Determinação da danofloxacina em urina bovina e suína por voltametria de onda quadrada utilizando eletrodo de carbono vítreo e eletrodos de pasta de carbono modificados

O comportamento voltamétrico da danofloxacina em meio aquoso foi estudado em eletrodo de carbono vítreo utilizando a técnica de voltametria de onda quadrada (VOQ). Depois da otimização das condições experimentais adequou-se os parâmetros aos eletrodos de pasta de carbono (EPC) e eletrodo de pasta de...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Boone, Chirley Vanessa lattes
Orientador/a: Carvalho, Adriana Evaristo de lattes
Co-orientador/a: Trindade, Magno Aparecido Gonçalves lattes
Banca: Silva, Rodrigo Amorim Bezerra da lattes, Ferreira, Valdir Souza lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal da Grande Dourados
Programa: Programa de pós-graduação em Química
Department: Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/903
Citação:BOONE, Chirley Vanessa. Determinação da danofloxacina em urina bovina e suína por voltametria de onda quadrada utilizando eletrodo de carbono vítreo e eletrodos de pasta de carbono modificados. 2014. 65 f. Dissertação (Mestrado em Química) – Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, MS, 2014.
Resumo Português:O comportamento voltamétrico da danofloxacina em meio aquoso foi estudado em eletrodo de carbono vítreo utilizando a técnica de voltametria de onda quadrada (VOQ). Depois da otimização das condições experimentais adequou-se os parâmetros aos eletrodos de pasta de carbono (EPC) e eletrodo de pasta de carbono modificada (EPCM). A danofloxacina foi analisada em amostras de urina bovina e suína fortificadas com o antibiótico e determinada pelo método de adição de padrão. Os EPC e EPCM apresentaram melhora na sensibilidade com relação ao eletrodo de carbono vítreo (ECV), os LDs obtidos utilizando EPC/EPCM foram cerca de 30 vezes menores quando comparado ao LD utilizando o ECV. As melhores recuperações de danofloxacina em amostra de urina bovina foram para EPCM-ZnSuc e EPCM-FeSuc de 86 % e 88,57 % respectivamente. Para amostra de urina suína foram obtidas recuperações de 101,59 % e 110,68 % para EPCM-Znsuc e EPCM-FeSuc respectivamente.
Resumo inglês:The voltammetric behavior of danofloxacin in aqueous solution has been studied on a glassy carbon electrode using square wave voltammetry (SWV). After optimization of the experimental conditions, adapted to the parameters for the carbon paste electrode (CPE) and modified carbon paste electrode (MCPE). The danofloxacin was analyzed in spiked samples of bovine and swine urine using a Britton-Robinson buffer with pH = 5.0 as the supporting electrolyte. The danofloxacin was analyzed in samples of bovine and swine urine spiked with antibiotic were determined by standard addition method. CPE and MCPE showed improved sensitivity to a glassy carbon electrode (GCE), LODs obtained using CPE/MCPE were about 30 times smaller when compared to LOD using the GCE. The best recoveries danofloxacin in bovine urine sample were for MCPE-ZnSuc and MCPE-FeSuc of 86 % and 88,57% respectively. For swine urine sample recoveries of 101.59% and 110.68% were obtained for MCPE-ZnSuc and MCPE-FeSuc respectively.