Espaço, revolução e utopia: um passeio com Henri Lefebvre pelas ruas de São Paulo em junho de 2013

Os acontecimento que se desenrolaram no Brasil em Junho de 2013 estão inseridos na história contemporânea do país. A partir dos protestos convocados pelo Movimento do Passe Livre contra o aumento da tarifa do transporte público uma multidão toma conta das ruas das principais cidades brasileiras. A p...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Stefaniak, João Luiz lattes
Orientador/a: Cunha, Luiz Alexandre Gonçalves lattes
Co-orientador/a: Santos, Boaventura de Souza
Banca: Souza, Edson de Belo Clemente, Gadini, Sérgio Luiz, Damiani, Amélia Luiz
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Estadual de Ponta Grossa
Programa: Programa de Pós-Graduação Doutorado em Geografia
Department: Departamento de Geociências
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede2.uepg.br/jspui/handle/prefix/2668
Citação:STEFANIAK, João Luiz.Espaço, revolução e utopia: um passeio com Henri Lefebvre pelas ruas de São Paulo em junho de 2013. 2018,190 f. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2018.
Resumo Português:Os acontecimento que se desenrolaram no Brasil em Junho de 2013 estão inseridos na história contemporânea do país. A partir dos protestos convocados pelo Movimento do Passe Livre contra o aumento da tarifa do transporte público uma multidão toma conta das ruas das principais cidades brasileiras. A presente pesquisa busca compreender como foi possível um movimento pontual, que está relacionada a questão urbana, foi capaz de catalisar a indignação de milhões de pessoas. A rua, mais do que cenário das manifestações, constituiu o espaço onde se gestou uma Nova Utopia. Em um curto momento da nossa história se vislumbrou uma revolução. Esta revolução, segundo Henri Lefebvre, representa a superação da velha sociedade industrial por uma nova: a "sociedade urbana". Em Junho de 2013 as velhas ideologias foram incapazes de conter a rebelião que nas ruas colocaram questionaram o velho sistema. A "revolução urbana" se fez presente em um momento fugaz mas intenso onde a juventude precarizada se apropriou da cidade rompendo com o alienante cotidiano das cidades.
The events that developed in Brazil in June 2013 are part of the country's contemporary history. From the protests called by the Movement of the Free Pass against the increase of the rate of the public transport a crowd takes care of the streets of the main Brazilian cities. The objective of this present research is to understand how a punctual movement, which is related to the urban question, was able to catalyze the indignation of millions of people. The street, more than scene of the manifestations, constituted the space where a New Utopia was born. In a brief moment of our history a revolution was envisioned. This revolution, according to Henri Lefebvre, represents the overcoming of the old industrial society by a new one: the "urban society". In June of 2013 the old ideologies were unable to contain the rebellion that put in the streets questioned the old system. The "urban revolution" was present in a fleeting but intense moment where the precarious youth appropriated the city by breaking with the everyday alienator of the cities.