Análise da presença de metais no esmalte em dentes decíduos de crianças residentes em regiões distintas da cidade de Ribeirão Preto - SP: relações neurotóxicas e abertura de dados junto às comunidades escolares

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2020
Autor(a) principal: Renê Seabra Oliezer
Orientador(a): Raquel Fernanda Gerlach
Banca de defesa: Joana de Jesus de Andrade, Laura Cristina da Cruz Dominciano
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade de São Paulo
Programa de Pós-Graduação: Psicobiologia
Departamento: Não Informado pela instituição
País: BR
Link de acesso: https://doi.org/10.11606/D.59.2020.tde-05082020-115313
Resumo: Os metais são onipresentes na crosta terrestre. Muitos metais não essenciais estão no subsolo e fazem parte de recentes tecnologias (< 8.000 anos), caracterizando seu uso antrópico. A bioacumulação de metais, essenciais e não-essenciais, torna preocupante quanto aos efeitos tóxicos que podem surgir, principalmente quando afetam o sistema nervoso. Para a análise da exposição a metais, diversos biomarcadores podem ser utilizados. O esmalte dental é um excelente biomarcador que pode resistir à diversos fatores ambientais, possui fácil coleta, não é invasivo e de baixo custo. Este trabalho avaliou as concentrações de metais na superfície do esmalte dental de crianças em diferentes zonas da cidade. Foi realizada a microbiópsia para a extração de metais da superfície do esmalte dos dentes decíduos coletados nas quatro zonas da cidade de Ribeirão Preto - SP. A coleta dos dentes foi realizada por meio da campanha \"Doe Seu Dentinho\" realizada entre abril de 2018 e março de 2019. Microbiópsias (um ataque ácido superficial com HCl 1,6 N em glicerol a 70%) foram realizadas na superfície dos dentes selecionados aleatoriamente nas 4 zonas da cidade, com 10 dentes de cada de sexo por zona (n=4 x 20 dentes decíduos). Apenas dentes incisivos foram utilizados no processo de seleção aleatória. As amostras foram analisadas por meio do ICP-MS (Inductively Coupled Plasma Mass Spectrometry) para determinar as concentrações de Manganês, Zinco, Arsênio, Cádmio, Chumbo e Mercúrio. Os resultados foram expressos por grama de esmalte dental, uma vez que o Cálcio também já havia sido determinado. Nossos resultados são pioneiros para a presença de alguns metais no esmalte superficial determinados pelo ICP-MS. Os resultados sugerem que certas crianças possuem altos níveis de metal que não eram esperados, como no caso do Arsênio, Cádmio e Mercúrio. Em comparação com estudos anteriores de nosso grupo há 10 anos utilizando o mesmo método, os níveis de Chumbo no esmalte superficial foram menores. Houve uma correlação alta estatisticamente significante para a concentração dos metais no esmalte superficial. Para a concentração de alguns metais, os meninos apresentaram maiores concentrações que as meninas. Concluindo, nossos resultados sugerem que outros metais tóxicos, além do Chumbo e do Cádmio, podem ser determinados no esmalte superficial por técnicas analíticas padrão-ouro e que as concentrações são altas para alguns deles. Assim, são necessários mais estudos para determinar quais são as concentrações associadas à toxicidade e quais as possíveis fontes de exposição em nossos ambientes urbanos.
id USP_47a77ab235eb7a54772757cb23be263b
oai_identifier_str oai:teses.usp.br:tde-05082020-115313
network_acronym_str USP
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository_id_str
spelling info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesis Análise da presença de metais no esmalte em dentes decíduos de crianças residentes em regiões distintas da cidade de Ribeirão Preto - SP: relações neurotóxicas e abertura de dados junto às comunidades escolares Analysis of the presence of metals in deciduous teeth of children living in different regions of Ribeirão Preto - SP: neurotoxic relationships and data disclosure in school communities 2020-01-16Raquel Fernanda GerlachJoana de Jesus de AndradeLaura Cristina da Cruz DomincianoRenê Seabra OliezerUniversidade de São PauloPsicobiologiaUSPBR Dental enamel Environmental toxicology Esmalte dental Heavy metal poisoning Intoxicação por metais pesados Neurodevelopmental disorders Public health Saúde pública Toxicologia ambiental Transtornos de neurodesenvolvimento Os metais são onipresentes na crosta terrestre. Muitos metais não essenciais estão no subsolo e fazem parte de recentes tecnologias (< 8.000 anos), caracterizando seu uso antrópico. A bioacumulação de metais, essenciais e não-essenciais, torna preocupante quanto aos efeitos tóxicos que podem surgir, principalmente quando afetam o sistema nervoso. Para a análise da exposição a metais, diversos biomarcadores podem ser utilizados. O esmalte dental é um excelente biomarcador que pode resistir à diversos fatores ambientais, possui fácil coleta, não é invasivo e de baixo custo. Este trabalho avaliou as concentrações de metais na superfície do esmalte dental de crianças em diferentes zonas da cidade. Foi realizada a microbiópsia para a extração de metais da superfície do esmalte dos dentes decíduos coletados nas quatro zonas da cidade de Ribeirão Preto - SP. A coleta dos dentes foi realizada por meio da campanha \"Doe Seu Dentinho\" realizada entre abril de 2018 e março de 2019. Microbiópsias (um ataque ácido superficial com HCl 1,6 N em glicerol a 70%) foram realizadas na superfície dos dentes selecionados aleatoriamente nas 4 zonas da cidade, com 10 dentes de cada de sexo por zona (n=4 x 20 dentes decíduos). Apenas dentes incisivos foram utilizados no processo de seleção aleatória. As amostras foram analisadas por meio do ICP-MS (Inductively Coupled Plasma Mass Spectrometry) para determinar as concentrações de Manganês, Zinco, Arsênio, Cádmio, Chumbo e Mercúrio. Os resultados foram expressos por grama de esmalte dental, uma vez que o Cálcio também já havia sido determinado. Nossos resultados são pioneiros para a presença de alguns metais no esmalte superficial determinados pelo ICP-MS. Os resultados sugerem que certas crianças possuem altos níveis de metal que não eram esperados, como no caso do Arsênio, Cádmio e Mercúrio. Em comparação com estudos anteriores de nosso grupo há 10 anos utilizando o mesmo método, os níveis de Chumbo no esmalte superficial foram menores. Houve uma correlação alta estatisticamente significante para a concentração dos metais no esmalte superficial. Para a concentração de alguns metais, os meninos apresentaram maiores concentrações que as meninas. Concluindo, nossos resultados sugerem que outros metais tóxicos, além do Chumbo e do Cádmio, podem ser determinados no esmalte superficial por técnicas analíticas padrão-ouro e que as concentrações são altas para alguns deles. Assim, são necessários mais estudos para determinar quais são as concentrações associadas à toxicidade e quais as possíveis fontes de exposição em nossos ambientes urbanos. Metals are ubiquitous on the Earth\'s crust. Many nonessential metals were not present in high lever in our environment prior to technologic use of them (starting 8,000 years ago) as an anthropic use. The bioaccumulation of metals causes problems because of their toxic effects, particularly when they are neurotoxic. To be able to determine metals, many exposure biomarkers can be use. Dental enamel has the following advantages over some other biomarkers: it is stable over time, the sample collection is easy, the method is noninvasive, and the cost is low. This study aimed at evaluating the concentrations of several metals on the enamel surface of primary teeth collected at different areas of Ribeirao Preto, SP, Brazil. Tooth donation and collection was done based on a large campaign called \"Doe Seu Dentinho\" (Donate your little tooth) that took place between April 2018 and March 2019. Microbiopsies (a superficial etch with HCl in 70% glycerol) were done on the tooth surface on teeth randomly selected from the 4 districts of the city, with 10 boy- and girl teeth selected from each district (n=4 x 20 primary teeth). Only incisors were used in the process of random selection. Samples were then analyzed by ICP-MS for the presence of Manganese, Zinc, Arsenic, Cadmium, Lead and Mercury. Results were expressed as the amount of metals per gram of dental enamel, since calcium had also been determined. Our results are the first for the presence of some of these metals on the superficial enamel determined by ICP-MS. Results suggest that certain children have high levels of metal that we had not expected to be high, such as Arsenic, Cadmium and Mercury. In comparison to earlier studies of our group in our city 10 years ago and using the same methods, lead levels on superficial enamel were lower. There was a high and statistically significant correlation for the concentration of these metals on the superficial enamel. For all methods, boys always showed higher concentrations than girls (p<0,0001). In conclusion, our results suggest that other toxic metals besides lead and cadmium can be determined on superficial enamel by golden standard analytical techniques, and that the concentrations seem to be high for some of them. Thus, more studies are needed to determine what are the concentrations associated with toxicity and what are the possible sources of exposure in our urban environments. https://doi.org/10.11606/D.59.2020.tde-05082020-115313info:eu-repo/semantics/openAccessporreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USPinstname:Universidade de São Paulo (USP)instacron:USP2023-12-21T18:16:28Zoai:teses.usp.br:tde-05082020-115313Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttp://www.teses.usp.br/PUBhttp://www.teses.usp.br/cgi-bin/mtd2br.plvirginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.bropendoar:27212020-11-20T22:49:02Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)false
dc.title.pt.fl_str_mv Análise da presença de metais no esmalte em dentes decíduos de crianças residentes em regiões distintas da cidade de Ribeirão Preto - SP: relações neurotóxicas e abertura de dados junto às comunidades escolares
dc.title.alternative.en.fl_str_mv Analysis of the presence of metals in deciduous teeth of children living in different regions of Ribeirão Preto - SP: neurotoxic relationships and data disclosure in school communities
title Análise da presença de metais no esmalte em dentes decíduos de crianças residentes em regiões distintas da cidade de Ribeirão Preto - SP: relações neurotóxicas e abertura de dados junto às comunidades escolares
spellingShingle Análise da presença de metais no esmalte em dentes decíduos de crianças residentes em regiões distintas da cidade de Ribeirão Preto - SP: relações neurotóxicas e abertura de dados junto às comunidades escolares
Renê Seabra Oliezer
title_short Análise da presença de metais no esmalte em dentes decíduos de crianças residentes em regiões distintas da cidade de Ribeirão Preto - SP: relações neurotóxicas e abertura de dados junto às comunidades escolares
title_full Análise da presença de metais no esmalte em dentes decíduos de crianças residentes em regiões distintas da cidade de Ribeirão Preto - SP: relações neurotóxicas e abertura de dados junto às comunidades escolares
title_fullStr Análise da presença de metais no esmalte em dentes decíduos de crianças residentes em regiões distintas da cidade de Ribeirão Preto - SP: relações neurotóxicas e abertura de dados junto às comunidades escolares
title_full_unstemmed Análise da presença de metais no esmalte em dentes decíduos de crianças residentes em regiões distintas da cidade de Ribeirão Preto - SP: relações neurotóxicas e abertura de dados junto às comunidades escolares
title_sort Análise da presença de metais no esmalte em dentes decíduos de crianças residentes em regiões distintas da cidade de Ribeirão Preto - SP: relações neurotóxicas e abertura de dados junto às comunidades escolares
author Renê Seabra Oliezer
author_facet Renê Seabra Oliezer
author_role author
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Raquel Fernanda Gerlach
dc.contributor.referee1.fl_str_mv Joana de Jesus de Andrade
dc.contributor.referee2.fl_str_mv Laura Cristina da Cruz Dominciano
dc.contributor.author.fl_str_mv Renê Seabra Oliezer
contributor_str_mv Raquel Fernanda Gerlach
Joana de Jesus de Andrade
Laura Cristina da Cruz Dominciano
description Os metais são onipresentes na crosta terrestre. Muitos metais não essenciais estão no subsolo e fazem parte de recentes tecnologias (< 8.000 anos), caracterizando seu uso antrópico. A bioacumulação de metais, essenciais e não-essenciais, torna preocupante quanto aos efeitos tóxicos que podem surgir, principalmente quando afetam o sistema nervoso. Para a análise da exposição a metais, diversos biomarcadores podem ser utilizados. O esmalte dental é um excelente biomarcador que pode resistir à diversos fatores ambientais, possui fácil coleta, não é invasivo e de baixo custo. Este trabalho avaliou as concentrações de metais na superfície do esmalte dental de crianças em diferentes zonas da cidade. Foi realizada a microbiópsia para a extração de metais da superfície do esmalte dos dentes decíduos coletados nas quatro zonas da cidade de Ribeirão Preto - SP. A coleta dos dentes foi realizada por meio da campanha \"Doe Seu Dentinho\" realizada entre abril de 2018 e março de 2019. Microbiópsias (um ataque ácido superficial com HCl 1,6 N em glicerol a 70%) foram realizadas na superfície dos dentes selecionados aleatoriamente nas 4 zonas da cidade, com 10 dentes de cada de sexo por zona (n=4 x 20 dentes decíduos). Apenas dentes incisivos foram utilizados no processo de seleção aleatória. As amostras foram analisadas por meio do ICP-MS (Inductively Coupled Plasma Mass Spectrometry) para determinar as concentrações de Manganês, Zinco, Arsênio, Cádmio, Chumbo e Mercúrio. Os resultados foram expressos por grama de esmalte dental, uma vez que o Cálcio também já havia sido determinado. Nossos resultados são pioneiros para a presença de alguns metais no esmalte superficial determinados pelo ICP-MS. Os resultados sugerem que certas crianças possuem altos níveis de metal que não eram esperados, como no caso do Arsênio, Cádmio e Mercúrio. Em comparação com estudos anteriores de nosso grupo há 10 anos utilizando o mesmo método, os níveis de Chumbo no esmalte superficial foram menores. Houve uma correlação alta estatisticamente significante para a concentração dos metais no esmalte superficial. Para a concentração de alguns metais, os meninos apresentaram maiores concentrações que as meninas. Concluindo, nossos resultados sugerem que outros metais tóxicos, além do Chumbo e do Cádmio, podem ser determinados no esmalte superficial por técnicas analíticas padrão-ouro e que as concentrações são altas para alguns deles. Assim, são necessários mais estudos para determinar quais são as concentrações associadas à toxicidade e quais as possíveis fontes de exposição em nossos ambientes urbanos.
publishDate 2020
dc.date.issued.fl_str_mv 2020-01-16
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://doi.org/10.11606/D.59.2020.tde-05082020-115313
url https://doi.org/10.11606/D.59.2020.tde-05082020-115313
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.publisher.program.fl_str_mv Psicobiologia
dc.publisher.initials.fl_str_mv USP
dc.publisher.country.fl_str_mv BR
publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
instname:Universidade de São Paulo (USP)
instacron:USP
instname_str Universidade de São Paulo (USP)
instacron_str USP
institution USP
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)
repository.mail.fl_str_mv virginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.br
_version_ 1786376582748700672