A “revolução das esperanças crescentes” : Adlai Stevenson, a Teoria da Modernização e a Guerra Fria na América Latina

Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, 2018.

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Silva, David Fernando Nogueira da
Orientador/a: Arraes, Virgílio Caixeta
Format: Tese
Language:por
Online Access:http://repositorio.unb.br/handle/10482/33868
Citação:SILVA, David Fernando Nogueira da. A “revolução das esperanças crescentes”: Adlai Stevenson, a Teoria da Modernização e a Guerra Fria na América Latina. 2018. 247 f., il. Tese (Doutorado em História)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo Português:Esta tese tem como objetivo mostrar como a teoria da modernização deixou a academia e entrou no mundo político americano por meio da influência do maior líder do partido democrata nos anos 50, Adlai Stevenson. Quer também evidenciar problemas entre a teoria e a prática desta ideia, que se mostram quando ela é consubstanciada em política externa por meio da Aliança para o Progresso. A hipótese que ela sustenta é a de que vários erros de leitura da conjuntura cultural e da política interna latino-americana, por parte dos norte-americanos, fizeram com que as ideias de modernização, pensadas na teoria, se revelassem inviáveis na prática.