Aplicação do sensoriamento remoto no monitoramento de areas sujeitas a degradação ambiental : o caso da Bacia Hidrografica do Sangão-SC

Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Filosofia e Ciencias Humanas. Programa de Pós-Graduação em Geografia

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:1993
Main Author: Franzoni, Ana Maria Bencciveni
Orientador/a: Lago, Paulo Fernando
Co-orientador/a: Lapolli, Edis Mafra
Format: Dissertação
Language:por
Online Access:http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/75954
Resumo Português:O trabalho teve como objeto de estudo a Bacia Hidrográfica do Sangão\SC, com aproximadamente 196 km2 abrangendo parte dos municípios de Criciúma, Forquilhinha, Maracajá, Siderópolis e Urussanga. Teve como objetivo, proceder o levantamento do solo da Bacia do Sangão bem como conhecer o processo de alteração do meio ambiente, de forma a permitir o registro e a representação das modificações ocorridas na área e para tanto foram utilizadas técnicas de Sensoriamento Remoto, sustentadas com o imprescindível apoio de campo. nesta pesquisa os produtos de Sensoriamento Remoto utilizados foram principalmente, fotografias aéreas pancromáticas e imagens digitais do satélite LANDSAT 5/TM. As fotografias foram interpretadas com o auxílio da visão estereoscópica com base nos elementos de reconhecimento. Para o tratamento e classificação das imagens digitais, foi utilizado o sistema de tratamento de imagens (SITIM 150). Esses resultados foram geo-referenciados no Sistema Geográfico de Informações (SGI) onde as informações manipuladas permitiram a geração dos mapas de uso do solo. Os mapas de uso do solo, das três épocas distintas permitirão proceder uma análise das alterações ocorridas, e essas servirão como subsídios a uma futura análise ambiental da área.