Tiête ontem e hoje: preservação ou mudança toponímica e a legislação do ato de nomear - Uma proposta de lei

A nomeação dos lugares é um ato inerente ao ser humano e é tão antigo quanto a civilização. A Toponímia, como ciência, surgiu no século XIX e se ocupa do estudo dos nomes de lugares, seus significados e sua importância para a cultura social dos povos. Na presente tese, que integra os Projetos ATESP...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2008
Main Author: Ideli Raimundo Di Tizio
Orientador/a: Maria Vicentina de Paula do Amaral Dick
Banca: Maria Aparecida Barbosa, Raquel dos Santos Leal Vita Pinheiro, Neusa Maria Bastos Fernandes dos Santos, Liana Maria Salvia Trindade
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade de São Paulo
Programa: Lingüística
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8139/tde-30072008-105620/
Resumo Português:A nomeação dos lugares é um ato inerente ao ser humano e é tão antigo quanto a civilização. A Toponímia, como ciência, surgiu no século XIX e se ocupa do estudo dos nomes de lugares, seus significados e sua importância para a cultura social dos povos. Na presente tese, que integra os Projetos ATESP e Caminho das Águas, coordenados por Dick (1990; 2001), pretendemos verificar a importância e função do rio Tietê, entre os séculos XVII e XX, em relação aos nomes atribuídos em toda a sua extensão. A tese foi desenvolvida em três fases. Na primeira, fizemos uma análise de hidrotopônimos e dos aglomerados humanos formados ao longo das margens de cursos d\'água. Estudamos, inicialmente, os principais rios do mundo e o rio Tietê, especialmente retratado em relatos monçoeiros e em mapas antigos. Como um dos primeiros elementos geográficos a ser nomeado e, por este motivo, registrar potencialmente um saber lingüístico e cultural mais antigo (Dauzat: 1946), os nomes dos rios revelam a ocupação do \"sertão desconhecido\" e as crenças daqueles que os percorrem. Numa segunda etapa, levantados os nomes das cachoeiras que faziam parte do Tietê de ontem, analisamos os nomes das hidrelétricas que se fixaram ao longo do Tietê de hoje. Verificamos como estes nomes foram dados e se foram alterados no decorrer do tempo. Para isto apontamos a contribuição do rio Tietê para a criação de energia elétrica de grande parte do estado de São Paulo em contrapartida ao impacto e à degradação do meio ambiente com a mudança da paisagem e o desaparecimento de elementos geográficos. Em um terceiro estágio, estudamos a legislação relativa ao ato de nomear espaços no mundo, assim como no Brasil. Coletamos regulamentos de outros países e os comparamos aos nossos; notamos que aqui não há preocupação em fazer uma legislação específica para a denominação de hidrelétricas nem de logradouros públicos. Temos pouquíssimas leis municipais que tratam do assunto. Neste sentido, a nossa colaboração é uma proposta de lei para a normalização destes nomes, a partir dos resultados desta pesquisa. létricas.
Resumo inglês:The place naming is an human being inerent act and it is so old as civilization. The Toponimy, as science, ocurred in XIX century and it studies the names of the places, their significants and their importance for the social culture of the people. In the present theses that integrates the \"Projeto ATESP\" and \"Caminho das Águas\", coordenated by Dick (1990; 2001), we verify the importance and the function of Tiete river in the XVII and XX centuries in relation to the attributed names in all its extension. The theses was developed in three phases. In the first phase, an analysis of hydrotoponimies and human aglomerades along the water courses was made. Firstly, we studied the main rivers of the world and the Tiete river, which was specially related in old maps and montion relates. As one of the first geographic elements to be named and, because of that, to register an older linguistic and cultural knowledge (Dauzat: 1946), the name of the rivers reveals the occupation of unknown country lands and the belives of those who ran along it. In a second phase, after having the names of the falls that were part of Tiete of the past, the names of the hydroeletrics installed along Tiete river of the present were analysed. It was verified how these names were given and altered during time. To do so, it was pointed the contribution of Tiete river for the electric energy creation of great part of São Paulo State oposing the impact and the environmental degradation with the changing of the view and the disappearing of geographical elements. In a third stage, the laws related to the act of naming spaces in the world as well as in Brazil were studied. Other country regulations were collected and compared to brazilian ones. It was noticed that in Brazil there is not a concern about making specific legislation for naming either the hydroelectrics or public places. Being so, the collaboration of this theses is a law proposal for normalization of these names according to the research results.