Representações sociais de suicídio indígena em São Gabriel da Cachoeira-AM

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2013
Autor(a) principal: Pereira, Marluce Mineiro
Orientador(a): Souza, Maximiliano Loiola Ponte de
Banca de defesa: Não Informado pela instituição
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Não Informado pela instituição
Programa de Pós-Graduação: Não Informado pela instituição
Departamento: Não Informado pela instituição
País: Não Informado pela instituição
Link de acesso: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/31194
Resumo: O estudo objetivou analisar as Representações Sociais de diferentes grupos locais, a respeito do suicídio indígena em São Gabriel da Cachoeira-AM. Foram realizados grupos focais com profissionais das áreas da saúde, educação, assistência social, linguistas e religiosos católicos, além de entrevistas individuais com os gestores locais das respectivas áreas e lideranças religiosas e indígenas. Para a análise das representações foi utilizado o método hermenêutico-dialético, com o subsídio do aporte teórico das Representações Sociais e das Teorias Leigas. Foram descritas, exploradas e analisadas as representações sociais do significado de suicídio, principais características dos suicidas, motivações, fatores precipitantes e/ou estressores e a letalidade do meio empregado. O suicídio foi significado como o ato de tirar a própria vida. Os suicidas em sua maioria eram jovens do sexo masculino e apresentavam comportamento individualista, fatalista, retraído, impulsivo, confuso e isolado. As representações das motivações foram ancoradas ao desemprego, conflitos familiares, dificuldades nos relacionamentos afetivos, inabilidade para adaptar-se às transformações contemporâneas e consumo elevado de álcool e drogas. As representações dos fatores precipitantes foram ancoradas à intoxicação aguda por álcool e/ou outras drogas e ter sido vítima de “sopro” (tipo de feitiço xamânico). Os métodos empregados para o suicídio foram o enforcamento comumente usado na área urbana e o envenenamento por timbó na área rural. A diversidade sociocultural de São Gabriel Cachoeira, sinaliza a necessidade da construção de um instrumento de autópsia psicossocial adaptado à realidade rionegrina, para compreender os aspectos psicológicos que motivam este fenômeno, além de refletir sobre intenção do indivíduo.
id CRUZ_a05cdf836b566251d2590e79e87d18fb
oai_identifier_str oai:www.arca.fiocruz.br:icict/31194
network_acronym_str CRUZ
network_name_str Repositório Institucional da FIOCRUZ (ARCA)
repository_id_str
spelling Pereira, Marluce MineiroSchweickardt, Júlio CesarJosé, Ermelinda do Nascimento SalemSouza, Maximiliano Loiola Ponte de2019-01-21T18:50:50Z2019-01-21T18:50:50Z2013PEREIRA, Marluce Mineiro. Representações sociais de suicídio indígena em São Gabriel da Cachoeira-AM. 2013. 226f. Dissertação (Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias da Amazônia) - Instituto Leônidas e Maria Deane, Fundação Oswaldo Cruz; Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2013.https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/31194O estudo objetivou analisar as Representações Sociais de diferentes grupos locais, a respeito do suicídio indígena em São Gabriel da Cachoeira-AM. Foram realizados grupos focais com profissionais das áreas da saúde, educação, assistência social, linguistas e religiosos católicos, além de entrevistas individuais com os gestores locais das respectivas áreas e lideranças religiosas e indígenas. Para a análise das representações foi utilizado o método hermenêutico-dialético, com o subsídio do aporte teórico das Representações Sociais e das Teorias Leigas. Foram descritas, exploradas e analisadas as representações sociais do significado de suicídio, principais características dos suicidas, motivações, fatores precipitantes e/ou estressores e a letalidade do meio empregado. O suicídio foi significado como o ato de tirar a própria vida. Os suicidas em sua maioria eram jovens do sexo masculino e apresentavam comportamento individualista, fatalista, retraído, impulsivo, confuso e isolado. As representações das motivações foram ancoradas ao desemprego, conflitos familiares, dificuldades nos relacionamentos afetivos, inabilidade para adaptar-se às transformações contemporâneas e consumo elevado de álcool e drogas. As representações dos fatores precipitantes foram ancoradas à intoxicação aguda por álcool e/ou outras drogas e ter sido vítima de “sopro” (tipo de feitiço xamânico). Os métodos empregados para o suicídio foram o enforcamento comumente usado na área urbana e o envenenamento por timbó na área rural. A diversidade sociocultural de São Gabriel Cachoeira, sinaliza a necessidade da construção de um instrumento de autópsia psicossocial adaptado à realidade rionegrina, para compreender os aspectos psicológicos que motivam este fenômeno, além de refletir sobre intenção do indivíduo.This research aimed to analyze the social representations of different local groups of suicide in indigenous São Gabriel of the Cachoeira - AM. Focus groups were conducted with professionals in the areas of health, education, social, religious and linguistic Catholic NGO, as well as interviews with local managers of the respective areas and indigenous and religious leaders. For the analysis of the representations was used hermeneutic-dialectic method, with the allowance of theoretical Lay Theories. Were described, analyzed and explored the social representations of the participants about the characteristics of suicide motives, precipitating factors or stressors and lethality of means employed, and the meaning of suicide. The bombers were described as being generally male, aged 15-34 years, with impulsive behavior, withdrawn, confused, isolated and closed. The main reasons mentioned were: family structure (associated with unemployment), tensions between parents and children, difficulties in romantic relationships (between spouses or boyfriends), inability to adapt to contemporary changes, consumption of alcohol and other drugs. The main precipitating factors observed acute intoxication by alcohol and / or other drugs, and having been the victim of "breath" (kind of shamanic spell).In relation to the means employed, the hanging predominate in urban and timbó poisoning in rural areas. The socio-cultural diversity of São Gabriel of the Cachoeira indicates the necessity of building an instrument psychosocial autopsy rionegrina adapted to reality, to understand the psychological aspects that motivate this phenomenon, as well as reflect on intent individual.Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico– CNPq / Programa de Apoio aos Núcleos de Excelência – PRONEXFundação Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisas Leônidas e Maria Deane. Manaus, AM, Brasil.porSaúde mentalSuícidioPopulações indígenasMental healthSuicideIndigenous peoplesRepresentações sociais de suicídio indígena em São Gabriel da Cachoeira-AMinfo:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesis2013-08-01Universidade Federal do AmazonasMestrado AcadêmicoManaus, AMPrograma de Pós-Graduação em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazôniainfo:eu-repo/semantics/openAccessreponame:Repositório Institucional da FIOCRUZ (ARCA)instname:Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ)instacron:FIOCRUZLICENSElicense.txtlicense.txttext/plain; charset=utf-83082https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/31194/1/license.txt43cf57123dace9a28c9f6b2c996fa81bMD51ORIGINALDissertação Marluce Mineiro.pdfDissertação Marluce Mineiro.pdfapplication/pdf1236468https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/31194/2/Disserta%c3%a7%c3%a3o%20Marluce%20Mineiro.pdf4eb0007ae599a3feb4d72fe51a653993MD52TEXTDissertação Marluce Mineiro.pdf.txtDissertação Marluce Mineiro.pdf.txtExtracted texttext/plain255925https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/31194/3/Disserta%c3%a7%c3%a3o%20Marluce%20Mineiro.pdf.txte9e01fc23f6dac62c5b44fa611836948MD53icict/311942019-01-22 02:02:03.567oai:www.arca.fiocruz.br:icict/31194Q0VTU8ODTyBOw4NPIEVYQ0xVU0lWQSBERSBESVJFSVRPUyBBVVRPUkFJUw0KDQpZY2FybyBTYW50b3MsIENQRjogMjc1LjA5OS41ODItNTMsIHZpbmN1bGFkbyBhIElMTUQgLSBJbnN0aXR1dG8gTGXDtG5pZGFzIGUgTWFyaWEgRGVhbmUKCkFvIGFjZWl0YXIgb3MgVEVSTU9TIGUgQ09OREnDh8OVRVMgZGVzdGEgQ0VTU8ODTywgbyBBVVRPUiBlL291IFRJVFVMQVIgZGUgZGlyZWl0b3MKYXV0b3JhaXMgc29icmUgYSBPQlJBIGRlIHF1ZSB0cmF0YSBlc3RlIGRvY3VtZW50bzoKCigxKSBDRURFIGUgVFJBTlNGRVJFLCB0b3RhbCBlIGdyYXR1aXRhbWVudGUsIMOgIEZJT0NSVVogLSBGVU5EQcOHw4NPIE9TV0FMRE8gQ1JVWiwgZW0KY2Fyw6F0ZXIgcGVybWFuZW50ZSwgaXJyZXZvZ8OhdmVsIGUgTsODTyBFWENMVVNJVk8sIHRvZG9zIG9zIGRpcmVpdG9zIHBhdHJpbW9uaWFpcyBOw4NPCkNPTUVSQ0lBSVMgZGUgdXRpbGl6YcOnw6NvIGRhIE9CUkEgYXJ0w61zdGljYSBlL291IGNpZW50w61maWNhIGluZGljYWRhIGFjaW1hLCBpbmNsdXNpdmUgb3MgZGlyZWl0b3MKZGUgdm96IGUgaW1hZ2VtIHZpbmN1bGFkb3Mgw6AgT0JSQSwgZHVyYW50ZSB0b2RvIG8gcHJhem8gZGUgZHVyYcOnw6NvIGRvcyBkaXJlaXRvcyBhdXRvcmFpcywgZW0KcXVhbHF1ZXIgaWRpb21hIGUgZW0gdG9kb3Mgb3MgcGHDrXNlczsKCigyKSBBQ0VJVEEgcXVlIGEgY2Vzc8OjbyB0b3RhbCBuw6NvIGV4Y2x1c2l2YSwgcGVybWFuZW50ZSBlIGlycmV2b2fDoXZlbCBkb3MgZGlyZWl0b3MgYXV0b3JhaXMKcGF0cmltb25pYWlzIG7Do28gY29tZXJjaWFpcyBkZSB1dGlsaXphw6fDo28gZGUgcXVlIHRyYXRhIGVzdGUgZG9jdW1lbnRvIGluY2x1aSwgZXhlbXBsaWZpY2F0aXZhbWVudGUsCm9zIGRpcmVpdG9zIGRlIGRpc3BvbmliaWxpemHDp8OjbyBlIGNvbXVuaWNhw6fDo28gcMO6YmxpY2EgZGEgT0JSQSwgZW0gcXVhbHF1ZXIgbWVpbyBvdSB2ZcOtY3VsbywKaW5jbHVzaXZlIGVtIFJlcG9zaXTDs3Jpb3MgRGlnaXRhaXMsIGJlbSBjb21vIG9zIGRpcmVpdG9zIGRlIHJlcHJvZHXDp8OjbywgZXhpYmnDp8OjbywgZXhlY3XDp8OjbywKZGVjbGFtYcOnw6NvLCByZWNpdGHDp8OjbywgZXhwb3Npw6fDo28sIGFycXVpdmFtZW50bywgaW5jbHVzw6NvIGVtIGJhbmNvIGRlIGRhZG9zLCBwcmVzZXJ2YcOnw6NvLCBkaWZ1c8OjbywKZGlzdHJpYnVpw6fDo28sIGRpdnVsZ2HDp8OjbywgZW1wcsOpc3RpbW8sIHRyYWR1w6fDo28sIGR1YmxhZ2VtLCBsZWdlbmRhZ2VtLCBpbmNsdXPDo28gZW0gbm92YXMgb2JyYXMgb3UKY29sZXTDom5lYXMsIHJldXRpbGl6YcOnw6NvLCBlZGnDp8OjbywgcHJvZHXDp8OjbyBkZSBtYXRlcmlhbCBkaWTDoXRpY28gZSBjdXJzb3Mgb3UgcXVhbHF1ZXIgZm9ybWEgZGUKdXRpbGl6YcOnw6NvIG7Do28gY29tZXJjaWFsOwoKKDMpIFJFQ09OSEVDRSBxdWUgYSBjZXNzw6NvIGFxdWkgZXNwZWNpZmljYWRhIGNvbmNlZGUgw6AgRklPQ1JVWiAtIEZVTkRBw4fDg08gT1NXQUxETwpDUlVaIG8gZGlyZWl0byBkZSBhdXRvcml6YXIgcXVhbHF1ZXIgcGVzc29hIOKAkyBmw61zaWNhIG91IGp1csOtZGljYSwgcMO6YmxpY2Egb3UgcHJpdmFkYSwgbmFjaW9uYWwgb3UKZXN0cmFuZ2VpcmEg4oCTIGEgYWNlc3NhciBlIHV0aWxpemFyIGFtcGxhbWVudGUgYSBPQlJBLCBzZW0gZXhjbHVzaXZpZGFkZSwgcGFyYSBxdWFpc3F1ZXIKZmluYWxpZGFkZXMgbsOjbyBjb21lcmNpYWlzOwoKKDQpIERFQ0xBUkEgcXVlIGEgb2JyYSDDqSBjcmlhw6fDo28gb3JpZ2luYWwgZSBxdWUgw6kgbyB0aXR1bGFyIGRvcyBkaXJlaXRvcyBhcXVpIGNlZGlkb3MgZSBhdXRvcml6YWRvcywKcmVzcG9uc2FiaWxpemFuZG8tc2UgaW50ZWdyYWxtZW50ZSBwZWxvIGNvbnRlw7pkbyBlIG91dHJvcyBlbGVtZW50b3MgcXVlIGZhemVtIHBhcnRlIGRhIE9CUkEsCmluY2x1c2l2ZSBvcyBkaXJlaXRvcyBkZSB2b3ogZSBpbWFnZW0gdmluY3VsYWRvcyDDoCBPQlJBLCBvYnJpZ2FuZG8tc2UgYSBpbmRlbml6YXIgdGVyY2Vpcm9zIHBvcgpkYW5vcywgYmVtIGNvbW8gaW5kZW5pemFyIGUgcmVzc2FyY2lyIGEgRklPQ1JVWiAtIEZVTkRBw4fDg08gT1NXQUxETyBDUlVaIGRlCmV2ZW50dWFpcyBkZXNwZXNhcyBxdWUgdmllcmVtIGEgc3Vwb3J0YXIsIGVtIHJhesOjbyBkZSBxdWFscXVlciBvZmVuc2EgYSBkaXJlaXRvcyBhdXRvcmFpcyBvdQpkaXJlaXRvcyBkZSB2b3ogb3UgaW1hZ2VtLCBwcmluY2lwYWxtZW50ZSBubyBxdWUgZGl6IHJlc3BlaXRvIGEgcGzDoWdpbyBlIHZpb2xhw6fDtWVzIGRlIGRpcmVpdG9zOwoKKDUpIEFGSVJNQSBxdWUgY29uaGVjZSBhIFBvbMOtdGljYSBJbnN0aXR1Y2lvbmFsIGRlIEFjZXNzbyBBYmVydG8gZGEgRklPQ1JVWiAtIEZVTkRBw4fDg08KT1NXQUxETyBDUlVaIGUgYXMgZGlyZXRyaXplcyBwYXJhIG8gZnVuY2lvbmFtZW50byBkbyByZXBvc2l0w7NyaW8gaW5zdGl0dWNpb25hbCBBUkNBLgoKQSBQb2zDrXRpY2EgSW5zdGl0dWNpb25hbCBkZSBBY2Vzc28gQWJlcnRvIGRhIEZJT0NSVVogLSBGVU5EQcOHw4NPIE9TV0FMRE8gQ1JVWiByZXNlcnZhCmV4Y2x1c2l2YW1lbnRlIGFvIEFVVE9SIG9zIGRpcmVpdG9zIG1vcmFpcyBlIG9zIHVzb3MgY29tZXJjaWFpcyBzb2JyZSBhcyBvYnJhcyBkZSBzdWEgYXV0b3JpYQplL291IHRpdHVsYXJpZGFkZSwgc2VuZG8gb3MgdGVyY2Vpcm9zIHVzdcOhcmlvcyByZXNwb25zw6F2ZWlzIHBlbGEgYXRyaWJ1acOnw6NvIGRlIGF1dG9yaWEgZSBtYW51dGVuw6fDo28KZGEgaW50ZWdyaWRhZGUgZGEgT0JSQSBlbSBxdWFscXVlciB1dGlsaXphw6fDo28uCgpBIFBvbMOtdGljYSBJbnN0aXR1Y2lvbmFsIGRlIEFjZXNzbyBBYmVydG8gZGEgRklPQ1JVWiAtIEZVTkRBw4fDg08gT1NXQUxETyBDUlVaCnJlc3BlaXRhIG9zIGNvbnRyYXRvcyBlIGFjb3Jkb3MgcHJlZXhpc3RlbnRlcyBkb3MgQXV0b3JlcyBjb20gdGVyY2Vpcm9zLCBjYWJlbmRvIGFvcyBBdXRvcmVzCmluZm9ybWFyIMOgIEluc3RpdHVpw6fDo28gYXMgY29uZGnDp8O1ZXMgZSBvdXRyYXMgcmVzdHJpw6fDtWVzIGltcG9zdGFzIHBvciBlc3RlcyBpbnN0cnVtZW50b3MuCg==Repositório InstitucionalPUBhttps://www.arca.fiocruz.br/oai/requestrepositorio.arca@fiocruz.bropendoar:21352019-01-22T04:02:03Repositório Institucional da FIOCRUZ (ARCA) - Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ)false
dc.title.pt_BR.fl_str_mv Representações sociais de suicídio indígena em São Gabriel da Cachoeira-AM
title Representações sociais de suicídio indígena em São Gabriel da Cachoeira-AM
spellingShingle Representações sociais de suicídio indígena em São Gabriel da Cachoeira-AM
Pereira, Marluce Mineiro
Saúde mental
Suícidio
Populações indígenas
Mental health
Suicide
Indigenous peoples
title_short Representações sociais de suicídio indígena em São Gabriel da Cachoeira-AM
title_full Representações sociais de suicídio indígena em São Gabriel da Cachoeira-AM
title_fullStr Representações sociais de suicídio indígena em São Gabriel da Cachoeira-AM
title_full_unstemmed Representações sociais de suicídio indígena em São Gabriel da Cachoeira-AM
title_sort Representações sociais de suicídio indígena em São Gabriel da Cachoeira-AM
author Pereira, Marluce Mineiro
author_facet Pereira, Marluce Mineiro
author_role author
dc.contributor.member.none.fl_str_mv Schweickardt, Júlio Cesar
José, Ermelinda do Nascimento Salem
dc.contributor.author.fl_str_mv Pereira, Marluce Mineiro
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Souza, Maximiliano Loiola Ponte de
contributor_str_mv Souza, Maximiliano Loiola Ponte de
dc.subject.other.pt_BR.fl_str_mv Saúde mental
Suícidio
Populações indígenas
topic Saúde mental
Suícidio
Populações indígenas
Mental health
Suicide
Indigenous peoples
dc.subject.en.pt_BR.fl_str_mv Mental health
Suicide
Indigenous peoples
description O estudo objetivou analisar as Representações Sociais de diferentes grupos locais, a respeito do suicídio indígena em São Gabriel da Cachoeira-AM. Foram realizados grupos focais com profissionais das áreas da saúde, educação, assistência social, linguistas e religiosos católicos, além de entrevistas individuais com os gestores locais das respectivas áreas e lideranças religiosas e indígenas. Para a análise das representações foi utilizado o método hermenêutico-dialético, com o subsídio do aporte teórico das Representações Sociais e das Teorias Leigas. Foram descritas, exploradas e analisadas as representações sociais do significado de suicídio, principais características dos suicidas, motivações, fatores precipitantes e/ou estressores e a letalidade do meio empregado. O suicídio foi significado como o ato de tirar a própria vida. Os suicidas em sua maioria eram jovens do sexo masculino e apresentavam comportamento individualista, fatalista, retraído, impulsivo, confuso e isolado. As representações das motivações foram ancoradas ao desemprego, conflitos familiares, dificuldades nos relacionamentos afetivos, inabilidade para adaptar-se às transformações contemporâneas e consumo elevado de álcool e drogas. As representações dos fatores precipitantes foram ancoradas à intoxicação aguda por álcool e/ou outras drogas e ter sido vítima de “sopro” (tipo de feitiço xamânico). Os métodos empregados para o suicídio foram o enforcamento comumente usado na área urbana e o envenenamento por timbó na área rural. A diversidade sociocultural de São Gabriel Cachoeira, sinaliza a necessidade da construção de um instrumento de autópsia psicossocial adaptado à realidade rionegrina, para compreender os aspectos psicológicos que motivam este fenômeno, além de refletir sobre intenção do indivíduo.
publishDate 2013
dc.date.issued.fl_str_mv 2013
dc.date.accessioned.fl_str_mv 2019-01-21T18:50:50Z
dc.date.available.fl_str_mv 2019-01-21T18:50:50Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.citation.fl_str_mv PEREIRA, Marluce Mineiro. Representações sociais de suicídio indígena em São Gabriel da Cachoeira-AM. 2013. 226f. Dissertação (Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias da Amazônia) - Instituto Leônidas e Maria Deane, Fundação Oswaldo Cruz; Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2013.
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/31194
identifier_str_mv PEREIRA, Marluce Mineiro. Representações sociais de suicídio indígena em São Gabriel da Cachoeira-AM. 2013. 226f. Dissertação (Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias da Amazônia) - Instituto Leônidas e Maria Deane, Fundação Oswaldo Cruz; Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2013.
url https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/31194
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Repositório Institucional da FIOCRUZ (ARCA)
instname:Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ)
instacron:FIOCRUZ
instname_str Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ)
instacron_str FIOCRUZ
institution FIOCRUZ
reponame_str Repositório Institucional da FIOCRUZ (ARCA)
collection Repositório Institucional da FIOCRUZ (ARCA)
bitstream.url.fl_str_mv https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/31194/1/license.txt
https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/31194/2/Disserta%c3%a7%c3%a3o%20Marluce%20Mineiro.pdf
https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/31194/3/Disserta%c3%a7%c3%a3o%20Marluce%20Mineiro.pdf.txt
bitstream.checksum.fl_str_mv 43cf57123dace9a28c9f6b2c996fa81b
4eb0007ae599a3feb4d72fe51a653993
e9e01fc23f6dac62c5b44fa611836948
bitstream.checksumAlgorithm.fl_str_mv MD5
MD5
MD5
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da FIOCRUZ (ARCA) - Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ)
repository.mail.fl_str_mv repositorio.arca@fiocruz.br
_version_ 1798325859553116160