A descrição literária e suas construções em torno do adjetivo em frânces

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2011
Autor(a) principal: Carmen Rodrigues de Lima
Orientador(a): Tokiko Ishihara
Banca de defesa: Gloria Carneiro do Amaral, Lúcia Peixoto Cherem, Maria Cristina Vianna Kuntz, Alain Marcel Mouzat
Tipo de documento: Tese
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade de São Paulo
Programa de Pós-Graduação: Letras (Língua e Literatura Francesa)
Departamento: Não Informado pela instituição
País: BR
Link de acesso: https://doi.org/10.11606/T.8.2011.tde-01112011-102413
Resumo: Este trabalho tem o objetivo de estudar a construção do texto descritivo literário, considerando, em especial, o papel do adjetivo e o seu funcionamento dentro desse modo de organização textual. Neste sentido, a presente pesquisa se inscreve no conjunto de reflexões em torno do aspecto linguístico e do literário. Tendo como base o texto descritivo, não se trata de estudar o discurso literário aplicando noções linguísticas, mas de refletir sobre o processo da escritura literária como linguagem que explora os recursos da língua. A perspectiva que permeia este estudo tem por ambição repensar a prática pedagógica em aulas de língua estrangeira, em específico o francês. Partindo de uma contextualização não exaustiva do texto descritivo literário, desde a tradição a movimentos literários, a pesquisa visa ao exame dos limites do texto descritivo, considerando, sobretudo, sua relação com o modo narrativo. O trabalho interroga sobre a possibilidade de se estabelecer fronteiras entre os dois modos e sobre a existência de parâmetros linguísticos, discursivos e estéticos que permitem determinálos: Afora os procedimentos que configuram o ato de descrever, como devem ser tratadas as questões tidas como decisivas nesse processo, como a subjetividade, os efeitos de realidade e de ficção? A hipótese que norteia a pesquisa é a de que, inicialmente, existe um conjunto de marcas linguísticas, a exemplo do adjetivo, que, combinadas, constituem o modo descritivo e permitem sua caracterização. Assim, no primeiro capítulo, além de leituras críticas de textos que versam sobre a temática em questão, desenvolvem-se ainda alguns conceitos que estão ligados intrinsecamente à construção do texto descritivo, entre eles a isotopia e a focalização. A fim de observar a elaboração de uma sequência descritiva e o funcionamento do adjetivo como parte desse processo, o segundo capítulo propõe a análise de um corpus, constituído pelos contos Le curé de Cucugnan, de Alphonse Daudet, e La montagne du dieu vivant, de Jean-Marie Gustave Le Clézio, e pela novela La maison du chat-qui-pelote, de Honoré de Balzac. Na análise da sequência, observa-se o processo que envolve a construção e a encenação descritiva no corpus. Quanto à análise do adjetivo, examina-se o processo de adjetivação como forma de exposição da subjetividade. O terceiro capítulo se apoia em uma perspectiva pedagógica que discute a importância da didática no ensino-aprendizagem de língua e de literatura estrangeira e apresenta exercícios que visam à leitura e à produção de textos de natureza descritiva. Os resultados apontados no trabalho possibilitam por meio da análise do corpus uma reflexão mais particularizada de aspectos relacionados à descrição literária e ao papel do adjetivo nesse contexto. Especialmente em relação à construção de uma sequência descritiva, observam-se questões que, aparentemente, são consideradas menos importantes, mas que, ao contrário, exigem certo domínio de propriedades linguísticodiscursivas que contribuem para a elaboração desse tipo de sequência, como, por exemplo a fronteira entre o descritivo e o narrativo. Além disso, o trabalho permite ainda a elaboração de uma proposta de exercícios, a título de exemplo prático.
id USP_2213967942c55dc64d4324627db3f383
oai_identifier_str oai:teses.usp.br:tde-01112011-102413
network_acronym_str USP
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository_id_str
spelling info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/doctoralThesis A descrição literária e suas construções em torno do adjetivo em frânces The literary description and its constructions around the adjective in French 2011-05-27Tokiko IshiharaGloria Carneiro do AmaralLúcia Peixoto CheremMaria Cristina Vianna KuntzAlain Marcel MouzatCarmen Rodrigues de LimaUniversidade de São PauloLetras (Língua e Literatura Francesa)USPBR Adjective Adjetivo Discursive sequence French language Língua francesa Literary text Sequência descritiva Subjectivity Subjetividade Texto literário Este trabalho tem o objetivo de estudar a construção do texto descritivo literário, considerando, em especial, o papel do adjetivo e o seu funcionamento dentro desse modo de organização textual. Neste sentido, a presente pesquisa se inscreve no conjunto de reflexões em torno do aspecto linguístico e do literário. Tendo como base o texto descritivo, não se trata de estudar o discurso literário aplicando noções linguísticas, mas de refletir sobre o processo da escritura literária como linguagem que explora os recursos da língua. A perspectiva que permeia este estudo tem por ambição repensar a prática pedagógica em aulas de língua estrangeira, em específico o francês. Partindo de uma contextualização não exaustiva do texto descritivo literário, desde a tradição a movimentos literários, a pesquisa visa ao exame dos limites do texto descritivo, considerando, sobretudo, sua relação com o modo narrativo. O trabalho interroga sobre a possibilidade de se estabelecer fronteiras entre os dois modos e sobre a existência de parâmetros linguísticos, discursivos e estéticos que permitem determinálos: Afora os procedimentos que configuram o ato de descrever, como devem ser tratadas as questões tidas como decisivas nesse processo, como a subjetividade, os efeitos de realidade e de ficção? A hipótese que norteia a pesquisa é a de que, inicialmente, existe um conjunto de marcas linguísticas, a exemplo do adjetivo, que, combinadas, constituem o modo descritivo e permitem sua caracterização. Assim, no primeiro capítulo, além de leituras críticas de textos que versam sobre a temática em questão, desenvolvem-se ainda alguns conceitos que estão ligados intrinsecamente à construção do texto descritivo, entre eles a isotopia e a focalização. A fim de observar a elaboração de uma sequência descritiva e o funcionamento do adjetivo como parte desse processo, o segundo capítulo propõe a análise de um corpus, constituído pelos contos Le curé de Cucugnan, de Alphonse Daudet, e La montagne du dieu vivant, de Jean-Marie Gustave Le Clézio, e pela novela La maison du chat-qui-pelote, de Honoré de Balzac. Na análise da sequência, observa-se o processo que envolve a construção e a encenação descritiva no corpus. Quanto à análise do adjetivo, examina-se o processo de adjetivação como forma de exposição da subjetividade. O terceiro capítulo se apoia em uma perspectiva pedagógica que discute a importância da didática no ensino-aprendizagem de língua e de literatura estrangeira e apresenta exercícios que visam à leitura e à produção de textos de natureza descritiva. Os resultados apontados no trabalho possibilitam por meio da análise do corpus uma reflexão mais particularizada de aspectos relacionados à descrição literária e ao papel do adjetivo nesse contexto. Especialmente em relação à construção de uma sequência descritiva, observam-se questões que, aparentemente, são consideradas menos importantes, mas que, ao contrário, exigem certo domínio de propriedades linguísticodiscursivas que contribuem para a elaboração desse tipo de sequência, como, por exemplo a fronteira entre o descritivo e o narrativo. Além disso, o trabalho permite ainda a elaboração de uma proposta de exercícios, a título de exemplo prático. The aim of this work is to study the construction of the descriptive literary text, particularly considering the role of the adjective and its operation within this textual organization mode. In this sense, the present research is inserted in reflections around the linguistic and literary aspects. Based on the descriptive text, it is not the aim here to study the literary discourse applying linguistic notions, it is the intend to reflect upon the literary writing as language which explores the resources of the language. The perspective that permeates this study aims at rethink the pedagogical practice in foreign language lessons, more specifically in French language. Departing from a non exhaustive contextualization of the descriptive literary text, from tradition to literary movements, the research aims at examining the limits of the descriptive text, considering its relation with the narrative mode. The work questions about the possibility of establishing boundaries between the two modes, and about the existence of linguistic, discursive and esthetic parameters which permit to determine them. Aside from the proceedings that configure the act of writing, how should be treated the decisive questions in this process, like the subjectivity, the reality and the fiction effects? The hypothesis here is that, initially, there exist a group of linguistic marks (see the adjective as example), that, in combination, constitute the descriptive mode and permit its characterization. Thus, in the first chapter, besides the readings upon the theme, it also elaborates on some concepts which are intrinsically linked to the construction of the descriptive text, among them are the isotopy and the focalization. Aiming at observing a descriptive sequence, and the operation of the adjective as part of this process, the second chapter proposes the analyses of a corpus, constituted by the tales of Le curé de Cucugnan, by Alphonse Daudet, and La montagne du dieu vivant, by Jean-Marie Gustave Le Clézio, and by the romance La maison du chat qui pelote, by Honoré de Balzac. In the analyses of the sequence, it is observed the process that involves the construction and the descriptive staging in the corpus. Concerning to the analysis of the adjective, it is examined the adjectival process as a form of the exposition of the subjectivity. The third chapter is based on pedagogical perspective which discusses the importance of the didactic in the teaching-learning of foreign language and literature, and presents exercises that aims at the reading and production of descriptive texts. The results from the research make feasible a more peculiar reflection of the aspects related to the literary description, as well as the role of the adjectives in this context. Concerning to the construction of a descriptive sequence, it is possible to observe issues that, at first sight, are considered of less importance, but that actually demand a domain of linguistic-discursive properties that contribute to the elaboration of this kind of sequence, the boundary between the descriptive and the narrative for instance. Besides that, the work still allows the elaboration of exercises in a more practical way. https://doi.org/10.11606/T.8.2011.tde-01112011-102413info:eu-repo/semantics/openAccessporreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USPinstname:Universidade de São Paulo (USP)instacron:USP2023-12-21T18:03:20Zoai:teses.usp.br:tde-01112011-102413Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttp://www.teses.usp.br/PUBhttp://www.teses.usp.br/cgi-bin/mtd2br.plvirginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.bropendoar:27212016-07-28T16:10:30Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)false
dc.title.pt.fl_str_mv A descrição literária e suas construções em torno do adjetivo em frânces
dc.title.alternative.en.fl_str_mv The literary description and its constructions around the adjective in French
title A descrição literária e suas construções em torno do adjetivo em frânces
spellingShingle A descrição literária e suas construções em torno do adjetivo em frânces
Carmen Rodrigues de Lima
title_short A descrição literária e suas construções em torno do adjetivo em frânces
title_full A descrição literária e suas construções em torno do adjetivo em frânces
title_fullStr A descrição literária e suas construções em torno do adjetivo em frânces
title_full_unstemmed A descrição literária e suas construções em torno do adjetivo em frânces
title_sort A descrição literária e suas construções em torno do adjetivo em frânces
author Carmen Rodrigues de Lima
author_facet Carmen Rodrigues de Lima
author_role author
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Tokiko Ishihara
dc.contributor.referee1.fl_str_mv Gloria Carneiro do Amaral
dc.contributor.referee2.fl_str_mv Lúcia Peixoto Cherem
dc.contributor.referee3.fl_str_mv Maria Cristina Vianna Kuntz
dc.contributor.referee4.fl_str_mv Alain Marcel Mouzat
dc.contributor.author.fl_str_mv Carmen Rodrigues de Lima
contributor_str_mv Tokiko Ishihara
Gloria Carneiro do Amaral
Lúcia Peixoto Cherem
Maria Cristina Vianna Kuntz
Alain Marcel Mouzat
description Este trabalho tem o objetivo de estudar a construção do texto descritivo literário, considerando, em especial, o papel do adjetivo e o seu funcionamento dentro desse modo de organização textual. Neste sentido, a presente pesquisa se inscreve no conjunto de reflexões em torno do aspecto linguístico e do literário. Tendo como base o texto descritivo, não se trata de estudar o discurso literário aplicando noções linguísticas, mas de refletir sobre o processo da escritura literária como linguagem que explora os recursos da língua. A perspectiva que permeia este estudo tem por ambição repensar a prática pedagógica em aulas de língua estrangeira, em específico o francês. Partindo de uma contextualização não exaustiva do texto descritivo literário, desde a tradição a movimentos literários, a pesquisa visa ao exame dos limites do texto descritivo, considerando, sobretudo, sua relação com o modo narrativo. O trabalho interroga sobre a possibilidade de se estabelecer fronteiras entre os dois modos e sobre a existência de parâmetros linguísticos, discursivos e estéticos que permitem determinálos: Afora os procedimentos que configuram o ato de descrever, como devem ser tratadas as questões tidas como decisivas nesse processo, como a subjetividade, os efeitos de realidade e de ficção? A hipótese que norteia a pesquisa é a de que, inicialmente, existe um conjunto de marcas linguísticas, a exemplo do adjetivo, que, combinadas, constituem o modo descritivo e permitem sua caracterização. Assim, no primeiro capítulo, além de leituras críticas de textos que versam sobre a temática em questão, desenvolvem-se ainda alguns conceitos que estão ligados intrinsecamente à construção do texto descritivo, entre eles a isotopia e a focalização. A fim de observar a elaboração de uma sequência descritiva e o funcionamento do adjetivo como parte desse processo, o segundo capítulo propõe a análise de um corpus, constituído pelos contos Le curé de Cucugnan, de Alphonse Daudet, e La montagne du dieu vivant, de Jean-Marie Gustave Le Clézio, e pela novela La maison du chat-qui-pelote, de Honoré de Balzac. Na análise da sequência, observa-se o processo que envolve a construção e a encenação descritiva no corpus. Quanto à análise do adjetivo, examina-se o processo de adjetivação como forma de exposição da subjetividade. O terceiro capítulo se apoia em uma perspectiva pedagógica que discute a importância da didática no ensino-aprendizagem de língua e de literatura estrangeira e apresenta exercícios que visam à leitura e à produção de textos de natureza descritiva. Os resultados apontados no trabalho possibilitam por meio da análise do corpus uma reflexão mais particularizada de aspectos relacionados à descrição literária e ao papel do adjetivo nesse contexto. Especialmente em relação à construção de uma sequência descritiva, observam-se questões que, aparentemente, são consideradas menos importantes, mas que, ao contrário, exigem certo domínio de propriedades linguísticodiscursivas que contribuem para a elaboração desse tipo de sequência, como, por exemplo a fronteira entre o descritivo e o narrativo. Além disso, o trabalho permite ainda a elaboração de uma proposta de exercícios, a título de exemplo prático.
publishDate 2011
dc.date.issued.fl_str_mv 2011-05-27
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
format doctoralThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://doi.org/10.11606/T.8.2011.tde-01112011-102413
url https://doi.org/10.11606/T.8.2011.tde-01112011-102413
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.publisher.program.fl_str_mv Letras (Língua e Literatura Francesa)
dc.publisher.initials.fl_str_mv USP
dc.publisher.country.fl_str_mv BR
publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
instname:Universidade de São Paulo (USP)
instacron:USP
instname_str Universidade de São Paulo (USP)
instacron_str USP
institution USP
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)
repository.mail.fl_str_mv virginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.br
_version_ 1786376482372714496