Experiências lexicológicas em sala de aula: construindo glossários com alunos do ensino fundamental

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2018
Autor(a) principal: SILVA, João Batista Poça da lattes
Orientador(a): LIMA, Alcides Fernandes de lattes
Banca de defesa: Não Informado pela instituição
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade Federal do Pará
Programa de Pós-Graduação: Programa de Pós-Graduação em Mestrado Profissional em Letras em Rede Nacional
Departamento: Instituto de Letras e Comunicação
País: Brasil
Palavras-chave em Português:
Área do conhecimento CNPq:
Link de acesso: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10354
Resumo: As ciências do léxico são ramos da Linguística cujas contribuições são pouco exploradas em atividades letivas no ensino fundamental. Partindo-se desse pressuposto, busca-se constatar que os atos de conceituar e definir, corporificados por meio do gênero discursivo verbete, podem promover a capacidade comunicativa dos alunos e contribuir para o aprimoramento de leitura e escrita. Esses atos, porém, encontram pouco espaço nas aulas, enquanto o dicionário, a enciclopédia e o glossário, quando usados, têm seu alcance interdisciplinar praticamente anulado, porque seu usuário é quase sempre considerado como mero consulente, ou seja, como alguém que apenas consulta publicações voltadas para o verbete, ao passo que não se valoriza nele a habilidade de conceptualizar (recortar cultural e linguisticamente a realidade). Assim, pergunta-se de que modo o estudo de aspectos lexicais da língua pode contribuir para que o aluno organize e domine melhor os conceitos estudados nas diversas disciplinas curriculares, o que leva ao objetivo geral do presente trabalho, que consiste em formular, propor, aplicar e avaliar práticas relacionadas ao trabalho com o léxico comum e especializado em sala de aula, numa perspectiva interdisciplinar. Desse objetivo principal, derivam outros, entre os quais: descrever e analisar o modo como os livros didáticos de algumas disciplinas abordam o verbete; mediar a familiarização dos alunos com os diversos gêneros lexicográficos; instrumentalizar os alunos para elaborar verbetes e glossários; elaborar uma proposta de material didático norteado pela elaboração de verbete como recurso para a prática reflexiva da conceptualização. As principais hipóteses testadas por meio da pesquisa postulam que os atos de conceituar, definir e registrar por escrito ajudam a organizar as ideias e a melhorar o desempenho do aluno nas diversas disciplinas; além disso, que é mínima ou inexistente, nos espaços letivos e materiais, a relevância dada ao aspecto lexical da língua; que os diversos gêneros lexicográficos são subutilizados como fonte de aprofundamento de conteúdos; que o léxico é rico recurso de aproximação interdisciplinar; que o verbete é gênero discursivo apropriado para mediar atividades sobre o léxico, a gramática e aspectos textuais-discursivos; e que conceito e definição, devidamente diferenciados, contribuem para o aluno melhor estabelecer estratégias de estudo. O aporte teórico da pesquisa se apoia nos estudos de Biderman (2001), sobre as ciências do léxico; de Barbosa (2001) e Finnato (2002) acerca da conceptualização e da definição; de Pontes (2009), Carvalho e Bagno (2011) e Ilari (2015), em torno da Lexicografia e seus subcampos teórico, prático, pedagógico e educacional; de Antunes (2012), sobre léxico e discurso em contexto de ensino-aprendizagem; de Barros (2004) e Lima (2010), sobre Terminologia e Terminografia; e de Dionisio (2010), acerca do gênero discursivo verbete. No percurso metodológico, optou-se pela pesquisa participante para intermediar a observação do trabalho com o léxico numa turma de sexto ano do ensino fundamental, em quatro disciplinas, a saber, História, Ciências, Matemática e Língua Portuguesa. Duas fontes geraram dados que passaram por análise qualitativa: livros didáticos utilizados nas aulas das respectivas disciplinas e questionários semiestruturados aplicados junto aos professores e alunos da turma atingida. A partir das análises, reflexões e cotejos realizados, foi elaborada e aplicada uma proposta de intervenção com atividades de conceptualização que culminam na elaboração de glossários pelos próprios alunos. O estudo e a aplicação da proposta levaram à constatação de que atividades com conceitos e definições mediadas pelo gênero verbete são importante recurso de organização e expressão de conhecimentos e seus resultados positivos abarcam diversas disciplinas curriculares. Constatou-se também que o leque de possibilidades criativas propicia uma abordagem agradável e produtiva do léxico em sala de aula. O resultado prático do trabalho consiste num caderno de atividades didático-pedagógicas disponibilizado às escolas.
id UFPA_f1c7d892d6aac513e6afd2973ebf846c
oai_identifier_str oai:repositorio.ufpa.br:2011/10354
network_acronym_str UFPA
network_name_str Repositório Institucional da UFPA
repository_id_str
spelling 2018-11-01T18:46:47Z2018-11-012018-11-01T18:46:47Z2018-02-21SILVA, João Batista Poça da. Experiências lexicológicas em sala de aula: construindo glossários com alunos do ensino fundamental. 2018. 184 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Letras e Comunicação, Belém, 2018. Programa de Pós-Graduação em Mestrado Profissional em Letras em Rede Nacional. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10354>. Acesso em:.http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10354As ciências do léxico são ramos da Linguística cujas contribuições são pouco exploradas em atividades letivas no ensino fundamental. Partindo-se desse pressuposto, busca-se constatar que os atos de conceituar e definir, corporificados por meio do gênero discursivo verbete, podem promover a capacidade comunicativa dos alunos e contribuir para o aprimoramento de leitura e escrita. Esses atos, porém, encontram pouco espaço nas aulas, enquanto o dicionário, a enciclopédia e o glossário, quando usados, têm seu alcance interdisciplinar praticamente anulado, porque seu usuário é quase sempre considerado como mero consulente, ou seja, como alguém que apenas consulta publicações voltadas para o verbete, ao passo que não se valoriza nele a habilidade de conceptualizar (recortar cultural e linguisticamente a realidade). Assim, pergunta-se de que modo o estudo de aspectos lexicais da língua pode contribuir para que o aluno organize e domine melhor os conceitos estudados nas diversas disciplinas curriculares, o que leva ao objetivo geral do presente trabalho, que consiste em formular, propor, aplicar e avaliar práticas relacionadas ao trabalho com o léxico comum e especializado em sala de aula, numa perspectiva interdisciplinar. Desse objetivo principal, derivam outros, entre os quais: descrever e analisar o modo como os livros didáticos de algumas disciplinas abordam o verbete; mediar a familiarização dos alunos com os diversos gêneros lexicográficos; instrumentalizar os alunos para elaborar verbetes e glossários; elaborar uma proposta de material didático norteado pela elaboração de verbete como recurso para a prática reflexiva da conceptualização. As principais hipóteses testadas por meio da pesquisa postulam que os atos de conceituar, definir e registrar por escrito ajudam a organizar as ideias e a melhorar o desempenho do aluno nas diversas disciplinas; além disso, que é mínima ou inexistente, nos espaços letivos e materiais, a relevância dada ao aspecto lexical da língua; que os diversos gêneros lexicográficos são subutilizados como fonte de aprofundamento de conteúdos; que o léxico é rico recurso de aproximação interdisciplinar; que o verbete é gênero discursivo apropriado para mediar atividades sobre o léxico, a gramática e aspectos textuais-discursivos; e que conceito e definição, devidamente diferenciados, contribuem para o aluno melhor estabelecer estratégias de estudo. O aporte teórico da pesquisa se apoia nos estudos de Biderman (2001), sobre as ciências do léxico; de Barbosa (2001) e Finnato (2002) acerca da conceptualização e da definição; de Pontes (2009), Carvalho e Bagno (2011) e Ilari (2015), em torno da Lexicografia e seus subcampos teórico, prático, pedagógico e educacional; de Antunes (2012), sobre léxico e discurso em contexto de ensino-aprendizagem; de Barros (2004) e Lima (2010), sobre Terminologia e Terminografia; e de Dionisio (2010), acerca do gênero discursivo verbete. No percurso metodológico, optou-se pela pesquisa participante para intermediar a observação do trabalho com o léxico numa turma de sexto ano do ensino fundamental, em quatro disciplinas, a saber, História, Ciências, Matemática e Língua Portuguesa. Duas fontes geraram dados que passaram por análise qualitativa: livros didáticos utilizados nas aulas das respectivas disciplinas e questionários semiestruturados aplicados junto aos professores e alunos da turma atingida. A partir das análises, reflexões e cotejos realizados, foi elaborada e aplicada uma proposta de intervenção com atividades de conceptualização que culminam na elaboração de glossários pelos próprios alunos. O estudo e a aplicação da proposta levaram à constatação de que atividades com conceitos e definições mediadas pelo gênero verbete são importante recurso de organização e expressão de conhecimentos e seus resultados positivos abarcam diversas disciplinas curriculares. Constatou-se também que o leque de possibilidades criativas propicia uma abordagem agradável e produtiva do léxico em sala de aula. O resultado prático do trabalho consiste num caderno de atividades didático-pedagógicas disponibilizado às escolas.The lexical sciences are branches of Linguistics whose contributions are explored shortly on learners’ activities at Elementary School. Based on this assumption, we ensure that the acts of conceptualizing and defining, embodied through the discursive genre, are able to increase the students’ communicative capacity and contribute to the improvement of reading and writing. These acts, however, find a short field at the classroom, whereas the dictionary, the encyclopedia and the glossary, when used, have their interdisciplinary reach almost non-existent, because the user is usually considered a mere consultant. That is, as one who only consults publications oriented to the entry, while the ability to conceptualize (cut reality culturally and linguistically) is not appreciated. Thus, we can ask how the study of lexical aspects of language can contribute to the student’s better organization and control of the concepts studied in different curricular disciplines. This leads us to the general purpose of this work, which is to formulate, propose, apply and evaluate practices related to working with the common and specialized lexicon at the classroom, in an interdisciplinary perspective. Other purposes derive from this main one, among them: describe and analyze how textbooks of some disciplines approach the entry; mediate students’ familiarity with the different lexicographic genres; enable students to develop entries and glossaries; elaborate a didactic material proposal guided by the elaboration of entry as a resource for the reflective practice of conceptualization. The main hypotheses tested by the research postulate that the acts of conceptualizing, defining and recording in writing help student to organize ideas and improve his/her performance in different disciplines. Moreover, the relevance given to the lexical aspect of the language is minimal or non-existent in the educational and material spaces; the different lexicographic genres are underutilized as a source of deepening of contents; the lexicon is a large resource of interdisciplinary approach; the entry is a discursive genre appropriate to mediate activities on the lexicon, grammar and textual-discursive aspects; and concept and definition, properly differentiated, contribute to the student better establishment of study strategies. The theoretical contribution of this research is based on the studies of Biderman (2001), on the sciences of the lexicon; Barbosa (2001) and Finnato (2002) on conceptualization and definition; Pontes (2009), Carvalho and Bagno (2011) and Ilari (2015), on Lexicography and its theoretical, practical, pedagogic and educational subfields; Antunes (2012), on lexicon and discourse in the context of teaching-learning; Barros (2004) and Lima (2010), on Terminology and Terminography; and Dionisio (2010), on the discursive genre entry. In the methodological course, we chose the participant’s research to intermediate the observation of the task about the lexicon in a class of sixth grade at Elementary School, in four disciplines, namely, History, Sciences, Mathematics and Portuguese Language. Two sources generated data that underwent qualitative analysis: textbooks used in classes of those respective disciplines and semi structured questionnaires applied to the teachers and students of the chosen class. From the analyses, reflections and collations carried out, we elaborated and applied a proposal of intervention, and accomplishing activities of conceptualization and, consequently, the students produced glossaries. The study and application of this proposal led us to realize that activities with concepts and definitions mediated by the genre entry are an important resource for the organization and expression of knowledge and its positive results achieve several curricular subjects. We could also verify that the range of creative possibilities provides a pleasant and productive approach of the lexicon at the classroom. The result of this work is a book of didactic-pedagogical activities made available to schools.CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível SuperiorSEMED/PA - Secretaria Municipal de EducaçãoSEDUC/PA - Secretaria de Estado de EducaçãoporUniversidade Federal do ParáPrograma de Pós-Graduação em Mestrado Profissional em Letras em Rede NacionalUFPABrasilInstituto de Letras e Comunicação1 CD-ROMreponame:Repositório Institucional da UFPAinstname:Universidade Federal do Pará (UFPA)instacron:UFPACNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADATEORIAS DA LINGUAGEM E ENSINOLINGUAGENS E LETRAMENTOSLexicologiaTerminologia e ensinoDicionários escolaresDefinição poéticaExperiências lexicológicas em sala de aula: construindo glossários com alunos do ensino fundamentalinfo:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesisLIMA, Alcides Fernandes dehttp://lattes.cnpq.br/2565242209879834http://lattes.cnpq.br/4094281835007229SILVA, João Batista Poça dainfo:eu-repo/semantics/openAccessTEXTDissertacao_ExperienciasLexicologicasSala.pdf.txtDissertacao_ExperienciasLexicologicasSala.pdf.txtExtracted texttext/plain457069http://repositorio.ufpa.br/oai/bitstream/2011/10354/6/Dissertacao_ExperienciasLexicologicasSala.pdf.txtda86838d9f16062dd51d8a1995310a65MD56ORIGINALDissertacao_ExperienciasLexicologicasSala.pdfDissertacao_ExperienciasLexicologicasSala.pdfapplication/pdf3676850http://repositorio.ufpa.br/oai/bitstream/2011/10354/1/Dissertacao_ExperienciasLexicologicasSala.pdf4ce6bacf2d1f4c14ca7811a006815d7fMD51CC-LICENSElicense_urllicense_urltext/plain; charset=utf-849http://repositorio.ufpa.br/oai/bitstream/2011/10354/2/license_url4afdbb8c545fd630ea7db775da747b2fMD52license_textlicense_texttext/html; charset=utf-80http://repositorio.ufpa.br/oai/bitstream/2011/10354/3/license_textd41d8cd98f00b204e9800998ecf8427eMD53license_rdflicense_rdfapplication/rdf+xml; charset=utf-80http://repositorio.ufpa.br/oai/bitstream/2011/10354/4/license_rdfd41d8cd98f00b204e9800998ecf8427eMD54LICENSElicense.txtlicense.txttext/plain; charset=utf-81899http://repositorio.ufpa.br/oai/bitstream/2011/10354/5/license.txt9d4d300cff78e8f375d89aab37134138MD552011/103542018-12-18 10:47:31.98oai:repositorio.ufpa.br:2011/10354TElDRU7Dh0EgREUgRElTVFJJQlVJw4fDg08gTsODTy1FWENMVVNJVkEKCkNvbSBhIGFwcmVzZW50YcOnw6NvIGRlc3RhIGxpY2Vuw6dhLCB2b2PDqiAobyBhdXRvciAoZXMpIG91IG8gdGl0dWxhciBkb3MgZGlyZWl0b3MgZGUgYXV0b3IpIGNvbmNlZGUgYW8gUmVwb3NpdMOzcmlvIEluc3RpdHVjaW9uYWwgZGEgVW5pdmVyc2lkYWRlIEZlZGVyYWwgZG8gUGFyw6EgKFJJVUZQQSkgbyBkaXJlaXRvIG7Do28tZXhjbHVzaXZvIGRlIHJlcHJvZHV6aXIsICB0cmFkdXppciAoY29uZm9ybWUgZGVmaW5pZG8gYWJhaXhvKSwgZS9vdSBkaXN0cmlidWlyIGEgc3VhIHB1YmxpY2HDp8OjbyAoaW5jbHVpbmRvIG8gcmVzdW1vKSBwb3IgdG9kbyBvIG11bmRvIG5vIGZvcm1hdG8gaW1wcmVzc28gZSBlbGV0csO0bmljbyBlIGVtIHF1YWxxdWVyIG1laW8sIGluY2x1aW5kbyBvcyBmb3JtYXRvcyDDoXVkaW8gb3UgdsOtZGVvLgoKVm9jw6ogY29uY29yZGEgcXVlIG8gUklVRlBBIHBvZGUsIHNlbSBhbHRlcmFyIG8gY29udGXDumRvLCB0cmFuc3BvciBhIHN1YSBwdWJsaWNhw6fDo28gcGFyYSBxdWFscXVlciBtZWlvIG91IGZvcm1hdG8gCnBhcmEgZmlucyBkZSBwcmVzZXJ2YcOnw6NvLgoKVm9jw6ogdGFtYsOpbSBjb25jb3JkYSBxdWUgbyBSSVVGUEEgcG9kZSBtYW50ZXIgbWFpcyBkZSB1bWEgY8OzcGlhIGRlIHN1YSBwdWJsaWNhw6fDo28gcGFyYSBmaW5zIGRlIHNlZ3VyYW7Dp2EsIGJhY2stdXAgCmUgcHJlc2VydmHDp8Ojby4KClZvY8OqIGRlY2xhcmEgcXVlIGEgc3VhIHB1YmxpY2HDp8OjbyDDqSBvcmlnaW5hbCBlIHF1ZSB2b2PDqiB0ZW0gbyBwb2RlciBkZSBjb25jZWRlciBvcyBkaXJlaXRvcyBjb250aWRvcyBuZXN0YSAKbGljZW7Dp2EuIAoKVm9jw6ogdGFtYsOpbSBkZWNsYXJhIHF1ZSBvIGRlcMOzc2l0byBkYSBzdWEgcHVibGljYcOnw6NvIG7Do28sIHF1ZSBzZWphIGRlIHNldSBjb25oZWNpbWVudG8sIGluZnJpbmdlIGRpcmVpdG9zIGF1dG9yYWlzIApkZSBuaW5ndcOpbS4KCkNhc28gYSBzdWEgcHVibGljYcOnw6NvIGNvbnRlbmhhIG1hdGVyaWFsIHF1ZSB2b2PDqiBuw6NvIHBvc3N1aSBhIHRpdHVsYXJpZGFkZSBkb3MgZGlyZWl0b3MgYXV0b3JhaXMsIHZvY8OqIGRlY2xhcmEgcXVlIApvYnRldmUgYSBwZXJtaXNzw6NvIGlycmVzdHJpdGEgZG8gZGV0ZW50b3IgZG9zIGRpcmVpdG9zIGF1dG9yYWlzIHBhcmEgY29uY2VkZXIgYW8gUklVRlBBIG9zIGRpcmVpdG9zIGFwcmVzZW50YWRvcyAKbmVzdGEgbGljZW7Dp2EsIGUgcXVlIGVzc2UgbWF0ZXJpYWwgZGUgcHJvcHJpZWRhZGUgZGUgdGVyY2Vpcm9zIGVzdMOhIGNsYXJhbWVudGUgaWRlbnRpZmljYWRvIGUgcmVjb25oZWNpZG8gbm8gdGV4dG8gCm91IG5vIGNvbnRlw7pkbyBkYSBwdWJsaWNhw6fDo28gb3JhIGRlcG9zaXRhZGEuCgpDQVNPIEEgUFVCTElDQcOHw4NPIE9SQSBERVBPU0lUQURBIFRFTkhBIFNJRE8gUkVTVUxUQURPIERFIFVNIFBBVFJPQ8ONTklPIE9VIEFQT0lPIERFIFVNQSBBR8OKTkNJQSBERSBGT01FTlRPIE9VIE9VVFJPIApPUkdBTklTTU8sIFZPQ8OKIERFQ0xBUkEgUVVFIFJFU1BFSVRPVSBUT0RPUyBFIFFVQUlTUVVFUiBESVJFSVRPUyBERSBSRVZJU8ODTyBDT01PIFRBTULDiU0gQVMgREVNQUlTIE9CUklHQcOHw5VFUyAKRVhJR0lEQVMgUE9SIENPTlRSQVRPIE9VIEFDT1JETy4KCk8gUklVRlBBIHNlIGNvbXByb21ldGUgYSBpZGVudGlmaWNhciBjbGFyYW1lbnRlIG8gc2V1IG5vbWUgKHMpIG91IG8ocykgbm9tZShzKSBkbyhzKSBkZXRlbnRvcihlcykgZG9zIGRpcmVpdG9zIAphdXRvcmFpcyBkYSBwdWJsaWNhw6fDo28sIGUgbsOjbyBmYXLDoSBxdWFscXVlciBhbHRlcmHDp8OjbywgYWzDqW0gZGFxdWVsYXMgY29uY2VkaWRhcyBwb3IgZXN0YSBsaWNlbsOnYS4KRepositório InstitucionalPUBhttp://repositorio.ufpa.br/oai/requestriufpabc@ufpa.bropendoar:21232018-12-18T13:47:31Repositório Institucional da UFPA - Universidade Federal do Pará (UFPA)false
dc.title.pt_BR.fl_str_mv Experiências lexicológicas em sala de aula: construindo glossários com alunos do ensino fundamental
title Experiências lexicológicas em sala de aula: construindo glossários com alunos do ensino fundamental
spellingShingle Experiências lexicológicas em sala de aula: construindo glossários com alunos do ensino fundamental
SILVA, João Batista Poça da
CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Lexicologia
Terminologia e ensino
Dicionários escolares
Definição poética
TEORIAS DA LINGUAGEM E ENSINO
LINGUAGENS E LETRAMENTOS
title_short Experiências lexicológicas em sala de aula: construindo glossários com alunos do ensino fundamental
title_full Experiências lexicológicas em sala de aula: construindo glossários com alunos do ensino fundamental
title_fullStr Experiências lexicológicas em sala de aula: construindo glossários com alunos do ensino fundamental
title_full_unstemmed Experiências lexicológicas em sala de aula: construindo glossários com alunos do ensino fundamental
title_sort Experiências lexicológicas em sala de aula: construindo glossários com alunos do ensino fundamental
author SILVA, João Batista Poça da
author_facet SILVA, João Batista Poça da
author_role author
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv LIMA, Alcides Fernandes de
dc.contributor.advisor1Lattes.fl_str_mv http://lattes.cnpq.br/2565242209879834
dc.contributor.authorLattes.fl_str_mv http://lattes.cnpq.br/4094281835007229
dc.contributor.author.fl_str_mv SILVA, João Batista Poça da
contributor_str_mv LIMA, Alcides Fernandes de
dc.subject.cnpq.fl_str_mv CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
topic CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Lexicologia
Terminologia e ensino
Dicionários escolares
Definição poética
TEORIAS DA LINGUAGEM E ENSINO
LINGUAGENS E LETRAMENTOS
dc.subject.por.fl_str_mv Lexicologia
Terminologia e ensino
Dicionários escolares
Definição poética
dc.subject.linhadepesquisa.pt_BR.fl_str_mv TEORIAS DA LINGUAGEM E ENSINO
dc.subject.areadeconcentracao.pt_BR.fl_str_mv LINGUAGENS E LETRAMENTOS
description As ciências do léxico são ramos da Linguística cujas contribuições são pouco exploradas em atividades letivas no ensino fundamental. Partindo-se desse pressuposto, busca-se constatar que os atos de conceituar e definir, corporificados por meio do gênero discursivo verbete, podem promover a capacidade comunicativa dos alunos e contribuir para o aprimoramento de leitura e escrita. Esses atos, porém, encontram pouco espaço nas aulas, enquanto o dicionário, a enciclopédia e o glossário, quando usados, têm seu alcance interdisciplinar praticamente anulado, porque seu usuário é quase sempre considerado como mero consulente, ou seja, como alguém que apenas consulta publicações voltadas para o verbete, ao passo que não se valoriza nele a habilidade de conceptualizar (recortar cultural e linguisticamente a realidade). Assim, pergunta-se de que modo o estudo de aspectos lexicais da língua pode contribuir para que o aluno organize e domine melhor os conceitos estudados nas diversas disciplinas curriculares, o que leva ao objetivo geral do presente trabalho, que consiste em formular, propor, aplicar e avaliar práticas relacionadas ao trabalho com o léxico comum e especializado em sala de aula, numa perspectiva interdisciplinar. Desse objetivo principal, derivam outros, entre os quais: descrever e analisar o modo como os livros didáticos de algumas disciplinas abordam o verbete; mediar a familiarização dos alunos com os diversos gêneros lexicográficos; instrumentalizar os alunos para elaborar verbetes e glossários; elaborar uma proposta de material didático norteado pela elaboração de verbete como recurso para a prática reflexiva da conceptualização. As principais hipóteses testadas por meio da pesquisa postulam que os atos de conceituar, definir e registrar por escrito ajudam a organizar as ideias e a melhorar o desempenho do aluno nas diversas disciplinas; além disso, que é mínima ou inexistente, nos espaços letivos e materiais, a relevância dada ao aspecto lexical da língua; que os diversos gêneros lexicográficos são subutilizados como fonte de aprofundamento de conteúdos; que o léxico é rico recurso de aproximação interdisciplinar; que o verbete é gênero discursivo apropriado para mediar atividades sobre o léxico, a gramática e aspectos textuais-discursivos; e que conceito e definição, devidamente diferenciados, contribuem para o aluno melhor estabelecer estratégias de estudo. O aporte teórico da pesquisa se apoia nos estudos de Biderman (2001), sobre as ciências do léxico; de Barbosa (2001) e Finnato (2002) acerca da conceptualização e da definição; de Pontes (2009), Carvalho e Bagno (2011) e Ilari (2015), em torno da Lexicografia e seus subcampos teórico, prático, pedagógico e educacional; de Antunes (2012), sobre léxico e discurso em contexto de ensino-aprendizagem; de Barros (2004) e Lima (2010), sobre Terminologia e Terminografia; e de Dionisio (2010), acerca do gênero discursivo verbete. No percurso metodológico, optou-se pela pesquisa participante para intermediar a observação do trabalho com o léxico numa turma de sexto ano do ensino fundamental, em quatro disciplinas, a saber, História, Ciências, Matemática e Língua Portuguesa. Duas fontes geraram dados que passaram por análise qualitativa: livros didáticos utilizados nas aulas das respectivas disciplinas e questionários semiestruturados aplicados junto aos professores e alunos da turma atingida. A partir das análises, reflexões e cotejos realizados, foi elaborada e aplicada uma proposta de intervenção com atividades de conceptualização que culminam na elaboração de glossários pelos próprios alunos. O estudo e a aplicação da proposta levaram à constatação de que atividades com conceitos e definições mediadas pelo gênero verbete são importante recurso de organização e expressão de conhecimentos e seus resultados positivos abarcam diversas disciplinas curriculares. Constatou-se também que o leque de possibilidades criativas propicia uma abordagem agradável e produtiva do léxico em sala de aula. O resultado prático do trabalho consiste num caderno de atividades didático-pedagógicas disponibilizado às escolas.
publishDate 2018
dc.date.accessioned.fl_str_mv 2018-11-01T18:46:47Z
dc.date.available.fl_str_mv 2018-11-01
2018-11-01T18:46:47Z
dc.date.issued.fl_str_mv 2018-02-21
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.citation.fl_str_mv SILVA, João Batista Poça da. Experiências lexicológicas em sala de aula: construindo glossários com alunos do ensino fundamental. 2018. 184 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Letras e Comunicação, Belém, 2018. Programa de Pós-Graduação em Mestrado Profissional em Letras em Rede Nacional. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10354>. Acesso em:.
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10354
identifier_str_mv SILVA, João Batista Poça da. Experiências lexicológicas em sala de aula: construindo glossários com alunos do ensino fundamental. 2018. 184 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Letras e Comunicação, Belém, 2018. Programa de Pós-Graduação em Mestrado Profissional em Letras em Rede Nacional. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10354>. Acesso em:.
url http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10354
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Federal do Pará
dc.publisher.program.fl_str_mv Programa de Pós-Graduação em Mestrado Profissional em Letras em Rede Nacional
dc.publisher.initials.fl_str_mv UFPA
dc.publisher.country.fl_str_mv Brasil
dc.publisher.department.fl_str_mv Instituto de Letras e Comunicação
publisher.none.fl_str_mv Universidade Federal do Pará
dc.source.pt_BR.fl_str_mv 1 CD-ROM
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Repositório Institucional da UFPA
instname:Universidade Federal do Pará (UFPA)
instacron:UFPA
instname_str Universidade Federal do Pará (UFPA)
instacron_str UFPA
institution UFPA
reponame_str Repositório Institucional da UFPA
collection Repositório Institucional da UFPA
bitstream.url.fl_str_mv http://repositorio.ufpa.br/oai/bitstream/2011/10354/6/Dissertacao_ExperienciasLexicologicasSala.pdf.txt
http://repositorio.ufpa.br/oai/bitstream/2011/10354/1/Dissertacao_ExperienciasLexicologicasSala.pdf
http://repositorio.ufpa.br/oai/bitstream/2011/10354/2/license_url
http://repositorio.ufpa.br/oai/bitstream/2011/10354/3/license_text
http://repositorio.ufpa.br/oai/bitstream/2011/10354/4/license_rdf
http://repositorio.ufpa.br/oai/bitstream/2011/10354/5/license.txt
bitstream.checksum.fl_str_mv da86838d9f16062dd51d8a1995310a65
4ce6bacf2d1f4c14ca7811a006815d7f
4afdbb8c545fd630ea7db775da747b2f
d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e
d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e
9d4d300cff78e8f375d89aab37134138
bitstream.checksumAlgorithm.fl_str_mv MD5
MD5
MD5
MD5
MD5
MD5
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UFPA - Universidade Federal do Pará (UFPA)
repository.mail.fl_str_mv riufpabc@ufpa.br
_version_ 1803208510177017856