positivo de transtorno depressivo maior por meio da aplicação da Escala de Depressão Pós-Parto de Edimburgo. Foram coletadas ainda variáveis sócio-demográficas e relacionadas à gestação. Os dados foram analisados por meio da regressão de Poisson com estimador robusto, incluindo todas as variáveis que apresentaram valor de p< 0,20 na análise bivariada. Consideraram-se diferenças estatisticamente significativas quando p ≤ 0,05. Resultados: A prevalência de rastreio positivo de transtorno depressivo maior foi de 37,5%. Cor de pele não branca, renda menor que R$ 3.000,00 e idade materna menor que 18 anos ou maior ou igual a 35 anos mostram-se estatisticamente associadas de forma independente com o rastreio positivo de transtorno depressivo maior em gestantes de alto risco. Conclusão: A prevalência de rastreio positivo de transtorno depressivo maior em gestantes de alto risco estudadas foi de 37,5%. A prevalência mostrou-se estatisticamente associada com cor de pele, renda familiar e extremos de idade materna.
publishDate 2021
dc.date.none.fl_str_mv 2021-06-09T11:06:14Z
2021-06-09T11:06:14Z
2021-03-30
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/13053
url https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/13053
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
info:eu-repo/semantics/openAccess
rights_invalid_str_mv Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv 45 f.
application/pdf
dc.coverage.none.fl_str_mv Palhoça
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Repositório Universitário da Ânima (RUNA)
instname:Ânima Educação
instacron:Ânima
instname_str Ânima Educação
instacron_str Ânima
institution Ânima
reponame_str Repositório Universitário da Ânima (RUNA)
collection Repositório Universitário da Ânima (RUNA)
repository.name.fl_str_mv Repositório Universitário da Ânima (RUNA) - Ânima Educação
repository.mail.fl_str_mv contato@animaeducacao.com.br
_version_ 1767414010958839808