Alterações celulares e teciduais de Echinodermata em resposta ao parasitismo por moluscos eulimídios (Gastropoda: Eulimidae)

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2014
Autor(a) principal: Vinicius Queiroz Araujo
Orientador(a): Márcio Reis Custódio
Banca de defesa: José Eduardo Amoroso Rodriguez Marian, Jose Roberto Machado Cunha da Silva
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade de São Paulo
Programa de Pós-Graduação: Fisiologia Geral
Departamento: Não Informado pela instituição
País: BR
Link de acesso: https://doi.org/10.11606/D.41.2014.tde-09032015-121037
Resumo: Assim como visto nos vertebrado, os invertebrados também possuem um sistema imune bastante complexo, apresentando respostas humorais e celulares. Esta última é a principal forma de defesa, envolvendo células amebóides móveis capazes de isolar e/ou eliminar material estranho. Em equinodermos, as células envolvidas nestas respostas são categorizadas como celomócitos, uma denominação genérica que engloba vários tipos celulares encontrados nas cavidades corporais e no tecido conjuntivo. Entretanto, além da função imune, são reportados como tendo outros papéis diversos, como excreção, digestão, transporte e estocagem de nutrientes e a síntese e deposição de fibras de colágeno e da matriz extracelular Não existe consenso sobre quais os papéis específicos desempenhados por estas células num organismo saudável e nem diante de um processo inflamatório. Assim, o presente trabalho foi realizado para caracterizar o processo inflamatório no espinho de Eucidaris tribuloides causado por sabinella troglodytes, um molusco ectoparasita no espinho. A primeira parte do trabalho traz a caracterização das células da cavidade celomática. Para investigá-las foi realizada uma abordagem integrada onde os celomócitos foram descritos por meio da utilização de células vivas, citoquímica e microscopia eletrônica de transmissão. Foram encontrados sete tipos celulares, sendo um novo e dois pouco conhecidos. Com esta abordagem inicial, foi possível obter as ferramentas necessárias para investigar o processo inflamatório. Para estudar o processo inflamatório no espinho de E. tribuloides, utilizou-se uma abordagem estrutural, combinando histologia, microscopia eletrônica de varredura e microtomografia computadorizada, assim como celular/molecular. Os dados indicam que a inflamação causada pelo molusco parece ser um evento local, que altera tanto a matriz orgânica quanto a calcária, mas parece não se propagar para a cavidade celomática do hospedeiro
id USP_4f773b5885345d9d997b2b95fc5a1b78
oai_identifier_str oai:teses.usp.br:tde-09032015-121037
network_acronym_str USP
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository_id_str
spelling info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesis Alterações celulares e teciduais de Echinodermata em resposta ao parasitismo por moluscos eulimídios (Gastropoda: Eulimidae) Cellular and tissue alterations in Echinodermata in response to parasitism of eulimid snails (Gastropoda: Eulimidae) 2014-12-03Márcio Reis CustódioJosé Eduardo Amoroso Rodriguez MarianJose Roberto Machado Cunha da SilvaVinicius Queiroz AraujoUniversidade de São PauloFisiologia GeralUSPBR Celomócitos Colelomocytes Eulimidae Eulimidae Inflamação Inflammation Parasitism Parasitismo Assim como visto nos vertebrado, os invertebrados também possuem um sistema imune bastante complexo, apresentando respostas humorais e celulares. Esta última é a principal forma de defesa, envolvendo células amebóides móveis capazes de isolar e/ou eliminar material estranho. Em equinodermos, as células envolvidas nestas respostas são categorizadas como celomócitos, uma denominação genérica que engloba vários tipos celulares encontrados nas cavidades corporais e no tecido conjuntivo. Entretanto, além da função imune, são reportados como tendo outros papéis diversos, como excreção, digestão, transporte e estocagem de nutrientes e a síntese e deposição de fibras de colágeno e da matriz extracelular Não existe consenso sobre quais os papéis específicos desempenhados por estas células num organismo saudável e nem diante de um processo inflamatório. Assim, o presente trabalho foi realizado para caracterizar o processo inflamatório no espinho de Eucidaris tribuloides causado por sabinella troglodytes, um molusco ectoparasita no espinho. A primeira parte do trabalho traz a caracterização das células da cavidade celomática. Para investigá-las foi realizada uma abordagem integrada onde os celomócitos foram descritos por meio da utilização de células vivas, citoquímica e microscopia eletrônica de transmissão. Foram encontrados sete tipos celulares, sendo um novo e dois pouco conhecidos. Com esta abordagem inicial, foi possível obter as ferramentas necessárias para investigar o processo inflamatório. Para estudar o processo inflamatório no espinho de E. tribuloides, utilizou-se uma abordagem estrutural, combinando histologia, microscopia eletrônica de varredura e microtomografia computadorizada, assim como celular/molecular. Os dados indicam que a inflamação causada pelo molusco parece ser um evento local, que altera tanto a matriz orgânica quanto a calcária, mas parece não se propagar para a cavidade celomática do hospedeiro The invertebrates, as well as vertebrates, also have a very complex immune system, presenting humoral and cellular responses. The latter is their main form of defense, involving mobile amoeboid cells capable of isolating and/or eliminating foreign material. In Echinodermata, the cells involved in these responses are categorized as coelomocytes. This is a generic term that encompasses various cell types found in the body cavities and connective tissue. However, in addition to immune function, they are reported as having various other roles, such as excretion, digestion, transport and nutrient storage and the synthesis and deposition of collagen fibers and extracellular matrix. There is no consensus on what the specific role played by each one of these cells in healthy individuals and the knowledge about the inflammatory process is much worse. Thus, the present study was performed to characterize the inflammatory process in the spine of Eucidaris tribuloides caused by Sabinella troglodytes, a spine ectoparasites gastropod. The first part of the study provides the characterization of the cells of the coelomic cavity. To investigate them, an integrated approach was used, where the coelomocytes were described through the use of living cells, immunocytochemistry and transmission electron microscopy. Seven cell types were found: one new and two poorly known. This initial approach enables us to obtain the necessary tools to investigate the inflammatory process. To study the inflammatory process in the spine of E. tribuloides, we used a structural approach, combining histology, scanning electron microscopy and computed microtomography, and the cellular/molecular one. The data indicate that inflammation caused by snail appears to be a local event, which alters both the organic and calcareous matrix, but does not seem to be reflected within the coelomic cavity of the host https://doi.org/10.11606/D.41.2014.tde-09032015-121037info:eu-repo/semantics/openAccessporreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USPinstname:Universidade de São Paulo (USP)instacron:USP2023-12-21T18:31:18Zoai:teses.usp.br:tde-09032015-121037Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttp://www.teses.usp.br/PUBhttp://www.teses.usp.br/cgi-bin/mtd2br.plvirginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.bropendoar:27212017-03-08T06:00:43Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)false
dc.title.pt.fl_str_mv Alterações celulares e teciduais de Echinodermata em resposta ao parasitismo por moluscos eulimídios (Gastropoda: Eulimidae)
dc.title.alternative.en.fl_str_mv Cellular and tissue alterations in Echinodermata in response to parasitism of eulimid snails (Gastropoda: Eulimidae)
title Alterações celulares e teciduais de Echinodermata em resposta ao parasitismo por moluscos eulimídios (Gastropoda: Eulimidae)
spellingShingle Alterações celulares e teciduais de Echinodermata em resposta ao parasitismo por moluscos eulimídios (Gastropoda: Eulimidae)
Vinicius Queiroz Araujo
title_short Alterações celulares e teciduais de Echinodermata em resposta ao parasitismo por moluscos eulimídios (Gastropoda: Eulimidae)
title_full Alterações celulares e teciduais de Echinodermata em resposta ao parasitismo por moluscos eulimídios (Gastropoda: Eulimidae)
title_fullStr Alterações celulares e teciduais de Echinodermata em resposta ao parasitismo por moluscos eulimídios (Gastropoda: Eulimidae)
title_full_unstemmed Alterações celulares e teciduais de Echinodermata em resposta ao parasitismo por moluscos eulimídios (Gastropoda: Eulimidae)
title_sort Alterações celulares e teciduais de Echinodermata em resposta ao parasitismo por moluscos eulimídios (Gastropoda: Eulimidae)
author Vinicius Queiroz Araujo
author_facet Vinicius Queiroz Araujo
author_role author
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Márcio Reis Custódio
dc.contributor.referee1.fl_str_mv José Eduardo Amoroso Rodriguez Marian
dc.contributor.referee2.fl_str_mv Jose Roberto Machado Cunha da Silva
dc.contributor.author.fl_str_mv Vinicius Queiroz Araujo
contributor_str_mv Márcio Reis Custódio
José Eduardo Amoroso Rodriguez Marian
Jose Roberto Machado Cunha da Silva
description Assim como visto nos vertebrado, os invertebrados também possuem um sistema imune bastante complexo, apresentando respostas humorais e celulares. Esta última é a principal forma de defesa, envolvendo células amebóides móveis capazes de isolar e/ou eliminar material estranho. Em equinodermos, as células envolvidas nestas respostas são categorizadas como celomócitos, uma denominação genérica que engloba vários tipos celulares encontrados nas cavidades corporais e no tecido conjuntivo. Entretanto, além da função imune, são reportados como tendo outros papéis diversos, como excreção, digestão, transporte e estocagem de nutrientes e a síntese e deposição de fibras de colágeno e da matriz extracelular Não existe consenso sobre quais os papéis específicos desempenhados por estas células num organismo saudável e nem diante de um processo inflamatório. Assim, o presente trabalho foi realizado para caracterizar o processo inflamatório no espinho de Eucidaris tribuloides causado por sabinella troglodytes, um molusco ectoparasita no espinho. A primeira parte do trabalho traz a caracterização das células da cavidade celomática. Para investigá-las foi realizada uma abordagem integrada onde os celomócitos foram descritos por meio da utilização de células vivas, citoquímica e microscopia eletrônica de transmissão. Foram encontrados sete tipos celulares, sendo um novo e dois pouco conhecidos. Com esta abordagem inicial, foi possível obter as ferramentas necessárias para investigar o processo inflamatório. Para estudar o processo inflamatório no espinho de E. tribuloides, utilizou-se uma abordagem estrutural, combinando histologia, microscopia eletrônica de varredura e microtomografia computadorizada, assim como celular/molecular. Os dados indicam que a inflamação causada pelo molusco parece ser um evento local, que altera tanto a matriz orgânica quanto a calcária, mas parece não se propagar para a cavidade celomática do hospedeiro
publishDate 2014
dc.date.issued.fl_str_mv 2014-12-03
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://doi.org/10.11606/D.41.2014.tde-09032015-121037
url https://doi.org/10.11606/D.41.2014.tde-09032015-121037
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.publisher.program.fl_str_mv Fisiologia Geral
dc.publisher.initials.fl_str_mv USP
dc.publisher.country.fl_str_mv BR
publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
instname:Universidade de São Paulo (USP)
instacron:USP
instname_str Universidade de São Paulo (USP)
instacron_str USP
institution USP
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)
repository.mail.fl_str_mv virginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.br
_version_ 1786376682808016896