O enfoque das capabilidades de Amartya Sen: entre a ética do desenvolvimento e o desenvolvimento ético

Este trabalho versa sobre as relações entre a ética e a economia a partir de uma reflexão sobre o conceito de desenvolvimento. As diversas transformações porque tem passado a sociedade contemporânea nas últimas décadas avivam as discussões sobre o conceito de desenvolvimento e sugerem a necessidade...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Schüttz, Gabriela D'Ávila
Orientador/a: Culleton, Alfredo Santiago
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Programa: Programa de Pós-Graduação em Filosofia
Department: Escola de Humanidades
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/3401
Resumo Português:Este trabalho versa sobre as relações entre a ética e a economia a partir de uma reflexão sobre o conceito de desenvolvimento. As diversas transformações porque tem passado a sociedade contemporânea nas últimas décadas avivam as discussões sobre o conceito de desenvolvimento e sugerem a necessidade de uma revisão conceitual e teórica. Amartya Sen entende que a chave para uma compreensão adequada do desenvolvimento reside em uma interpretação da liberdade como o fim último e o principal meio do desenvolvimento. O enfoque da capabilidade de Amartya Sen apresenta um conjunto de categorias que visam ampliar nossa compreensão sobre o desenvolvimento desde o exame das oportunidades, realizações, direitos e liberdades individuais considerando a pluralidade dos indivíduos e suas possibilidades existenciais. São objetivos gerais deste trabalho, identificar o sentido da liberdade e do desenvolvimento em Amartya Sen, a relação entre ambos e sua efetivação nas categorias presentes no enfoque da capabilidade; analisar essas categorias: funcionamentos, oportunidades, capabilidades e condição de agente (componentes do enfoque da capabilidade), explicitando suas principais contribuições para a perspectiva do desenvolvimento ético. De modo especial, procura-se compreender os fundamentos da perspectiva do desenvolvimento como liberdade; a partir da análise das principais premissas e pressupostos presentes em suas discussões com a economia moral utilitarista, a economia do bem-estar e a teoria rawlsiana. Embora alguns interpretes de A. Sen compreendam que do enfoque da capabilidade decorre os fundamentos para uma teoria da igualdade ou teoria da justiça, este trabalho segue uma interpretação mais branda, que acompanha outros estudiosos que vêem na obra seniana uma perspectiva normativa para o desenvolvimento ético que ao extrapolar tal âmbito desenvolve conceitos e categorias teóricas com potencial para a elaboração de uma ética do desenvolvimento. Defende-se que o enfoque da capabilidade de Amartya Sen constitui-se em uma perspectiva ético-econômica mais plausível do que as teorias econômicas existentes no que se refere à avaliação dos estados de uma sociedade e seu grau de desenvolvimento, liberdade e bem estar, em termos de enriquecimento da vida humana. Trata-se de enfoque normativo elaborado em relação dialética com a realidade social, capaz de contemplar discussões teórico-conceituais; fornecer ferramentas adequadas ao desenvolvimento de pesquisas e estudos empíricos sobre o desenvolvimento, com fins a orientar a formulação de políticas públicas através da instrumentalização e operalização das categorias presentes no enfoque das capabilidades.
Resumo inglês:This paper verses upon the relation between ethics and economics after such reflection on the development concept. Several transformations in which society has been through over the last decades highlight the discussions on the development concept and soar the necessity of a conceptual and theoretical review. Amartya Sen understands that the key for a suitable comprehension of development lays on an interpretation of freedom as the only end and main means of Development as Freedom. The capability approach of Amartya Sen shows a number of categories which aim to amplify our comprehension over the development since the exam of opportunities, realizations, rights and individual substantive freedoms considering the plurality of individuals and their existential possibilities. These are the general aims of this paper, identify the freedom and development sense in Amartya Sen, the relation between both and their effectiveness in the extant categories on the capability approach; analyze these categories: functioning, opportunities, capabilities and agency, (components of capability approach), highlighting their main contributions for the development ethics. In a special way, it was sought to understand the perspective fundaments of development as freedom: after an analysis of main assumptions and premises present in their discussions with the utilitarist moral economics, welfare economics and John Rawls' theory. Although some interpreters of A. Sen comprehend that the capability approach runs into fundaments for a new theory of justice, this paper follows a slighter interpretation, which accompanies other experts who see on the senian work a normative perspective for the development ethics which when overcomes such aim, it develops concepts and theoretical categories with potential for the elaboration of an ethics of development. It is defended that the capability approach of Amartya Sen is constituted in an ethic-economic perspective more plausible than the modern economic theories, which already endure referring to the evaluation of states in a society and their degree of development, freedom, well-being, in terms of enrichment of human life. It is treated a normative approach elaborated in a dialect relationship with the social reality, able to contemplate conceptual-theoretical discussions, supply with adequate tools to the research development and empirical studies about the development, aiming to orientate the formation of public politics through the manipulation and operation of present categories on the capability approach.