Aproximações entre o crer e o não-crer: avaliação de qualidade de vida em jovens evangélicos, ateus e sem-religião

The research aimed to evaluate how much the religion (or no experience of it) may correlate to quality of life of healthy young adults of São Paulo through the application of a general questionnaire and instrument for assessing quality of life of the World Health in its short version - the WHOQOL-BR...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Torres, Camila Mendonça lattes
Orientador/a: Gomes, Antônio Máspoli de Araújo lattes
Banca: Carvalho, Sueli Galego de lattes, Zangari, Wellington lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Programa: Ciências da Religião
Department: Religião
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2405
Citação:TORRES, Camila Mendonça. quality of life; youth; religion; social psychology of religion; WHOQOL-BREF. 2011. 136 f. Dissertação (Mestrado em Religião) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2011.
Resumo Português:A pesquisa teve como objetivo avaliar o quanto a religiosidade (vivência ou não dela) pode estar correlacionada à qualidade de vida de jovens adultos saudáveis de São Paulo por meio da aplicação de um questionário geral e do instrumento de avaliação de qualidade de vida da Organização Mundial de Saúde em sua versão breve - a WHOQOL- BREF, em três grupos comparativos: um de protestantes históricos, um de jovens ateus e outro de jovens que se denominam sem religião. Como resultados, verificou-se uma aproximação entre o comportamento do crer e do não crer, já que não foram encontradas diferenças significativas que comprovem que a religiosidade/posição não religiosa está correlacionada à qualidade de vida dos jovens. O grupo dos jovens evangélicos mensurou perceber maior conexão entre corpo, mente e alma, bem como maior equilíbrio e harmonia em suas vidas quando comparados aos outros grupos. A pesquisa aponta tendências e traça inferências sobre algumas questões as quais sugere-se que sejam examinadas através de futuras pesquisas com diferentes metodologias e pontos de vista.
Resumo inglês:The research aimed to evaluate how much the religion (or no experience of it) may correlate to quality of life of healthy young adults of São Paulo through the application of a general questionnaire and instrument for assessing quality of life of the World Health in its short version - the WHOQOL-BREF in three comparison groups: one for protestants, one for atheists and one who call themselves non-religious. As a result, there was a connection between the behavior of believing and not believing, as no significant differences were found showing that the religious / non-religious position is correlated to the quality of life of young people. The group of protestants measured realize greater connection between body, mind and soul, and greater equilibrium and harmony in their lives when compared to other groups. The research shows trends and draws inferences about some issues which suggests that they be examined by future research using different methodologies and points of view.