Efeitos da Calcarea phosphorica 6CH e do alendronato na reparação da lesão óssea em ratas ovariectomizadas

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2010
Autor(a) principal: Farina, Vitor Hugo [UNESP]
Orientador(a): Não Informado pela instituição
Banca de defesa: Não Informado pela instituição
Tipo de documento: Tese
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade Estadual Paulista (Unesp)
Programa de Pós-Graduação: Não Informado pela instituição
Departamento: Não Informado pela instituição
País: Não Informado pela instituição
Palavras-chave em Português:
Link de acesso: http://hdl.handle.net/11449/104559
Resumo: A osteoporose é uma das doenças mais prevalentes entre os idosos. Há na literatura poucos relatos sobre a ação de medicamentos homeopáticos no tratamento da osteoporose e na reparação óssea na vigência desta doença. O objetivo deste trabalho foi avaliar a ação do medicamento homeopático Calcarea phosphorica 6CH (CP) em comparação ao medicamento alopático alendronato (A) na reparação óssea em ratas ovariectomizadas. Foram utilizados quatro grupos de 30 ratas, sendo três grupos submetidos à ovariectomia (OVZ) e um à cirurgia sham. Após 60 dias foi realizada uma lesão monocortical nas tíbias de todas as ratas e iniciados os tratamentos: I- OVZ/tratado com A (1,2 mg/ml, três vezes por semana/animal), II- OVZ/tratado com CP (2 glóbulos/1 ml água/dia/animal), III- OVZ/tratado com água (1 ml/dia/animal) e IV- sham tratado com água (1 ml/dia/animal). Os animais (n= 6) foram sacrificados após 3, 6, 10, 17 e 28 dias da confecção da lesão óssea. As tíbias foram fixadas em formol 10%, submetidas à análise radiográfica, descalcificadas e submetidas à análise histológica/histomorfométrica. Os resultados mostraram que CP estimulou proliferação tecidual intensa com formação de calo mais volumoso que os demais grupos nas fases iniciais da reparação, no entanto este calo mostrou grande quantidade de tecido mole que foi rapidamente remodelado. A quantidade proporcional de tecido ósseo no calo variou entre os diferentes tratamentos, mas a quantidade de osso ao final do experimento foi semelhante entre os grupos. Enquanto com A formou-se inicialmente bastante osso que mostrou resistência à remodelação, com CP houve pouca formação óssea inicial, que aumentou até o final do experimento. Concluiu-se que a Calcarea phosphorica estimulou a reparação óssea por um mecanismo de ação diferente do alendronato e que o alendronato foi a melhor opção para...
id UNSP_def813850c89d5560e7ee5b73fb415db
oai_identifier_str oai:repositorio.unesp.br:11449/104559
network_acronym_str UNSP
network_name_str Repositório Institucional da UNESP
repository_id_str
spelling Efeitos da Calcarea phosphorica 6CH e do alendronato na reparação da lesão óssea em ratas ovariectomizadasOsteoporoseHomeopatiaDifosfonatosAlendronatoCalcarea phosphoricaAlopatiaOsteoporosisDiphosphonatesAlopathyA osteoporose é uma das doenças mais prevalentes entre os idosos. Há na literatura poucos relatos sobre a ação de medicamentos homeopáticos no tratamento da osteoporose e na reparação óssea na vigência desta doença. O objetivo deste trabalho foi avaliar a ação do medicamento homeopático Calcarea phosphorica 6CH (CP) em comparação ao medicamento alopático alendronato (A) na reparação óssea em ratas ovariectomizadas. Foram utilizados quatro grupos de 30 ratas, sendo três grupos submetidos à ovariectomia (OVZ) e um à cirurgia sham. Após 60 dias foi realizada uma lesão monocortical nas tíbias de todas as ratas e iniciados os tratamentos: I- OVZ/tratado com A (1,2 mg/ml, três vezes por semana/animal), II- OVZ/tratado com CP (2 glóbulos/1 ml água/dia/animal), III- OVZ/tratado com água (1 ml/dia/animal) e IV- sham tratado com água (1 ml/dia/animal). Os animais (n= 6) foram sacrificados após 3, 6, 10, 17 e 28 dias da confecção da lesão óssea. As tíbias foram fixadas em formol 10%, submetidas à análise radiográfica, descalcificadas e submetidas à análise histológica/histomorfométrica. Os resultados mostraram que CP estimulou proliferação tecidual intensa com formação de calo mais volumoso que os demais grupos nas fases iniciais da reparação, no entanto este calo mostrou grande quantidade de tecido mole que foi rapidamente remodelado. A quantidade proporcional de tecido ósseo no calo variou entre os diferentes tratamentos, mas a quantidade de osso ao final do experimento foi semelhante entre os grupos. Enquanto com A formou-se inicialmente bastante osso que mostrou resistência à remodelação, com CP houve pouca formação óssea inicial, que aumentou até o final do experimento. Concluiu-se que a Calcarea phosphorica estimulou a reparação óssea por um mecanismo de ação diferente do alendronato e que o alendronato foi a melhor opção para...Osteoporosis is one of the most prevalent diseases in the elderly population. There are few reports in scientific literature about the efficiency of homeopathy in the treatment of osteoporosis and in bone repair in the presence of this disease. The aim of this work was to evaluate the efficiency of the homeopathic medicine Calcarea phosphorica 6CH (CP) compared to alendronate (A) on bone repair in ovariectomized rats. Four groups of 30 female rats were used. Three of these groups were submitted to ovariectomy (OVX) and one group had sham surgery (S). After 60 days, a 2,5mm monocortical lesion was drilled on the tibiae of all rats and treatment began according to: A- OVX/alendronate (1,2mg/ml/3times a week/rat), CP- OVX/Calcarea phosp 6CH (2 globules/1ml/day/rat), O- OVX/placebo (1ml/day/rat) and S- sham/placebo (1ml/day/rat). The animals (n=6) were sacrificed 3, 6, 10, 17 and 28 days after making the bone defect. The tibiae were fixed in 10% phormol solution, submitted to digital X ray, decalcified and submitted to histological and histomorphometric analyses. The results showed that CP stimulated intense tissue proliferation leading to the formation of a callus larger than the other groups in the initial phases of repair (10 days), but this callus showed a large amount of soft tissue that was fast remodeled. The amount of bone tissue in the callus varied among the different treatments but, at the end of the experimental period (28 days) all groups showed equivalent amounts. The treatment with A showed earlier bone formation, which was resistent to remodelation while with CP bone formed later, accumulated progressively and showed remodelation. It was concluded that alendronate and Calcarea phosphorica stimulated bone repair by different mechanisms of action and that alendronate was a better option of treatment of bone lesions being Calcarea phosphorica 6CH better than absence... (Complete abstract click electronic access below)Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)Universidade Estadual Paulista (Unesp)Brandão, Adriana Aigotti Haberbeck [UNESP]Universidade Estadual Paulista (Unesp)Farina, Vitor Hugo [UNESP]2014-06-11T19:33:24Z2014-06-11T19:33:24Z2010-07-27info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/doctoralThesis140 f. : il.application/pdfFARINA, Vitor Hugo. Efeitos da Calcarea phosphorica 6CH e do alendronato na reparação da lesão óssea em ratas ovariectomizadas. 2010. 140 f. Tese (doutorado) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de São Jose dos Campos, 2010.http://hdl.handle.net/11449/104559000632152farina_vh_dr_sjc.pdf33004145081P0Alephreponame:Repositório Institucional da UNESPinstname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)instacron:UNESPporinfo:eu-repo/semantics/openAccess2023-10-20T06:04:18Zoai:repositorio.unesp.br:11449/104559Repositório InstitucionalPUBhttp://repositorio.unesp.br/oai/requestopendoar:29462023-10-20T06:04:18Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)false
dc.title.none.fl_str_mv Efeitos da Calcarea phosphorica 6CH e do alendronato na reparação da lesão óssea em ratas ovariectomizadas
title Efeitos da Calcarea phosphorica 6CH e do alendronato na reparação da lesão óssea em ratas ovariectomizadas
spellingShingle Efeitos da Calcarea phosphorica 6CH e do alendronato na reparação da lesão óssea em ratas ovariectomizadas
Farina, Vitor Hugo [UNESP]
Osteoporose
Homeopatia
Difosfonatos
Alendronato
Calcarea phosphorica
Alopatia
Osteoporosis
Diphosphonates
Alopathy
title_short Efeitos da Calcarea phosphorica 6CH e do alendronato na reparação da lesão óssea em ratas ovariectomizadas
title_full Efeitos da Calcarea phosphorica 6CH e do alendronato na reparação da lesão óssea em ratas ovariectomizadas
title_fullStr Efeitos da Calcarea phosphorica 6CH e do alendronato na reparação da lesão óssea em ratas ovariectomizadas
title_full_unstemmed Efeitos da Calcarea phosphorica 6CH e do alendronato na reparação da lesão óssea em ratas ovariectomizadas
title_sort Efeitos da Calcarea phosphorica 6CH e do alendronato na reparação da lesão óssea em ratas ovariectomizadas
author Farina, Vitor Hugo [UNESP]
author_facet Farina, Vitor Hugo [UNESP]
author_role author
dc.contributor.none.fl_str_mv Brandão, Adriana Aigotti Haberbeck [UNESP]
Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.author.fl_str_mv Farina, Vitor Hugo [UNESP]
dc.subject.por.fl_str_mv Osteoporose
Homeopatia
Difosfonatos
Alendronato
Calcarea phosphorica
Alopatia
Osteoporosis
Diphosphonates
Alopathy
topic Osteoporose
Homeopatia
Difosfonatos
Alendronato
Calcarea phosphorica
Alopatia
Osteoporosis
Diphosphonates
Alopathy
description A osteoporose é uma das doenças mais prevalentes entre os idosos. Há na literatura poucos relatos sobre a ação de medicamentos homeopáticos no tratamento da osteoporose e na reparação óssea na vigência desta doença. O objetivo deste trabalho foi avaliar a ação do medicamento homeopático Calcarea phosphorica 6CH (CP) em comparação ao medicamento alopático alendronato (A) na reparação óssea em ratas ovariectomizadas. Foram utilizados quatro grupos de 30 ratas, sendo três grupos submetidos à ovariectomia (OVZ) e um à cirurgia sham. Após 60 dias foi realizada uma lesão monocortical nas tíbias de todas as ratas e iniciados os tratamentos: I- OVZ/tratado com A (1,2 mg/ml, três vezes por semana/animal), II- OVZ/tratado com CP (2 glóbulos/1 ml água/dia/animal), III- OVZ/tratado com água (1 ml/dia/animal) e IV- sham tratado com água (1 ml/dia/animal). Os animais (n= 6) foram sacrificados após 3, 6, 10, 17 e 28 dias da confecção da lesão óssea. As tíbias foram fixadas em formol 10%, submetidas à análise radiográfica, descalcificadas e submetidas à análise histológica/histomorfométrica. Os resultados mostraram que CP estimulou proliferação tecidual intensa com formação de calo mais volumoso que os demais grupos nas fases iniciais da reparação, no entanto este calo mostrou grande quantidade de tecido mole que foi rapidamente remodelado. A quantidade proporcional de tecido ósseo no calo variou entre os diferentes tratamentos, mas a quantidade de osso ao final do experimento foi semelhante entre os grupos. Enquanto com A formou-se inicialmente bastante osso que mostrou resistência à remodelação, com CP houve pouca formação óssea inicial, que aumentou até o final do experimento. Concluiu-se que a Calcarea phosphorica estimulou a reparação óssea por um mecanismo de ação diferente do alendronato e que o alendronato foi a melhor opção para...
publishDate 2010
dc.date.none.fl_str_mv 2010-07-27
2014-06-11T19:33:24Z
2014-06-11T19:33:24Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
format doctoralThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv FARINA, Vitor Hugo. Efeitos da Calcarea phosphorica 6CH e do alendronato na reparação da lesão óssea em ratas ovariectomizadas. 2010. 140 f. Tese (doutorado) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de São Jose dos Campos, 2010.
http://hdl.handle.net/11449/104559
000632152
farina_vh_dr_sjc.pdf
33004145081P0
identifier_str_mv FARINA, Vitor Hugo. Efeitos da Calcarea phosphorica 6CH e do alendronato na reparação da lesão óssea em ratas ovariectomizadas. 2010. 140 f. Tese (doutorado) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de São Jose dos Campos, 2010.
000632152
farina_vh_dr_sjc.pdf
33004145081P0
url http://hdl.handle.net/11449/104559
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv 140 f. : il.
application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.source.none.fl_str_mv Aleph
reponame:Repositório Institucional da UNESP
instname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron:UNESP
instname_str Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron_str UNESP
institution UNESP
reponame_str Repositório Institucional da UNESP
collection Repositório Institucional da UNESP
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1800400945704599552