Patentes de universidades e institutos públicos de pesquisa e a transferência de tecnologia para empresas no Brasil

Esta tese discute o posicionamento das universidades e institutos públicos de pesquisa em um sistema nacional de inovação, apresenta estatísticas dos depósitos de patentes destas instituições e analisa o papel da patente como um mecanismo de transferência de tecnologia. É apresentado um survey pione...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2008
Main Author: Luciano Martins Costa Povoa
Orientador/a: Eduardo da Motta e Albuquerque
Banca: Ruben Dario Sinisterra Millan, Wilson Suzigan, RENATO DE CASTRO GARCIA, JORGE NOGUEIRA DE PAIVA BRITO
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Federal de Minas Gerais
Assuntos em Português:
Online Access:http://hdl.handle.net/1843/AMSA-7FBNZ5
Resumo Português:Esta tese discute o posicionamento das universidades e institutos públicos de pesquisa em um sistema nacional de inovação, apresenta estatísticas dos depósitos de patentes destas instituições e analisa o papel da patente como um mecanismo de transferência de tecnologia. É apresentado um survey pioneiro sobre a transferência de tecnologia de universidades e institutos públicos de pesquisa no Brasil. Esta pesquisa, a respeito de 271 transferências de tecnologia realizadas por grupos de pesquisas de todo o Brasil, apresenta contribuições inéditas para a literatura, como por exemplo, a comparação do tipo de tecnologia transferida com o mecanismo utilizado em sua transferência e os benefícios acadêmicos que as universidades e institutos públicos de pesquisa podem obter pela interação empresas. O Capítulo 1 procura situar a universidade e os institutos de pesquisa no sistema nacional de inovação, de modo a destacar as suas contribuições e relações com outros agentes que contribuem para o desenvolvimento e a difusão das inovações tecnológicas. O aumento da participação das universidades na atividade de patenteamento é analisado no Capítulo 2. O capítulo 3 busca contribuir para a literatura sobre transferência de tecnologia. O objetivo principal é avaliar o papel das patentes no processo de transferência de tecnologia. No Capítulo 4 é discute se a universidade deve patentear suas invenções ou não. Os resultados sugerem que a patente não é uma pré-condição para que haja uma relação onde ocorra a transferência de tecnologia, mas a importância da patente passa a ser considerável quando a tecnologia em questão se trata de um novo produto e a empresa possui capacidade de absorção.
This thesis discuss the insertion of universities and public labs in a national system of innovation, presents statistics of patent applications of these institutions and analyses the role of patents as a channel of technology transfer. This work presents an original survey on technology transfer from universities and public labs in Brazil. It is analyzed 271 technology transfers made by research groups comparing the type of technology transferred to the channel used. Chapter 1 discusses universities and public labs and their contributions and relations with other agents of the national system of innovation. The growth of patent applications mad by universities is studied in Chapter 2. Chapter 3 analyses the survey results. Chapter 4 discusses the question: should universities patent their inventions or not? One of the main results of this thesis suggests the patents are not a pre-condition to the occurrence of a technology transfer, although the patent importance is considerable when the technology is a new product and the firm has certain capability to absorb the technology knowledge.