Um monge no divã. O adolescer de Guibert de Nogent (1055-1125?): uma análise histórico-psicanalítica

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2004
Autor(a) principal: David Léo Levisky
Orientador(a): Hilario Franco Junior
Banca de defesa: Roosevelt Moises Smeke Cassorla, Jose Carlos Estevao, Renato Mezan, Lenia Marcia de Medeiros Mongelli
Tipo de documento: Tese
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade de São Paulo
Programa de Pós-Graduação: História Social
Departamento: Não Informado pela instituição
País: BR
Link de acesso: https://doi.org/10.11606/T.8.2004.tde-19052005-173437
Resumo: Este estudo retrata o adolescer de Guibert de Nogent, monge da região de Beauvais, norte da França, que viveu entre 1055-1125, aproximadamente. Utiliza-se de um método histórico-psicanalítico com o objetivo de tentar analisar o texto autobiográfico e o contexto vivido por Guibert, durante sua infância e a transição para a vida adulta. Toma-se como pontos de referência para o desenvolvimento deste trabalho, o conhecimento adquirido pela psicanálise contemporânea sobre o processo adolescente e o contexto histórico da Idade Média, séculos XI-XII. Tendo por base a metapsicologia psicanalítica proveniente de Freud, e de alguns dos seus seguidores, e os conhecimentos da história social, oriundos de Bloch, Vernant e outros, procura-se compreender os aspectos inconscientes e as interferências recíprocas entre sujeito psíquico e cultura. Estuda-se as condições de nascimento e de desenvolvimento, o processo educacional, a entrada na puberdade, a crise e a elaboração do processo adolescente até a vida adulta, dos quais se pode extrair os conteúdos componentes das estruturas e dinâmicas existentes entre as pulsões, o ego e o superego. Analisa-se as interações entre o desenvolvimento do sujeito psíquico e as incorporações provenientes das características do meio familiar, social, afetivo, religioso, cultural, preconizadas e exercidas pelo domínio da Igreja dentro do regime clérico-feudal. Parte-se do estudo particular de um caso para se propor algumas considerações gerais sobre o adolescer na Idade Média. Evidencia-se dois objetivos principais nesta investigação histórico-psicanalítica. O primeiro, tentar definir a existência da adolescência como fenômeno intrínseco do desenvolvimento humano e seus conflitos, durante a construção da identidade adulta e em relação à cultura. O segundo, tentar criar uma metodologia através da interface histórico-psicanalítica, capaz de contribuir para a compreensão da construção do sujeito psíquico em suas relações com os fatos e processos históricos, e que levam em consideração o individual e o coletivo, o psicofísico e o ambiental, o texto e o contexto, o homem e sua cultura.
id USP_27286c4c4275f5c106a3e39c1497cebc
oai_identifier_str oai:teses.usp.br:tde-19052005-173437
network_acronym_str USP
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository_id_str
spelling info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/doctoralThesis Um monge no divã. O adolescer de Guibert de Nogent (1055-1125?): uma análise histórico-psicanalítica A Monk on the couch: the becoming adolescent of Guibert de Nogent (1055-1125?) - a historic-psychoanalytic method 2004-11-26Hilario Franco JuniorRoosevelt Moises Smeke CassorlaJose Carlos EstevaoRenato MezanLenia Marcia de Medeiros MongelliDavid Léo LeviskyUniversidade de São PauloHistória SocialUSPBR adolescer becoming adolescent Central Middle Age construction of the adult identity Guibert de Nogent Guibert de Nogent historic-psychoanalytic method Idade Média Central método histórico-psicanalítico processo de identificação Este estudo retrata o adolescer de Guibert de Nogent, monge da região de Beauvais, norte da França, que viveu entre 1055-1125, aproximadamente. Utiliza-se de um método histórico-psicanalítico com o objetivo de tentar analisar o texto autobiográfico e o contexto vivido por Guibert, durante sua infância e a transição para a vida adulta. Toma-se como pontos de referência para o desenvolvimento deste trabalho, o conhecimento adquirido pela psicanálise contemporânea sobre o processo adolescente e o contexto histórico da Idade Média, séculos XI-XII. Tendo por base a metapsicologia psicanalítica proveniente de Freud, e de alguns dos seus seguidores, e os conhecimentos da história social, oriundos de Bloch, Vernant e outros, procura-se compreender os aspectos inconscientes e as interferências recíprocas entre sujeito psíquico e cultura. Estuda-se as condições de nascimento e de desenvolvimento, o processo educacional, a entrada na puberdade, a crise e a elaboração do processo adolescente até a vida adulta, dos quais se pode extrair os conteúdos componentes das estruturas e dinâmicas existentes entre as pulsões, o ego e o superego. Analisa-se as interações entre o desenvolvimento do sujeito psíquico e as incorporações provenientes das características do meio familiar, social, afetivo, religioso, cultural, preconizadas e exercidas pelo domínio da Igreja dentro do regime clérico-feudal. Parte-se do estudo particular de um caso para se propor algumas considerações gerais sobre o adolescer na Idade Média. Evidencia-se dois objetivos principais nesta investigação histórico-psicanalítica. O primeiro, tentar definir a existência da adolescência como fenômeno intrínseco do desenvolvimento humano e seus conflitos, durante a construção da identidade adulta e em relação à cultura. O segundo, tentar criar uma metodologia através da interface histórico-psicanalítica, capaz de contribuir para a compreensão da construção do sujeito psíquico em suas relações com os fatos e processos históricos, e que levam em consideração o individual e o coletivo, o psicofísico e o ambiental, o texto e o contexto, o homem e sua cultura. This study analyses the becoming adolescent of Guibert de Nogent, monk from the Beauvais region, north of France, who lived around 1055-1125. A historic-psychoanalytic method was used, having in mind the analysis of the autobiographic text and the context within which Guibert lived his childhood and his transition to adulthood. The up to date psychoanalytic knowledge about the process towards adolescence and the historic context in the Middle Ages, centuries XI-XII, are the reference points adopted for the development of the present work. The basis for understanding the unconscious aspects and the reciprocal interference between the psychic subject and the culture is the psychoanalytic metapsychology originated with Freud and some of his followers, and from the social history by Bloch, Vernant and others. It is possible to extract the contents from the dynamic structures components which exist between the drives, the ego and the superego by analyzing the conditions of birth, the development, the educational process, the entering into puberty, the crisis and the development of the adolescence process until the adult life. The interactions between the psychic subject and the influences originated from the characteristics of the family, social, affective, religious and cultural environment, imposed and executed by the dominance of the Church within a clerical-feudal regime are analyzed. The study of this one case leads to general considerations about the adolescence process during the Middle Ages. Two main objectives come out from this historic-psychoanalytic research. The first aims at the definition of the existence of the adolescence as intrinsic phenomenon of the human development and its conflicts along the construction of the adult identity and in relation to the culture. The second intents the presentation of a new methodology by means of the historic-psychoanalytic interface, able to contribute to the understanding of the building up process of the psychic subject in relation to the facts and the historic processes, which takes into consideration the individual and the collective, the psychophysic and the environment, the text and the context, the man and his culture. https://doi.org/10.11606/T.8.2004.tde-19052005-173437info:eu-repo/semantics/openAccessporreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USPinstname:Universidade de São Paulo (USP)instacron:USP2023-12-21T19:23:58Zoai:teses.usp.br:tde-19052005-173437Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttp://www.teses.usp.br/PUBhttp://www.teses.usp.br/cgi-bin/mtd2br.plvirginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.bropendoar:27212016-07-28T16:09:49Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)false
dc.title.pt.fl_str_mv Um monge no divã. O adolescer de Guibert de Nogent (1055-1125?): uma análise histórico-psicanalítica
dc.title.alternative.en.fl_str_mv A Monk on the couch: the becoming adolescent of Guibert de Nogent (1055-1125?) - a historic-psychoanalytic method
title Um monge no divã. O adolescer de Guibert de Nogent (1055-1125?): uma análise histórico-psicanalítica
spellingShingle Um monge no divã. O adolescer de Guibert de Nogent (1055-1125?): uma análise histórico-psicanalítica
David Léo Levisky
title_short Um monge no divã. O adolescer de Guibert de Nogent (1055-1125?): uma análise histórico-psicanalítica
title_full Um monge no divã. O adolescer de Guibert de Nogent (1055-1125?): uma análise histórico-psicanalítica
title_fullStr Um monge no divã. O adolescer de Guibert de Nogent (1055-1125?): uma análise histórico-psicanalítica
title_full_unstemmed Um monge no divã. O adolescer de Guibert de Nogent (1055-1125?): uma análise histórico-psicanalítica
title_sort Um monge no divã. O adolescer de Guibert de Nogent (1055-1125?): uma análise histórico-psicanalítica
author David Léo Levisky
author_facet David Léo Levisky
author_role author
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Hilario Franco Junior
dc.contributor.referee1.fl_str_mv Roosevelt Moises Smeke Cassorla
dc.contributor.referee2.fl_str_mv Jose Carlos Estevao
dc.contributor.referee3.fl_str_mv Renato Mezan
dc.contributor.referee4.fl_str_mv Lenia Marcia de Medeiros Mongelli
dc.contributor.author.fl_str_mv David Léo Levisky
contributor_str_mv Hilario Franco Junior
Roosevelt Moises Smeke Cassorla
Jose Carlos Estevao
Renato Mezan
Lenia Marcia de Medeiros Mongelli
description Este estudo retrata o adolescer de Guibert de Nogent, monge da região de Beauvais, norte da França, que viveu entre 1055-1125, aproximadamente. Utiliza-se de um método histórico-psicanalítico com o objetivo de tentar analisar o texto autobiográfico e o contexto vivido por Guibert, durante sua infância e a transição para a vida adulta. Toma-se como pontos de referência para o desenvolvimento deste trabalho, o conhecimento adquirido pela psicanálise contemporânea sobre o processo adolescente e o contexto histórico da Idade Média, séculos XI-XII. Tendo por base a metapsicologia psicanalítica proveniente de Freud, e de alguns dos seus seguidores, e os conhecimentos da história social, oriundos de Bloch, Vernant e outros, procura-se compreender os aspectos inconscientes e as interferências recíprocas entre sujeito psíquico e cultura. Estuda-se as condições de nascimento e de desenvolvimento, o processo educacional, a entrada na puberdade, a crise e a elaboração do processo adolescente até a vida adulta, dos quais se pode extrair os conteúdos componentes das estruturas e dinâmicas existentes entre as pulsões, o ego e o superego. Analisa-se as interações entre o desenvolvimento do sujeito psíquico e as incorporações provenientes das características do meio familiar, social, afetivo, religioso, cultural, preconizadas e exercidas pelo domínio da Igreja dentro do regime clérico-feudal. Parte-se do estudo particular de um caso para se propor algumas considerações gerais sobre o adolescer na Idade Média. Evidencia-se dois objetivos principais nesta investigação histórico-psicanalítica. O primeiro, tentar definir a existência da adolescência como fenômeno intrínseco do desenvolvimento humano e seus conflitos, durante a construção da identidade adulta e em relação à cultura. O segundo, tentar criar uma metodologia através da interface histórico-psicanalítica, capaz de contribuir para a compreensão da construção do sujeito psíquico em suas relações com os fatos e processos históricos, e que levam em consideração o individual e o coletivo, o psicofísico e o ambiental, o texto e o contexto, o homem e sua cultura.
publishDate 2004
dc.date.issued.fl_str_mv 2004-11-26
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
format doctoralThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://doi.org/10.11606/T.8.2004.tde-19052005-173437
url https://doi.org/10.11606/T.8.2004.tde-19052005-173437
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.publisher.program.fl_str_mv História Social
dc.publisher.initials.fl_str_mv USP
dc.publisher.country.fl_str_mv BR
publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
instname:Universidade de São Paulo (USP)
instacron:USP
instname_str Universidade de São Paulo (USP)
instacron_str USP
institution USP
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)
repository.mail.fl_str_mv virginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.br
_version_ 1786376949702066176