Das primeiras experiências ao fenômeno Zé do Caixão: um estudo sobre o modo de produção e a recepção dos filmes de José Mojica Marins entre 1953 e 1967

Esta pesquisa tem como objetivo analisar a incursão de José Mojica Marins no cinema, bem como o processo pelo qual o diretor e seu personagem Zé do Caixão adquiriram relevância cultural por meio de intensa promoção midiática. Para tanto, concentramonos no estudo do modo de produção e da recepção dos...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2008
Main Author: Daniela Pinto Senador
Orientador/a: Rubens Luis Ribeiro Machado Junior
Banca: Marcos Francisco Napolitano de Eugênio, Eduardo Victorio Morettin
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade de São Paulo
Programa: Ciências da Comunicação
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27153/tde-05072009-230157/
Resumo Português:Esta pesquisa tem como objetivo analisar a incursão de José Mojica Marins no cinema, bem como o processo pelo qual o diretor e seu personagem Zé do Caixão adquiriram relevância cultural por meio de intensa promoção midiática. Para tanto, concentramonos no estudo do modo de produção e da recepção dos quatro primeiros longasmetragens do autor A Sina do Aventureiro (1959), Meu Destino em Tuas Mãos (1963), À Meia-Noite Levarei Sua Alma (1964) e Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver (1967) , isto não sem passar por Reino Sangrento, realizado ainda quando adolescente, e pelo inacabado Sentença de Deus. A partir da reconstituição do modo de produção do cineasta, buscamos compreender de que forma ele se filia à tradição do cinema amador paulista. Nesse sentido, sua trajetória também pode ser tomada como metonímia dos entraves econômicos que caracterizam a atividade cinematográfica em nosso país. Paralelamente, tratamos da recepção por meio da articulação de dados de produção, da avaliação da Censura, da comercialização e do circuito de lançamento das fitas, com informações a respeito do comportamento desempenhado pela mídia impressa, em especial, por críticos, cronistas, jornalistas e publicistas, sob uma perspectiva cronológica. Assim pudemos compreender todas as etapas envolvidas na realização dos respectivos filmes, bem como a relação simbiótica estabelecida entre o cineasta e a mídia, que se tornou fundamental para a consolidação tanto deste criador quanto de sua criatura como entidades culturais.
Resumo inglês:The objective of this study is to analyze José Mojica Marins excursion into cinema, as well as the process by which the director and his character Zé do Caixão have become culturally relevant through strong media promotion. In order to do so, we focus on the study of the mode of production and the reception of the authors four feature movies A Sina do Aventureiro (Adventurers Fate, 1959), Meu Destino em Tuas Mãos (My Destiny in Your Hands, 1963), À Meia-Noite Levarei Sua Alma (At Midnight Ill Take Your Soul, 1964) and Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver (Tonight Ill Enter Your Corpse, 1967) , not forgetting Reino Sangrento (Bloody Kingdom), made when he was still an adolescent, and his unfinished movie Sentença de Deus (Gods Sentence). By reconstructing Mojicas mode of production, we try to understand how the moviemaker is affiliated with the tradition of São Paulos amateur cinema. In this sense, his trajectory can also be seen as a metonymy of the economic obstacles that mark the cinematographic activity in Brazil. Additionally, we approach the issue of reception by presenting production data and the analysis of censorship, as well as the commercialization and release of the films, based on information regarding the role played by press media especially reviewers, columnists, journalists and publicists under a chronological perspective. Thus, we are able to comprehend all the stages involved in the process of making the respective movies, and also the symbiotic relationship established between the director and the media, which has become crucial for the consolidation of both creator and creature as cultural entities.