Ação antifúngica de derivados amino álcoois e diaminas frente aos principais causadores de onicomicoses

As onicomicoses são infecções fúngicas que se caracterizam clinicamente por alterações morfológicas no tecido ungueal proporcionadas, principalmente, por fungos filamentosos dermatófitos, seu principal agente etiológico. Esta micose é considerada um problema de saúde pública e apresenta inúmeros fat...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Caneschi, César Augusto lattes
Orientador/a: Raposo, Nádia Rezende Barbosa lattes
Co-orientador/a: Almeida, Mauro Vieira de lattes
Banca: Almeida, Angelina Maria de lattes, Vitral, Geraldo Sérgio Farinazzo lattes, Nolasco, Eduardo Lima lattes, Martins, Francislene Juliana lattes
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Programa: Programa de Pós-graduação em Saúde Brasileira
Department: Faculdade de Medicina
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/6451
Resumo Português:As onicomicoses são infecções fúngicas que se caracterizam clinicamente por alterações morfológicas no tecido ungueal proporcionadas, principalmente, por fungos filamentosos dermatófitos, seu principal agente etiológico. Esta micose é considerada um problema de saúde pública e apresenta inúmeros fatores que podem favorecer o seu início. O tratamento é considerado um grande desafio para a medicina, uma vez é prolongado, apresenta reduzida eficácia e recidivas frequentes, além de ocasionar efeitos adversos ao pacientes. Diante do exposto, surge a necessidade de obtenção de novos compostos farmacologicamente ativos para esta finalidade. Desta forma, a síntese de compostos orgânicos e a investigação do potencial antifúngico pode impulsionar a elucidação de novos antifúngicos. Logo, o objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade antifúngica in vitro de amino álcoois e diaminas frente aos principais fungos causadores de onicomicoses. Para isso, foi realizada a análise antifúngica a fim de estabelecer as concentrações inibitória mínima (CIM) e fungicida mínima (CFM) frente as cepas de referência de Trichophyton mentagrophytes ATCC 11481, T. rubrum CCT 5507 URM 1666, Epidermophyton floccosum CCF-IOF-3757, Candida albicans ATCC 10231 e um isolado clínico de C. albicans. Para auxiliar na compreensão da ação antifúngica foi empregada a microscopia eletrônica de varredura (MEV) juntamente com a avaliação de fatores de virulência fúngica (fosfolipase e melanina). Por último, foi investigada ainda a citotoxicidade in vitro dos amino álcoois frente a células de fibroblastos (L929) e queratinócitos (HaCaT). A partir de um grupo de cinquenta moléculas sintetizadas, foram selecionados três amino álcoois com cadeia alifática com 10, 12 e 14 carbonos (C) que foram fungicidas frente às cinco cepas de fungos avaliadas com valores de CIM variando de 0,46 – 1.000 μg/mL e CFM entre 7,81 - 1.000 μg/mL. Entre estas, destaque para o amino álcool com 14 C. Por meio das eletromicrografias foi possível evidenciar alterações morfológicas nas estruturas fúngicas das cinco espécies submetidas à ação dos amino álcoois selecionados, o que demonstrou sua ação sobre os fungos avaliados. Os compostos proporcionaram interferência na excreção de fosfolipase, no entanto, não interferiram na produção de melanina. Os amino álcoois revelaram relativa toxicidade frente às células L929 e HaCaT. Por meio dos resultados apresentados neste trabalho, é possível atribuir aos amino álcoois ação antifúngica frente aos principais fungos causadores da onicomicoses, entretanto, essas moléculas apresentaram toxicidade in vitro frente a fibroblastos e queratinócitos. Deste modo, os achados contribuem para a modificação estrutural das moléculas analisadas e/ ou síntese de novos compostos mais eficazes e menos tóxicos para o tratamento de onicomicoses.
Onychomycosis is a fungal infection characterized clinically by morphological changes in the nail tissue provided mainly by dermatophyte filamentous fungi, the main etiological agent. This mycosis is considered a public health problem and presents numerous factors that may favor its beginning. Its treatment is considered a great challenge for medicine, once it is prolonged, it presents reduced efficacy and frequent recurrences, besides causing adverse effects to the patients. In view of the above, there is a need to obtain new pharmacologically active compounds for this purpose. In this context, the synthesis of organic compounds and the investigation of the antifungal potential may boost the elucidation of new antifungal agents. Therefore, the objective of this work was to evaluate the antifungal activity in vitro of diamines and amino alcohols against the main fungi causing onychomycosis. For this, antifungal analysis was carried out to establish the minimum inhibitory concentrations (MIC) and minimum fungicide (CFM) against Trichophyton mentagrophytes ATCC 11481, T. rubrum CCT 5507 URM 1666, Epidermophyton floccosum CCF-IOF-3757, Candida albicans ATCC 10231 and a clinical isolate of C. albicans. A scanning electron microscopy (SEM) along with the evaluation of fungal virulence factors (phospholipase and melanin). Finally, the in vitro cytotoxicity of amino alcohols against fibroblast cells (L929) and keratinocytes (HaCaT) was further investigated. From a group of fifty synthesized molecules, three amino acohols with 10, 12 and 14 C aliphatic chain were selected which were fungicidal against the five fungal strains evaluated with MIC values ranging from 0.46-1,000 μg/ mL and CFM between 7.81-1,000 μg/ mL. Among them, the amino alcohol with 14 C was featured. Using the electromicrographs, it was possible to show morphological changes in the fungal structures of the five species submitted to the action of the selected amino alcohols, which demonstrates their action on the evaluated fungi. The compounds provided interference in phospholipase excretion, however, did not interfere with melanin production. Amino alcohols revealed relative toxicity to L929 and HaCaT cells. Thus, the findings contribute to the structural modification of the molecules analyzed and / or synthesis of new compounds more effective and less toxic for the treatment of mycosis.