Aplicação dos princípios do RISK21 na avaliação do risco de inseticidas da classe dos piretróides

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2021
Autor(a) principal: Priscila Maria Fagundes
Orientador(a): Elizabeth de Souza Nascimento
Banca de defesa: Fábio Kummrow, Lílian Cristina Pereira, Helenice de Souza Spinosa
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade de São Paulo
Programa de Pós-Graduação: Farmácia (Análise Clínicas)
Departamento: Não Informado pela instituição
País: BR
Link de acesso: https://doi.org/10.11606/D.9.2021.tde-05082021-105320
Resumo: A avaliação do risco é um processo científico e sistemático que incorpora quantitativamente o perigo e a exposição a diversos agentes. O processo de avaliação do risco tem evoluído nos últimos anos, indo além da exposição a únicos agentes e vias de exposição para a caracterização do risco cumulativo a múltiplos agentes. As metodologias para avaliação do risco cumulativo não são harmonizadas o que pode tornar o processo complexo. Nesta linha, a abordagem do RISK21 promovida pelo Health Environmental Science Institute (HESI) pode contribuir para desmistificar o tema. A exposição combinada da ingestão de resíduos de praguicidas através da dieta e do uso residencial de produtos a base de piretróides pela população brasileira não são conhecidas. Os piretróides são praguicidas utilizados na lavoura, bem como em ambiente doméstico no controle de pragas. O mecanismo de toxicidade destes agentes é bem conhecido e de relevância para a saúde humana, pois atuam sobre a permeabilidade iônica dos canais de sódio sensíveis a voltagem (CSSV), produzindo efeitos na excitabilidade das terminações nervosas. Como os seres humanos são potencialmente expostos a estes agentes, portanto, torna-se importante compreender os riscos cumulativos da exposição a estes praguicidas pela população brasileira. O objetivo deste trabalho foi conduzir a avaliação do risco dos piretróides registrados no Brasil com base nos princípios do RISK21. A abordagem em etapas proposta pelo RISK21 demonstrou que o risco da ingestão crônica e aguda de resíduos de piretróides foi considerado aceitável. Além disso, não foi observada qualquer preocupação toxicológica decorrente da exposição residencial a estes agentes. Quando combinados os cenários da dieta aguda e residencial, também não foram observados níveis de preocupação, portanto, o risco foi considerado aceitável. A avaliação do risco dos piretróides registrados para o uso agrícola e residencial no Brasil com base nos principios do RISK21 foi uma importante etapa neste trabalho, uma vez que foi possível avaliar o risco e preocupações para cada um dos praguicidas de maneira rápida e visual. Além disso, mesmo considerando premissas altamente conservadoras, observou-se que a população exposta de maneira combinada a estes agentes não demonstrou um nível de preocupação para o cenário brasileiro.
id USP_db068af78be1eba66807c6adec1319a5
oai_identifier_str oai:teses.usp.br:tde-05082021-105320
network_acronym_str USP
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository_id_str
spelling info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesis Aplicação dos princípios do RISK21 na avaliação do risco de inseticidas da classe dos piretróides The use of RISK21 principles in the risk assessment of pyrethroids 2021-04-19Elizabeth de Souza NascimentoFábio KummrowLílian Cristina PereiraHelenice de Souza SpinosaPriscila Maria FagundesUniversidade de São PauloFarmácia (Análise Clínicas)USPBR Avaliação do risco Avaliação do risco cumulativo Cumulative risk assessment Dietary intake Exposição residencial Ingestão de resíduos por meio da dieta Pesticides Piretróides Praguicidas Pyrethroids Residential exposure Risk assessment RISK21 RISK21 A avaliação do risco é um processo científico e sistemático que incorpora quantitativamente o perigo e a exposição a diversos agentes. O processo de avaliação do risco tem evoluído nos últimos anos, indo além da exposição a únicos agentes e vias de exposição para a caracterização do risco cumulativo a múltiplos agentes. As metodologias para avaliação do risco cumulativo não são harmonizadas o que pode tornar o processo complexo. Nesta linha, a abordagem do RISK21 promovida pelo Health Environmental Science Institute (HESI) pode contribuir para desmistificar o tema. A exposição combinada da ingestão de resíduos de praguicidas através da dieta e do uso residencial de produtos a base de piretróides pela população brasileira não são conhecidas. Os piretróides são praguicidas utilizados na lavoura, bem como em ambiente doméstico no controle de pragas. O mecanismo de toxicidade destes agentes é bem conhecido e de relevância para a saúde humana, pois atuam sobre a permeabilidade iônica dos canais de sódio sensíveis a voltagem (CSSV), produzindo efeitos na excitabilidade das terminações nervosas. Como os seres humanos são potencialmente expostos a estes agentes, portanto, torna-se importante compreender os riscos cumulativos da exposição a estes praguicidas pela população brasileira. O objetivo deste trabalho foi conduzir a avaliação do risco dos piretróides registrados no Brasil com base nos princípios do RISK21. A abordagem em etapas proposta pelo RISK21 demonstrou que o risco da ingestão crônica e aguda de resíduos de piretróides foi considerado aceitável. Além disso, não foi observada qualquer preocupação toxicológica decorrente da exposição residencial a estes agentes. Quando combinados os cenários da dieta aguda e residencial, também não foram observados níveis de preocupação, portanto, o risco foi considerado aceitável. A avaliação do risco dos piretróides registrados para o uso agrícola e residencial no Brasil com base nos principios do RISK21 foi uma importante etapa neste trabalho, uma vez que foi possível avaliar o risco e preocupações para cada um dos praguicidas de maneira rápida e visual. Além disso, mesmo considerando premissas altamente conservadoras, observou-se que a população exposta de maneira combinada a estes agentes não demonstrou um nível de preocupação para o cenário brasileiro. Risk assessment is a scientific and systematic approach that quantitatively incorporates hazard and exposure to agents\' evaluation. The risk assessment process has evolved in recent years, going beyond exposure to single agents and pathways to characterize multiple agents\' cumulative risk. Cumulative risk assessment methodologies are not harmonized, which can make the process complex. In this line, the RISK21 approach promoted by the Health Environmental Science Institute (HESI) can demystify the subject. The combined exposure of residue intake through diet and residential use of pyrethroid-based products by the Brazilian population is unknown. Pyrethroids are pesticides used in the crop as well as in a domestic environment in pest control. The mechanism of toxicity of these agents is well known and relevant to human health, as they act on the ionic permeability of voltage-sensitive sodium channels (VSSC), producing effects on the excitability of nerve endings. As human beings are potentially exposed to these agents, it is essential to understand the cumulative risks derived from the exposure to these pesticides by the Brazilian population. The objective of this research was to conduct the risk assessment based on the principles of RISK21 of pyrethroids registered in Brazil. The stepwise approach proposed by RISK21 demonstrated that the risk of chronic and acute ingestion of pyrethroid residues was considered acceptable. Furthermore, no toxicological concern stemming from residential exposure to these agents was observed. When acute and residential diet scenarios were combined, no levels of concern were also observed, so the risk was considered acceptable. The risk assessment based on the principles of RISK21 of pyrethroids registered for agricultural and residential use in Brazil was an essential step in this research since it was possible to assess the risk and concerns for each of the pesticides in a fast and visual way. Moreover, from highly conservative premises, it was observed that the population exposed in combination with these agents did not demonstrate a level of concern for the Brazilian scenario. https://doi.org/10.11606/D.9.2021.tde-05082021-105320info:eu-repo/semantics/openAccessporreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USPinstname:Universidade de São Paulo (USP)instacron:USP2023-12-21T18:16:29Zoai:teses.usp.br:tde-05082021-105320Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttp://www.teses.usp.br/PUBhttp://www.teses.usp.br/cgi-bin/mtd2br.plvirginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.bropendoar:27212021-08-11T15:25:02Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)false
dc.title.pt.fl_str_mv Aplicação dos princípios do RISK21 na avaliação do risco de inseticidas da classe dos piretróides
dc.title.alternative.en.fl_str_mv The use of RISK21 principles in the risk assessment of pyrethroids
title Aplicação dos princípios do RISK21 na avaliação do risco de inseticidas da classe dos piretróides
spellingShingle Aplicação dos princípios do RISK21 na avaliação do risco de inseticidas da classe dos piretróides
Priscila Maria Fagundes
title_short Aplicação dos princípios do RISK21 na avaliação do risco de inseticidas da classe dos piretróides
title_full Aplicação dos princípios do RISK21 na avaliação do risco de inseticidas da classe dos piretróides
title_fullStr Aplicação dos princípios do RISK21 na avaliação do risco de inseticidas da classe dos piretróides
title_full_unstemmed Aplicação dos princípios do RISK21 na avaliação do risco de inseticidas da classe dos piretróides
title_sort Aplicação dos princípios do RISK21 na avaliação do risco de inseticidas da classe dos piretróides
author Priscila Maria Fagundes
author_facet Priscila Maria Fagundes
author_role author
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Elizabeth de Souza Nascimento
dc.contributor.referee1.fl_str_mv Fábio Kummrow
dc.contributor.referee2.fl_str_mv Lílian Cristina Pereira
dc.contributor.referee3.fl_str_mv Helenice de Souza Spinosa
dc.contributor.author.fl_str_mv Priscila Maria Fagundes
contributor_str_mv Elizabeth de Souza Nascimento
Fábio Kummrow
Lílian Cristina Pereira
Helenice de Souza Spinosa
description A avaliação do risco é um processo científico e sistemático que incorpora quantitativamente o perigo e a exposição a diversos agentes. O processo de avaliação do risco tem evoluído nos últimos anos, indo além da exposição a únicos agentes e vias de exposição para a caracterização do risco cumulativo a múltiplos agentes. As metodologias para avaliação do risco cumulativo não são harmonizadas o que pode tornar o processo complexo. Nesta linha, a abordagem do RISK21 promovida pelo Health Environmental Science Institute (HESI) pode contribuir para desmistificar o tema. A exposição combinada da ingestão de resíduos de praguicidas através da dieta e do uso residencial de produtos a base de piretróides pela população brasileira não são conhecidas. Os piretróides são praguicidas utilizados na lavoura, bem como em ambiente doméstico no controle de pragas. O mecanismo de toxicidade destes agentes é bem conhecido e de relevância para a saúde humana, pois atuam sobre a permeabilidade iônica dos canais de sódio sensíveis a voltagem (CSSV), produzindo efeitos na excitabilidade das terminações nervosas. Como os seres humanos são potencialmente expostos a estes agentes, portanto, torna-se importante compreender os riscos cumulativos da exposição a estes praguicidas pela população brasileira. O objetivo deste trabalho foi conduzir a avaliação do risco dos piretróides registrados no Brasil com base nos princípios do RISK21. A abordagem em etapas proposta pelo RISK21 demonstrou que o risco da ingestão crônica e aguda de resíduos de piretróides foi considerado aceitável. Além disso, não foi observada qualquer preocupação toxicológica decorrente da exposição residencial a estes agentes. Quando combinados os cenários da dieta aguda e residencial, também não foram observados níveis de preocupação, portanto, o risco foi considerado aceitável. A avaliação do risco dos piretróides registrados para o uso agrícola e residencial no Brasil com base nos principios do RISK21 foi uma importante etapa neste trabalho, uma vez que foi possível avaliar o risco e preocupações para cada um dos praguicidas de maneira rápida e visual. Além disso, mesmo considerando premissas altamente conservadoras, observou-se que a população exposta de maneira combinada a estes agentes não demonstrou um nível de preocupação para o cenário brasileiro.
publishDate 2021
dc.date.issued.fl_str_mv 2021-04-19
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://doi.org/10.11606/D.9.2021.tde-05082021-105320
url https://doi.org/10.11606/D.9.2021.tde-05082021-105320
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.publisher.program.fl_str_mv Farmácia (Análise Clínicas)
dc.publisher.initials.fl_str_mv USP
dc.publisher.country.fl_str_mv BR
publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
instname:Universidade de São Paulo (USP)
instacron:USP
instname_str Universidade de São Paulo (USP)
instacron_str USP
institution USP
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)
repository.mail.fl_str_mv virginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.br
_version_ 1786376583221608448