Efeitos da superestimulação ovariana sobre a competência oocitária e embrionária em bovinos: possível participação dos exossomos presentes no fluido folicular

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2016
Autor(a) principal: Franchi, Fernanda Fagali [UNESP]
Orientador(a): Não Informado pela instituição
Banca de defesa: Não Informado pela instituição
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade Estadual Paulista (Unesp)
Programa de Pós-Graduação: Não Informado pela instituição
Departamento: Não Informado pela instituição
País: Não Informado pela instituição
Palavras-chave em Português:
FSH
eCG
Link de acesso: http://hdl.handle.net/11449/140293
Resumo: A superestimulação ovariana é uma das biotecnologias utilizadas com objetivo de aumentar o potencial reprodutivo de fêmeas com alto valor econômico através da obtenção de múltiplas ovulações e tem sido amplamente empregada na espécie bovina. O conhecimento da dinâmica folicular permitiu o desenvolvimento de diversos protocolos hormonais capazes de regular o desenvolvimento folicular, o momento e o número de ovulações produzidas. As duas gonadotrofinas mais utilizadas para induzir o crescimento de múltiplos folículos durante esses protocolos são o hormônio folículo-estimulante (FSH) e a gonadotrofina coriônica equina (eCG); e ambos têm se mostrado eficazes. Sabe-se que a utilização da superestimulação ovariana utilizando FSH provoca mudanças positivas nos complexos cumulus-oócito (CCOs) e que a utilização do eCG no final do tratamento superestimulatório aumenta a resposta ovulatória, a ocorrência de estro, as concentrações de progesterona e as taxas de prenhes em programas de inseminação artificial (IA). Deste modo, o uso desses protocolos parece alterar o microambiente folicular e consequentemente a competência dos CCOs que se desenvolvem nele. Dentre os vários fatores presentes nesse microambiente estão as vesículas extracelulares (VEs; incluindo os exossomos), que carregam diversas moléculas como mRNA e microRNAs (miRNAs). Diante disso, o presente estudo visou avaliar o efeito da superestimulação ovariana com FSH ou FSH combinado a eCG, sobre a expressão gênica de embriões produzidos a partir de CCOs recuperados de vacas superestimuladas. Adicionalmente, verificou-se se os exossomos presentes no fluido folicular dessas vacas, quando adicionadas durante a maturação in vitro (MIV) de CCOs, provenientes de folículos antrais (3-8mm), são capazes de alterar aspectos celulares e moleculares dos CCOs, bem como a produção de blastocistos in vitro. Em suma, os resultados demonstraram que a superestimulação ovariana altera a abundância de mRNAs, relacionados à competência embrionária, em blastocistos produzidos à partir dos CCOs recuperados das vacas superestimuladas. Adicionalmente, também parece modular o conteúdo das exossomos, uma vez que genes relacionados à competência oocitária foram positivamente regulados nos CCOs cultivados na presença dos exossomos, no entanto, sem alterar a competência do CCOs em produzir blastocistos.
id UNSP_7c934644a604401b13ae651d73ed7277
oai_identifier_str oai:repositorio.unesp.br:11449/140293
network_acronym_str UNSP
network_name_str Repositório Institucional da UNESP
repository_id_str
spelling Efeitos da superestimulação ovariana sobre a competência oocitária e embrionária em bovinos: possível participação dos exossomos presentes no fluido folicularEffects of ovarian superstimulation on oocyte and embryo competence in cattle: potential role of exosomes present in the follicular fluidSuperestimulação ovarianaExossomosMaturação in vitroFSHeCGA superestimulação ovariana é uma das biotecnologias utilizadas com objetivo de aumentar o potencial reprodutivo de fêmeas com alto valor econômico através da obtenção de múltiplas ovulações e tem sido amplamente empregada na espécie bovina. O conhecimento da dinâmica folicular permitiu o desenvolvimento de diversos protocolos hormonais capazes de regular o desenvolvimento folicular, o momento e o número de ovulações produzidas. As duas gonadotrofinas mais utilizadas para induzir o crescimento de múltiplos folículos durante esses protocolos são o hormônio folículo-estimulante (FSH) e a gonadotrofina coriônica equina (eCG); e ambos têm se mostrado eficazes. Sabe-se que a utilização da superestimulação ovariana utilizando FSH provoca mudanças positivas nos complexos cumulus-oócito (CCOs) e que a utilização do eCG no final do tratamento superestimulatório aumenta a resposta ovulatória, a ocorrência de estro, as concentrações de progesterona e as taxas de prenhes em programas de inseminação artificial (IA). Deste modo, o uso desses protocolos parece alterar o microambiente folicular e consequentemente a competência dos CCOs que se desenvolvem nele. Dentre os vários fatores presentes nesse microambiente estão as vesículas extracelulares (VEs; incluindo os exossomos), que carregam diversas moléculas como mRNA e microRNAs (miRNAs). Diante disso, o presente estudo visou avaliar o efeito da superestimulação ovariana com FSH ou FSH combinado a eCG, sobre a expressão gênica de embriões produzidos a partir de CCOs recuperados de vacas superestimuladas. Adicionalmente, verificou-se se os exossomos presentes no fluido folicular dessas vacas, quando adicionadas durante a maturação in vitro (MIV) de CCOs, provenientes de folículos antrais (3-8mm), são capazes de alterar aspectos celulares e moleculares dos CCOs, bem como a produção de blastocistos in vitro. Em suma, os resultados demonstraram que a superestimulação ovariana altera a abundância de mRNAs, relacionados à competência embrionária, em blastocistos produzidos à partir dos CCOs recuperados das vacas superestimuladas. Adicionalmente, também parece modular o conteúdo das exossomos, uma vez que genes relacionados à competência oocitária foram positivamente regulados nos CCOs cultivados na presença dos exossomos, no entanto, sem alterar a competência do CCOs em produzir blastocistos.Ovarian superestimulation is a biotecnology used to increase the reproductive potential of females with high economic value by obtaining multiple ovulations and has been widely used in cattle. The follicular dynamics knowledge allows the development of numerous hormonal protocols able to regulate follicular development, the moment and the number of ovulations produced. Two most used gonadotrophins to induce the growth of multiple follicles during these protocols are follicle stimulating hormone (FSH) and chorionic gonadotropin equine (eCG) and both have proven effective. It is known that the ovarian superstimulation using FSH causes positives changes in cumulus-oocyte complexes (COCs) and the use of eCG at the end of superstimulatory treatment increases the ovulatory response, the oestrus occurrence, progesterone concentrations and pregnancy rates in artificial insemination (AI). Thus, these protocols seems to alter the follicular microenvironment and therefore the competence of COCs that development it. Among the several factors presents in this microenvironment are the extracellular vesicles (EVs; including the exosomes), that carry different molecules such mRNA and microRNA (miRNAs). Therefore, this study aimed to assess the effects of ovarian superstimulation with FSH or FSH combined with eCG on embryo gene expression produced from COCs recovered from superstimulated cows. Additionally, it was checked if the exosomes presents in follicular fluid from these cows, when added during in vitro maturation (IVM) of COCs from antral follicles (3-8mm), are able to altering COCs cellular and molecular aspects and the in vitro blastocyst production. Briefly, the results showed the ovarian superstimulation change the mRNA abundance related to the embryo competence in blastocyst produced from COCs recovered from superstimulated cows. Furthermore, it also seems to modulate the exosome content, since the genes related to the oocyte competence are upregulated in COCs cultured in exosomes presence, however, without changing the COCs competence to produce blastocysts.Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)Universidade Estadual Paulista (Unesp)Castilho, Anthony César de Souza [UNESP]Universidade Estadual Paulista (Unesp)Franchi, Fernanda Fagali [UNESP]2016-07-06T16:37:26Z2016-07-06T16:37:26Z2016-03-04info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesisapplication/pdfapplication/pdfhttp://hdl.handle.net/11449/14029300087035533004064052P0porinfo:eu-repo/semantics/openAccessreponame:Repositório Institucional da UNESPinstname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)instacron:UNESP2023-11-24T06:18:52Zoai:repositorio.unesp.br:11449/140293Repositório InstitucionalPUBhttp://repositorio.unesp.br/oai/requestopendoar:29462023-11-24T06:18:52Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)false
dc.title.none.fl_str_mv Efeitos da superestimulação ovariana sobre a competência oocitária e embrionária em bovinos: possível participação dos exossomos presentes no fluido folicular
Effects of ovarian superstimulation on oocyte and embryo competence in cattle: potential role of exosomes present in the follicular fluid
title Efeitos da superestimulação ovariana sobre a competência oocitária e embrionária em bovinos: possível participação dos exossomos presentes no fluido folicular
spellingShingle Efeitos da superestimulação ovariana sobre a competência oocitária e embrionária em bovinos: possível participação dos exossomos presentes no fluido folicular
Franchi, Fernanda Fagali [UNESP]
Superestimulação ovariana
Exossomos
Maturação in vitro
FSH
eCG
title_short Efeitos da superestimulação ovariana sobre a competência oocitária e embrionária em bovinos: possível participação dos exossomos presentes no fluido folicular
title_full Efeitos da superestimulação ovariana sobre a competência oocitária e embrionária em bovinos: possível participação dos exossomos presentes no fluido folicular
title_fullStr Efeitos da superestimulação ovariana sobre a competência oocitária e embrionária em bovinos: possível participação dos exossomos presentes no fluido folicular
title_full_unstemmed Efeitos da superestimulação ovariana sobre a competência oocitária e embrionária em bovinos: possível participação dos exossomos presentes no fluido folicular
title_sort Efeitos da superestimulação ovariana sobre a competência oocitária e embrionária em bovinos: possível participação dos exossomos presentes no fluido folicular
author Franchi, Fernanda Fagali [UNESP]
author_facet Franchi, Fernanda Fagali [UNESP]
author_role author
dc.contributor.none.fl_str_mv Castilho, Anthony César de Souza [UNESP]
Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.author.fl_str_mv Franchi, Fernanda Fagali [UNESP]
dc.subject.por.fl_str_mv Superestimulação ovariana
Exossomos
Maturação in vitro
FSH
eCG
topic Superestimulação ovariana
Exossomos
Maturação in vitro
FSH
eCG
description A superestimulação ovariana é uma das biotecnologias utilizadas com objetivo de aumentar o potencial reprodutivo de fêmeas com alto valor econômico através da obtenção de múltiplas ovulações e tem sido amplamente empregada na espécie bovina. O conhecimento da dinâmica folicular permitiu o desenvolvimento de diversos protocolos hormonais capazes de regular o desenvolvimento folicular, o momento e o número de ovulações produzidas. As duas gonadotrofinas mais utilizadas para induzir o crescimento de múltiplos folículos durante esses protocolos são o hormônio folículo-estimulante (FSH) e a gonadotrofina coriônica equina (eCG); e ambos têm se mostrado eficazes. Sabe-se que a utilização da superestimulação ovariana utilizando FSH provoca mudanças positivas nos complexos cumulus-oócito (CCOs) e que a utilização do eCG no final do tratamento superestimulatório aumenta a resposta ovulatória, a ocorrência de estro, as concentrações de progesterona e as taxas de prenhes em programas de inseminação artificial (IA). Deste modo, o uso desses protocolos parece alterar o microambiente folicular e consequentemente a competência dos CCOs que se desenvolvem nele. Dentre os vários fatores presentes nesse microambiente estão as vesículas extracelulares (VEs; incluindo os exossomos), que carregam diversas moléculas como mRNA e microRNAs (miRNAs). Diante disso, o presente estudo visou avaliar o efeito da superestimulação ovariana com FSH ou FSH combinado a eCG, sobre a expressão gênica de embriões produzidos a partir de CCOs recuperados de vacas superestimuladas. Adicionalmente, verificou-se se os exossomos presentes no fluido folicular dessas vacas, quando adicionadas durante a maturação in vitro (MIV) de CCOs, provenientes de folículos antrais (3-8mm), são capazes de alterar aspectos celulares e moleculares dos CCOs, bem como a produção de blastocistos in vitro. Em suma, os resultados demonstraram que a superestimulação ovariana altera a abundância de mRNAs, relacionados à competência embrionária, em blastocistos produzidos à partir dos CCOs recuperados das vacas superestimuladas. Adicionalmente, também parece modular o conteúdo das exossomos, uma vez que genes relacionados à competência oocitária foram positivamente regulados nos CCOs cultivados na presença dos exossomos, no entanto, sem alterar a competência do CCOs em produzir blastocistos.
publishDate 2016
dc.date.none.fl_str_mv 2016-07-06T16:37:26Z
2016-07-06T16:37:26Z
2016-03-04
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://hdl.handle.net/11449/140293
000870355
33004064052P0
url http://hdl.handle.net/11449/140293
identifier_str_mv 000870355
33004064052P0
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv application/pdf
application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Repositório Institucional da UNESP
instname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron:UNESP
instname_str Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron_str UNESP
institution UNESP
reponame_str Repositório Institucional da UNESP
collection Repositório Institucional da UNESP
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1800401187647782912