Investigação comparativa das propriedades estruturais do diboreto de magnésio dopado com compostos de carbono

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2009
Autor(a) principal: Rocha, Alcir Laerte Tanck [UNESP]
Orientador(a): Não Informado pela instituição
Banca de defesa: Não Informado pela instituição
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade Estadual Paulista (Unesp)
Programa de Pós-Graduação: Não Informado pela instituição
Departamento: Não Informado pela instituição
País: Não Informado pela instituição
Palavras-chave em Português:
Link de acesso: http://hdl.handle.net/11449/88365
Resumo: O intermetálico diboreto de magnésio passou a ser um material intensamente estudado a partir de 2001, quando nele encontrou-se a propriedade de supercondição de corrente elétrica. Embora sua transição seja em temperatura relativamente baixa, próximo de 40 K, é grande o interesse comercial neste material devido à provável simplicidade da cinética de reação e à maneira direta e barata de processamento. Partindo de pós precursores ultrafinos de boa qualidade a formação da fase Mg'B IND. 2' parece ocorrer em apenas alguns minutos em temperatura relativamente baixa (650ºC). Sob este ponto de vista, este material é considerado bastante atrativo comercialmente, quando comparado aos supercondutores cerâmicos cujo processamento é muito mais complexo. Entretanto, suas propriedades supercondutoras, assim como nas cerâmicas, dependem da sua microestrutura e, portanto da cinética de formação da fase supercondutora. Além disso, com o objetivo de ampliar a densidade de corrente elétrica sob campos magnéticos cada vez mais altos, tem-se utilizado artifícios tais como a adição de diversos compostos geradores de centros de aprisionamento de fluxo magnético. Entre eles figuram o SiC e o silicone, formados por elementos que podem substituir um dos átomos do composto supercondutor, ou que apenas geram defeitos intersticiais. Neste trabalho, investigou-se a influência das adições de alguns compostos de carbono na formação da fase Mg'B IND. 2', assim como a determinação de alguns aspectos das microestruturas obtidas. Estudou-se também as mudanças na cinética de formação da fase devido à diferente granulação do precursor de magnésio. Os dados obtidos por DRX, ATD/TG, BET e técnicas de medidas magnéticas indicaram que um novo composto testado (gasolina azul) poderá apresentar características vantajosas com relação a outras adições mais conhecidas.
id UNSP_34b64c5878654f105e4857cf7d02b1dc
oai_identifier_str oai:repositorio.unesp.br:11449/88365
network_acronym_str UNSP
network_name_str Repositório Institucional da UNESP
repository_id_str
spelling Investigação comparativa das propriedades estruturais do diboreto de magnésio dopado com compostos de carbonoMicroestruturaIntermetálicoSupercondutorMedidas magnéticasSuperconductorMicrostructureMagnetic measurementsO intermetálico diboreto de magnésio passou a ser um material intensamente estudado a partir de 2001, quando nele encontrou-se a propriedade de supercondição de corrente elétrica. Embora sua transição seja em temperatura relativamente baixa, próximo de 40 K, é grande o interesse comercial neste material devido à provável simplicidade da cinética de reação e à maneira direta e barata de processamento. Partindo de pós precursores ultrafinos de boa qualidade a formação da fase Mg'B IND. 2' parece ocorrer em apenas alguns minutos em temperatura relativamente baixa (650ºC). Sob este ponto de vista, este material é considerado bastante atrativo comercialmente, quando comparado aos supercondutores cerâmicos cujo processamento é muito mais complexo. Entretanto, suas propriedades supercondutoras, assim como nas cerâmicas, dependem da sua microestrutura e, portanto da cinética de formação da fase supercondutora. Além disso, com o objetivo de ampliar a densidade de corrente elétrica sob campos magnéticos cada vez mais altos, tem-se utilizado artifícios tais como a adição de diversos compostos geradores de centros de aprisionamento de fluxo magnético. Entre eles figuram o SiC e o silicone, formados por elementos que podem substituir um dos átomos do composto supercondutor, ou que apenas geram defeitos intersticiais. Neste trabalho, investigou-se a influência das adições de alguns compostos de carbono na formação da fase Mg'B IND. 2', assim como a determinação de alguns aspectos das microestruturas obtidas. Estudou-se também as mudanças na cinética de formação da fase devido à diferente granulação do precursor de magnésio. Os dados obtidos por DRX, ATD/TG, BET e técnicas de medidas magnéticas indicaram que um novo composto testado (gasolina azul) poderá apresentar características vantajosas com relação a outras adições mais conhecidas.The intermetallic magnesium diboride has become the object of many studies since was found to be a superconducting material, at 2001. Although it shows relatively low critical temperature, it presents very interesting points, like the simplicity of the formation of a binary compound and non expensive precursors powders. Starting from ultrafine quality precursor powders the formation of Mg'B IND. 2' phase seems to occur in a few minutes at low temperature (650ºC), what is considered commercially quite attractive when compared to complicated ceramic superconductors. Nevertheless, its superconducting properties, as well as the ceramics, depend on its microsstructure and, consequently on the kinetics of formation of the superconducting phase. Besides that, with the aim of enlarging the critical current density under higher magnetic fields, the addition of several compounds has been used in order to generate pinning centers. Silicon carbide and silicon oil are cited among the most used additions, which act like substitutional or interstitial impurities and defects generators. In this work, the influence of the addition of a few carbon compounds on the Mg'B IND. 2' phase formation was investigated, as well as the determination of a few structural parameters of the obtained materials. It was also studied the changes in the phase formation kinetics due to different magnesium precursor granulation. The XRD, DTA/TGA and magnetic measurements results indicated that the addition of a new compound (petrol) may present advantages to the additions already found in literature.Universidade Estadual Paulista (Unesp)Santos, Dayse Iara dos [UNESP]Universidade Estadual Paulista (Unesp)Rocha, Alcir Laerte Tanck [UNESP]2014-06-11T19:23:26Z2014-06-11T19:23:26Z2009-08-20info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesis96 f. : il.application/pdfROCHA, Alcir Laerte Tanck. Investigação comparativa das propriedades estruturais do diboreto de magnésio dopado com compostos de carbono. 2009. 96 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências, 2009.http://hdl.handle.net/11449/88365000597668rocha_alt_me_bauru.pdf33004056083P78506867595279427Alephreponame:Repositório Institucional da UNESPinstname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)instacron:UNESPporinfo:eu-repo/semantics/openAccess2023-11-06T06:07:25Zoai:repositorio.unesp.br:11449/88365Repositório InstitucionalPUBhttp://repositorio.unesp.br/oai/requestopendoar:29462023-11-06T06:07:25Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)false
dc.title.none.fl_str_mv Investigação comparativa das propriedades estruturais do diboreto de magnésio dopado com compostos de carbono
title Investigação comparativa das propriedades estruturais do diboreto de magnésio dopado com compostos de carbono
spellingShingle Investigação comparativa das propriedades estruturais do diboreto de magnésio dopado com compostos de carbono
Rocha, Alcir Laerte Tanck [UNESP]
Microestrutura
Intermetálico
Supercondutor
Medidas magnéticas
Superconductor
Microstructure
Magnetic measurements
title_short Investigação comparativa das propriedades estruturais do diboreto de magnésio dopado com compostos de carbono
title_full Investigação comparativa das propriedades estruturais do diboreto de magnésio dopado com compostos de carbono
title_fullStr Investigação comparativa das propriedades estruturais do diboreto de magnésio dopado com compostos de carbono
title_full_unstemmed Investigação comparativa das propriedades estruturais do diboreto de magnésio dopado com compostos de carbono
title_sort Investigação comparativa das propriedades estruturais do diboreto de magnésio dopado com compostos de carbono
author Rocha, Alcir Laerte Tanck [UNESP]
author_facet Rocha, Alcir Laerte Tanck [UNESP]
author_role author
dc.contributor.none.fl_str_mv Santos, Dayse Iara dos [UNESP]
Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.author.fl_str_mv Rocha, Alcir Laerte Tanck [UNESP]
dc.subject.por.fl_str_mv Microestrutura
Intermetálico
Supercondutor
Medidas magnéticas
Superconductor
Microstructure
Magnetic measurements
topic Microestrutura
Intermetálico
Supercondutor
Medidas magnéticas
Superconductor
Microstructure
Magnetic measurements
description O intermetálico diboreto de magnésio passou a ser um material intensamente estudado a partir de 2001, quando nele encontrou-se a propriedade de supercondição de corrente elétrica. Embora sua transição seja em temperatura relativamente baixa, próximo de 40 K, é grande o interesse comercial neste material devido à provável simplicidade da cinética de reação e à maneira direta e barata de processamento. Partindo de pós precursores ultrafinos de boa qualidade a formação da fase Mg'B IND. 2' parece ocorrer em apenas alguns minutos em temperatura relativamente baixa (650ºC). Sob este ponto de vista, este material é considerado bastante atrativo comercialmente, quando comparado aos supercondutores cerâmicos cujo processamento é muito mais complexo. Entretanto, suas propriedades supercondutoras, assim como nas cerâmicas, dependem da sua microestrutura e, portanto da cinética de formação da fase supercondutora. Além disso, com o objetivo de ampliar a densidade de corrente elétrica sob campos magnéticos cada vez mais altos, tem-se utilizado artifícios tais como a adição de diversos compostos geradores de centros de aprisionamento de fluxo magnético. Entre eles figuram o SiC e o silicone, formados por elementos que podem substituir um dos átomos do composto supercondutor, ou que apenas geram defeitos intersticiais. Neste trabalho, investigou-se a influência das adições de alguns compostos de carbono na formação da fase Mg'B IND. 2', assim como a determinação de alguns aspectos das microestruturas obtidas. Estudou-se também as mudanças na cinética de formação da fase devido à diferente granulação do precursor de magnésio. Os dados obtidos por DRX, ATD/TG, BET e técnicas de medidas magnéticas indicaram que um novo composto testado (gasolina azul) poderá apresentar características vantajosas com relação a outras adições mais conhecidas.
publishDate 2009
dc.date.none.fl_str_mv 2009-08-20
2014-06-11T19:23:26Z
2014-06-11T19:23:26Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv ROCHA, Alcir Laerte Tanck. Investigação comparativa das propriedades estruturais do diboreto de magnésio dopado com compostos de carbono. 2009. 96 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências, 2009.
http://hdl.handle.net/11449/88365
000597668
rocha_alt_me_bauru.pdf
33004056083P7
8506867595279427
identifier_str_mv ROCHA, Alcir Laerte Tanck. Investigação comparativa das propriedades estruturais do diboreto de magnésio dopado com compostos de carbono. 2009. 96 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências, 2009.
000597668
rocha_alt_me_bauru.pdf
33004056083P7
8506867595279427
url http://hdl.handle.net/11449/88365
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv 96 f. : il.
application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.source.none.fl_str_mv Aleph
reponame:Repositório Institucional da UNESP
instname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron:UNESP
instname_str Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron_str UNESP
institution UNESP
reponame_str Repositório Institucional da UNESP
collection Repositório Institucional da UNESP
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1803651577858228224