Análise morfológica dos processos patológicos gerais na cordas vocais falsas.

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2006
Autor(a) principal: Rossi, Renata Calciolari
Orientador(a): Não Informado pela instituição
Banca de defesa: Não Informado pela instituição
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Patologia Geral
BR
UFTM
Programa de Pós-Graduação em Patologia
Programa de Pós-Graduação: Não Informado pela instituição
Departamento: Não Informado pela instituição
País: Não Informado pela instituição
Palavras-chave em Português:
Link de acesso: http://localhost:8080/tede/handle/tede/29
Resumo: Introdução: Apesar de sua importância como sede de processos patológicos durante a vida, estudos macroscópicos ou microscópicos das CVF em material de autopsia são raros. Objetivo: O objetivo deste estudo foi de analisar sistematicamente as CVF de adultos autopsiados segundo critérios morfométricos e imunohistoquímicos e relacionar com as causas de óbito. Materiais e métodos: Foram colhidas 249 CVF de adultos autopsiados. Os fragmentos foram processados para a realização de técnicas histoquímicas e imunohistoquímicas. Resultados: Foram encontradas nas CVF dos pacientes folículos linfóides em (42%) e reação inflamatória em (41%). Nos casos onde não foram identificados folículos linfóides nas CVF os pacientes eram mais velhos (p=0,015). Existe uma relação entre os achados morfológicos nas cordas vocais falsas e as lesões das CVV (p<0,001). Existe relação entre as lesões das CVV e os achados morfológicos nas CVF dos pacientes com inflamações pulmonares (p=0,023). Na análise imunohistoquímica foi identificado um aumento do número de linfócitos T e linfócitos B nos folículos linfóides dos pacientes com inflamação pulmonar (p<0,001). Conclusão: O estudo revelou que as células inflamatórias, seja nos FL ou formando agregados celulares são comuns nas CVF, diminuem com a idade e fazem parte do processo inflamatório localizado no trato respiratório. O encontro de FL com centros germinativos compostos principalmente de linfócitos T e zona de periferia de linfócitos B, sugerem a possível participação das CVF na proteção da laringe e pulmão estando imunohistoquimicamente e morfologicamente classificados como LALT.
id UFTM_49bc7affc3b699faa7a721f22e92564c
oai_identifier_str oai:bdtd.uftm.edu.br:tede/29
network_acronym_str UFTM
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFTM
repository_id_str
spelling Análise morfológica dos processos patológicos gerais na cordas vocais falsas.Cordas vocais falsasAutópsiaFolículo LinfóideFalse cocal cordsAutopsyCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::ANATOMIA PATOLOGICA E PATOLOGIA CLINICAIntrodução: Apesar de sua importância como sede de processos patológicos durante a vida, estudos macroscópicos ou microscópicos das CVF em material de autopsia são raros. Objetivo: O objetivo deste estudo foi de analisar sistematicamente as CVF de adultos autopsiados segundo critérios morfométricos e imunohistoquímicos e relacionar com as causas de óbito. Materiais e métodos: Foram colhidas 249 CVF de adultos autopsiados. Os fragmentos foram processados para a realização de técnicas histoquímicas e imunohistoquímicas. Resultados: Foram encontradas nas CVF dos pacientes folículos linfóides em (42%) e reação inflamatória em (41%). Nos casos onde não foram identificados folículos linfóides nas CVF os pacientes eram mais velhos (p=0,015). Existe uma relação entre os achados morfológicos nas cordas vocais falsas e as lesões das CVV (p<0,001). Existe relação entre as lesões das CVV e os achados morfológicos nas CVF dos pacientes com inflamações pulmonares (p=0,023). Na análise imunohistoquímica foi identificado um aumento do número de linfócitos T e linfócitos B nos folículos linfóides dos pacientes com inflamação pulmonar (p<0,001). Conclusão: O estudo revelou que as células inflamatórias, seja nos FL ou formando agregados celulares são comuns nas CVF, diminuem com a idade e fazem parte do processo inflamatório localizado no trato respiratório. O encontro de FL com centros germinativos compostos principalmente de linfócitos T e zona de periferia de linfócitos B, sugerem a possível participação das CVF na proteção da laringe e pulmão estando imunohistoquimicamente e morfologicamente classificados como LALT.Introduction: Despite of his importance as headquarters of pathological trials during the life, macroscopic or microscopic studies of the CVF in stuff of autopsia are rarely. Objective: The objective of this study was of analyze systematically the CVF of autopsied adult secound criteria morfometrics and imonnohistochemistry and relate with the causes of death. Material and Methods: Were reaped 249 CVF of autopsied adult. The fragments were prosecuted for the achievement of technical histochemystry and imunohitochemystry. Results: were found in the CVF of the sick one lymphoyd follicles in (42%) and inflammatory reaction in (41%). In the cases where were not identified lymphoyd follicles in the CVF the patients were older (p=0,015). Exists a relation between the morphologic finds in the false vocal cords and the wounds of the CVV (p<0,001). Relation exists between the wounds of the CVV and the morphologic finds in the CVF of the patients with lungs inflammations (p=0,023). In the imonnohistochemistry analysis was identified an increase of the number of T lymphocytes and B lymphocytes in the lymphoyd follicles of the patients with lungs inflammations (p<0,001). Conclusion: The study revealed that the inflammatory cells, be us FL or forming cellular lodgers are common in the CVF, diminish with the age and are part of the inflammatory trial located in the respiratory deal. The meeting of FL with centers germinativos composed mainly of T lymphocytes and zone of periphery of B lymphocytes, suggest to possible participation of the CVF in the protection of the larynx and lung being imunohistochemistry and morpholoical classified like LALT.Universidade Federal do Triângulo MineiroPatologia GeralBRUFTMPrograma de Pós-Graduação em PatologiaCastro, Eumenia Costa da CunhaCPF:00854560718http://lattes.cnpq.br/3459677619913972Teixeira, Vicente de Paula AntunesCPF:19278063649http://lattes.cnpq.br/6788700810093027Rossi, Renata Calciolari2015-11-27T18:47:35Z2009-02-162006-03-10info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesisapplication/pdfapplication/pdfROSSI, Renata Calciolari. Análise morfológica dos processos patológicos gerais na cordas vocais falsas.. 2006. 70 f. Dissertação (Mestrado em Patologia Geral) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2006.http://localhost:8080/tede/handle/tede/29porinfo:eu-repo/semantics/openAccessreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFTMinstname:Universidade Federal do Triangulo Mineiro (UFTM)instacron:UFTM2019-06-26T19:57:36Zoai:bdtd.uftm.edu.br:tede/29Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttp://bdtd.uftm.edu.br/PUBhttp://bdtd.uftm.edu.br/oai/requestbdtd@uftm.edu.br||bdtd@uftm.edu.bropendoar:2019-06-26T19:57:36Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFTM - Universidade Federal do Triangulo Mineiro (UFTM)false
dc.title.none.fl_str_mv Análise morfológica dos processos patológicos gerais na cordas vocais falsas.
title Análise morfológica dos processos patológicos gerais na cordas vocais falsas.
spellingShingle Análise morfológica dos processos patológicos gerais na cordas vocais falsas.
Rossi, Renata Calciolari
Cordas vocais falsas
Autópsia
Folículo Linfóide
False cocal cords
Autopsy
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::ANATOMIA PATOLOGICA E PATOLOGIA CLINICA
title_short Análise morfológica dos processos patológicos gerais na cordas vocais falsas.
title_full Análise morfológica dos processos patológicos gerais na cordas vocais falsas.
title_fullStr Análise morfológica dos processos patológicos gerais na cordas vocais falsas.
title_full_unstemmed Análise morfológica dos processos patológicos gerais na cordas vocais falsas.
title_sort Análise morfológica dos processos patológicos gerais na cordas vocais falsas.
author Rossi, Renata Calciolari
author_facet Rossi, Renata Calciolari
author_role author
dc.contributor.none.fl_str_mv Castro, Eumenia Costa da Cunha
CPF:00854560718
http://lattes.cnpq.br/3459677619913972
Teixeira, Vicente de Paula Antunes
CPF:19278063649
http://lattes.cnpq.br/6788700810093027
dc.contributor.author.fl_str_mv Rossi, Renata Calciolari
dc.subject.por.fl_str_mv Cordas vocais falsas
Autópsia
Folículo Linfóide
False cocal cords
Autopsy
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::ANATOMIA PATOLOGICA E PATOLOGIA CLINICA
topic Cordas vocais falsas
Autópsia
Folículo Linfóide
False cocal cords
Autopsy
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::ANATOMIA PATOLOGICA E PATOLOGIA CLINICA
description Introdução: Apesar de sua importância como sede de processos patológicos durante a vida, estudos macroscópicos ou microscópicos das CVF em material de autopsia são raros. Objetivo: O objetivo deste estudo foi de analisar sistematicamente as CVF de adultos autopsiados segundo critérios morfométricos e imunohistoquímicos e relacionar com as causas de óbito. Materiais e métodos: Foram colhidas 249 CVF de adultos autopsiados. Os fragmentos foram processados para a realização de técnicas histoquímicas e imunohistoquímicas. Resultados: Foram encontradas nas CVF dos pacientes folículos linfóides em (42%) e reação inflamatória em (41%). Nos casos onde não foram identificados folículos linfóides nas CVF os pacientes eram mais velhos (p=0,015). Existe uma relação entre os achados morfológicos nas cordas vocais falsas e as lesões das CVV (p<0,001). Existe relação entre as lesões das CVV e os achados morfológicos nas CVF dos pacientes com inflamações pulmonares (p=0,023). Na análise imunohistoquímica foi identificado um aumento do número de linfócitos T e linfócitos B nos folículos linfóides dos pacientes com inflamação pulmonar (p<0,001). Conclusão: O estudo revelou que as células inflamatórias, seja nos FL ou formando agregados celulares são comuns nas CVF, diminuem com a idade e fazem parte do processo inflamatório localizado no trato respiratório. O encontro de FL com centros germinativos compostos principalmente de linfócitos T e zona de periferia de linfócitos B, sugerem a possível participação das CVF na proteção da laringe e pulmão estando imunohistoquimicamente e morfologicamente classificados como LALT.
publishDate 2006
dc.date.none.fl_str_mv 2006-03-10
2009-02-16
2015-11-27T18:47:35Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv ROSSI, Renata Calciolari. Análise morfológica dos processos patológicos gerais na cordas vocais falsas.. 2006. 70 f. Dissertação (Mestrado em Patologia Geral) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2006.
http://localhost:8080/tede/handle/tede/29
identifier_str_mv ROSSI, Renata Calciolari. Análise morfológica dos processos patológicos gerais na cordas vocais falsas.. 2006. 70 f. Dissertação (Mestrado em Patologia Geral) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2006.
url http://localhost:8080/tede/handle/tede/29
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv application/pdf
application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Patologia Geral
BR
UFTM
Programa de Pós-Graduação em Patologia
publisher.none.fl_str_mv Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Patologia Geral
BR
UFTM
Programa de Pós-Graduação em Patologia
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFTM
instname:Universidade Federal do Triangulo Mineiro (UFTM)
instacron:UFTM
instname_str Universidade Federal do Triangulo Mineiro (UFTM)
instacron_str UFTM
institution UFTM
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFTM
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFTM
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFTM - Universidade Federal do Triangulo Mineiro (UFTM)
repository.mail.fl_str_mv bdtd@uftm.edu.br||bdtd@uftm.edu.br
_version_ 1797221192542715904