Bem-estar animal em rebanhos leiteiros no noroeste de Santa Catarina

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2012
Autor(a) principal: Costa, João Henrique Cardoso
Orientador(a): Não Informado pela instituição
Banca de defesa: Não Informado pela instituição
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Florianópolis, SC
Programa de Pós-Graduação: Não Informado pela instituição
Departamento: Não Informado pela instituição
País: Não Informado pela instituição
Palavras-chave em Português:
Link de acesso: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/96187
Resumo: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas.
id UFSC_8b43c1b6bbb55f898d83d964fd33e6e5
oai_identifier_str oai:repositorio.ufsc.br:123456789/96187
network_acronym_str UFSC
network_name_str Repositório Institucional da UFSC
repository_id_str
spelling Bem-estar animal em rebanhos leiteiros no noroeste de Santa CatarinaAgriculturaAgroecossistemasLeite -ProduçãoSanta CatarinaBovino de leiteProdutividade agricolaDissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas.Há uma lacuna no conhecimento da realidade produtiva do leite na região noroeste de Santa Catarina, em relação as práticas de manejo realizadas nesta importante bacia leiteira. Este estudo foi realizado em pequenas e médias Unidades de Produção de Leite (UPL), considerando os três principais sistemas de produção identificados na região: Semi-Extensivo, a Base de Pasto e Semi-Confinado, presentes no noroeste de Santa Catarina com o objetivo de avaliar o ambiente e práticas de criação que podem influenciar o bem-estar animal. Este estudo foi realizado nos meses de primavera de 2009 e 2010 em 124 UPL. Foi realizada uma entrevista com o proprietário e/ou manejador, seguida da inspeção do ambiente de produção da UPL e da inspeção dos animais. Todas as UPL apresentaram sistemas baseados em pastagens, com diferentes níveis de suplementação com concentrados e silagem. Água foi disponível ad libitum em 44%, em 69% das UPL os animais eram movidos para a sombra nas horas mais quentes do dia, apenas 15% dos rebanhos tinham acesso permanente à sombra e 16% não apresentavam qualquer sombra disponível. Aproximadamente um terço das vacas por rebanho foram diagnosticados como infestadas por carrapatos e apenas 13% foram considerados claudicantes, apresentando diferença entre os grupos, onde o grupo Semi-Confinado apresentou maior frequência de vacas claudicantes. Foi observada que 13% das vacas apresentaram lesões no jarrete e 5% apresentaram lesões na garupa. Os sistemas de produção se diferenciaram em relação a prevalência de problemas que podem afetar o nível de bem-estar dos animais, sendo que os grupos Semi-Extensivo e a Base de Pasto, apresentaram mais frequentemente situações de risco, embora não exclusivas, como a gestão precária de higiene no processo de ordenha e a proporção de vacas magras. Entretanto, o grupo Semi-Confinado apresentou os problemas típicos de sistemas confinados, tais como maior claudicação e lesões. Identificamos que os principais fatores identificados nesse estudo que comprometem o nível de bem-estar das vacas leiteiras foram o acesso a água e sombra, a infestação de ectoparasitas, a falta de atenção em torno do parto e realização em locais inadequados dos procedimentos veterinários. Por outro lado, foi encontrada baixa prevalência de claudicação entre os rebanhos, bem como uso amplo de pastagens e empatia entre os manejadores para com os animais.There is a knowledge gap when it comes to the actual production of milk in the Northwest of Santa Catarina, showing no comprehensive data on management practices carried out in this important milk production area. This study was conducted in small and medium sized dairy farms in the Northwest of Santa Catarina, looking at three main production systems within the region: Extensive, Pasture based and Intensive. This project aimed to assess the living environment and husbandry practices that can influence animal welfare. This study was conducted in the spring months of 2009 and 2010 on 124 milk producing farms, in each farm an interview was conducted with the farmer, followed by an inspection of the environment of the milk production unit as well as an animal inspection. All of the farms included were pasture-based dairy systems, with different levels of supplementation of concentrates and silage. In the majority of establishments (98%), mechanical milking was used, and all farms milked twice daily. Water was available ad libitum in 44% of the farms, on 69% of the farms the animals were moved into the shade during the hottest hours of the day, only 15% of herds had permanent access to shade and 16% had no shade available at all. We found approximately one third of the animals per herd were infestated by ectoparasites and only 13% were considered lame, differing among the groups, where the Intensive group presented more lame cows. Lesions on the hock joint were found in 13% of the cows, and 5% were found to have lesions on their back. A difference between the production systems was found when it came to the prevalence of problems, where the Extensive and Pasture based groups more frequently presented welfare issues, but not exclusively. However, the Intensive group presented the typical problems of confined systems, such as lameness and injuries. We identified the main factors in this study which compromise the level of welfare of dairy cows to be access to water and shade, the high presence of ectoparasites, the lack of attention around calving and the implementation of veterinary procedures. On the other hand, there was a low prevalence of lameness, as well as great use of pasture and empathy among farmers towards the animals. Overall this study brings forward a need for public policy aimed at improving the management practices in the Northwest region of Santa Catarina, which includes appropriate solutions for the realities of small and medium dairy producers.Florianópolis, SCHötzel, Maria JoséMachado Filho, Luiz Carlos PinheiroUniversidade Federal de Santa CatarinaCosta, João Henrique Cardoso2012-10-26T09:37:49Z2012-10-26T09:37:49Z20122012info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesis92 p.| il., tabs.application/pdf304950http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/96187porreponame:Repositório Institucional da UFSCinstname:Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)instacron:UFSCinfo:eu-repo/semantics/openAccess2013-05-04T18:27:29Zoai:repositorio.ufsc.br:123456789/96187Repositório InstitucionalPUBhttp://150.162.242.35/oai/requestopendoar:23732013-05-04T18:27:29Repositório Institucional da UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)false
dc.title.none.fl_str_mv Bem-estar animal em rebanhos leiteiros no noroeste de Santa Catarina
title Bem-estar animal em rebanhos leiteiros no noroeste de Santa Catarina
spellingShingle Bem-estar animal em rebanhos leiteiros no noroeste de Santa Catarina
Costa, João Henrique Cardoso
Agricultura
Agroecossistemas
Leite -
Produção
Santa Catarina
Bovino de leite
Produtividade agricola
title_short Bem-estar animal em rebanhos leiteiros no noroeste de Santa Catarina
title_full Bem-estar animal em rebanhos leiteiros no noroeste de Santa Catarina
title_fullStr Bem-estar animal em rebanhos leiteiros no noroeste de Santa Catarina
title_full_unstemmed Bem-estar animal em rebanhos leiteiros no noroeste de Santa Catarina
title_sort Bem-estar animal em rebanhos leiteiros no noroeste de Santa Catarina
author Costa, João Henrique Cardoso
author_facet Costa, João Henrique Cardoso
author_role author
dc.contributor.none.fl_str_mv Hötzel, Maria José
Machado Filho, Luiz Carlos Pinheiro
Universidade Federal de Santa Catarina
dc.contributor.author.fl_str_mv Costa, João Henrique Cardoso
dc.subject.por.fl_str_mv Agricultura
Agroecossistemas
Leite -
Produção
Santa Catarina
Bovino de leite
Produtividade agricola
topic Agricultura
Agroecossistemas
Leite -
Produção
Santa Catarina
Bovino de leite
Produtividade agricola
description Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas.
publishDate 2012
dc.date.none.fl_str_mv 2012-10-26T09:37:49Z
2012-10-26T09:37:49Z
2012
2012
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv 304950
http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/96187
identifier_str_mv 304950
url http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/96187
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv 92 p.| il., tabs.
application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Florianópolis, SC
publisher.none.fl_str_mv Florianópolis, SC
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Repositório Institucional da UFSC
instname:Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
instacron:UFSC
instname_str Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
instacron_str UFSC
institution UFSC
reponame_str Repositório Institucional da UFSC
collection Repositório Institucional da UFSC
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1785187880197423104