Avaliação da competitividade das micro, pequenas e médias empresas de fundição de ferro e/ou aço: survey no mercado brasileiro

The industry is essential to a country's economic growth. The foundry is considered an important manufacturing process within the industrial sector. Cast parts are used in 90% of all equipment and machines. Brazil occupies the ninth position in the world casting production ranking, however it h...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2020
Main Author: Oliveira, Reinaldo José de lattes
Orientador/a: Lucato, Wagner Cezar
Banca: Lucato, Wagner Cezar, Brandão, Brigadeiro Maurício Pazini, Lima, Joel, Vanalle, Rosangela Maria, Oliveira Neto, Geraldo Cardoso de
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Nove de Julho
Programa: Programa de Mestrado em Engenharia de Produção
Department: Engenharia
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/2226
Citação:Oliveira, Reinaldo José de. Avaliação da competitividade das micro, pequenas e médias empresas de fundição de ferro e/ou aço: survey no mercado brasileiro. 2020. 139 f. Tese( Programa de Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Resumo Português:A indústria é essencial para o crescimento econômico de um país. Dentro do setor industrial, o processo de fundição de metais é considerado um importante processo de manufatura. As peças fundidas são usadas em 90% dos equipamentos e máquinas. O Brasil ocupa a nona posição no ranking mundial de produção de fundidos, no entanto tem perdido competitividade, uma vez que já representou (em 2011) cerca de 3,4% da produção mundial de fundidos e atualmente representa 2,0%. Esta pesquisa propôs estabelecer um modelo de avaliação da competitividade, com base na literatura acadêmica e na opinião de especialistas, o qual pode ser aplicado para as indústrias MPMEs de fundição de ferro e/ou aço. Ainda, com base neste modelo pôde ser estabelecido uma análise competitiva deste segmento do setor de fundição brasileiro. Este modelo foi testado por meio de uma survey junto a 111 empresas dentro do perfil proposto. Notou-se que o modelo teórico pôde ser aplicado com resultados que corroboram a literatura sobre o assunto, no que se refere aos quatro fatores competitivos identificados, tendo como contribuição teórica o ineditismo do estudo, na medida em que a literatura passa, a partir de agora, a contar com um modelo para análise do grau de competitividade das indústrias de fundição MPMEs de ferro e/ou aço. Como resultado da survey, um ranking de competitividade pôde ser elaborado, com base no qual os gestores poderão analisar o posicionamento competitivo da suas respectivas empresas e, conhecendo os elementos competitivos que influenciam cada fator, poderão tomar decisões estratégicas baseando-se no conhecimento, de fato, dos aspectos relevantes para a competitividade. O grau de competitividade (GE) médio das 111 empresas foi 65%, com base em uma escala cujo valor máximo é 100%. Quase metade das empresas pesquisadas, apresentam um valor menor do que esta média. A empresa mais competitiva tem um GE de 94,3% e a menos competitiva 18,6%. As duas empresas mais competitivas do ranking são fundições de pequeno porte, fabricantes de aço, sendo que uma está localizada no Sul e outra no Sudeste brasileiro.
Resumo inglês:The industry is essential to a country's economic growth. The foundry is considered an important manufacturing process within the industrial sector. Cast parts are used in 90% of all equipment and machines. Brazil occupies the ninth position in the world casting production ranking, however it has lost competitiveness, since it already represented (in 2011) about 3.4% of the world production of castings and currently represents only 2.0%. This research proposed to establish a model for evaluating competitiveness, based on academic literature and experts’ opinion, which could be applied to the MSMEs (micro, small and medium enterprises) in iron and / or steel castings. Also, based on this model, a competitive diagnosis of this segment of the Brazilian foundry sector could be established. This model was tested through a survey of 111 companies within the proposed profile. It was noted that the theoretical model could be applied with results that corroborate the literature on the subject, with regard to the four competitive factors identified, having as theoretical contribution the originality of the study, as the literature lacks a model to analyze the degree of competitiveness of the MSMC iron and / or steel foundry industries. As a result of the survey, a competitiveness ranking could be developed, based on which managers will be able to analyze the competitive positioning of their respective companies and, knowing the competitive elements that influence each factor, will be able to make strategic decisions based on the relevant aspects to competitiveness. The average degree of competitiveness (GE) of the 111 companies was 65%, based on a scale where the maximum value is 100%. Almost half of the companies surveyed have a lower value than this average. The most competitive company has a GE of 94.3% and the least competitive only 18.6%. The two most competitive companies in the ranking are small steel foundries, one of which is in the South and the other in Southeast Brazil.