Modernidades alternadas: representações urbanas em quatro revistas da vanguarda literária na América Latina

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2016
Autor(a) principal: Ricardo Marchesini Galvão
Orientador(a): Monica Junqueira de Camargo
Banca de defesa: Ana Claudia Scaglione Veiga de Castro, Ricardo Hernan Medrano
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade de São Paulo
Programa de Pós-Graduação: Arquitetura e Urbanismo
Departamento: Não Informado pela instituição
País: BR
Link de acesso: https://doi.org/10.11606/D.16.2016.tde-05092016-140445
Resumo: Esta dissertação procurou lançar diferentes interpretações sobre a forma como a cidade foi re-presentada nas revistas Klaxon (1922), Martín Fierro (1924), Revista de Antropofagia (1928) e Sur (1931), publicadas em São Paulo e em Buenos Aires por grupos considerados parte das vanguardas literárias na América Latina. Partindo-se das leituras decorrentes da Escola da De-pendência, perpassando os Estudos Culturais Urbanos e chegando às teorias Pós-Coloniais (sempre dentro da relação entre a crítica literária e a história urbana), buscou-se questionar a ideia de modernidade à qual se habituou associar a conformação das cidades latino-americanas no início do século XX. Com isso, pretende-se demonstrar como a multiplicidade de olhares existente nas diferentes abordagens historiográficas adotadas, mais do que se contraporem ou se substituírem, se complementam, gerando uma riqueza de análise que permite uma constante reinterpretação dos episódios históricos; análise que, feita sobre o conteúdo da fonte primária, pode ser projetada no presente contribuindo para uma melhor compreensão da nossa condição atual. Assim, se em um primeiro momento a leitura das representações urbanas pode apresentar cidades aparentemente homogeneízadas, aos poucos elas são destituídas das interpretações esta-belecidas pela história moderna, apontando para matizes culturais próprios; paralelamente, a identificação das suas semelhanças deixam de corresponder a um ideal de modernidade univer-sal para sugerir a existência de uma estrutura narrativa construída para ocultar as ferramentas de dominação cultural próprias da sociedade moderna burguesa herdeira do sistema colonialista.
id USP_add9c99a3e52bf2165ebfe2a3952c83c
oai_identifier_str oai:teses.usp.br:tde-05092016-140445
network_acronym_str USP
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository_id_str
spelling info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesis Modernidades alternadas: representações urbanas em quatro revistas da vanguarda literária na América Latina Alternated modernities: urban representations in four maga-zines of avant-garde literature in Latin America 2016-03-21Monica Junqueira de CamargoAna Claudia Scaglione Veiga de CastroRicardo Hernan MedranoRicardo Marchesini GalvãoUniversidade de São PauloArquitetura e UrbanismoUSPBR América Latina Avant-garde literature Historiografia urbana Latin America Modernidade Modernity Representação urbana Urban historiography Urban representation Vanguardas literárias Esta dissertação procurou lançar diferentes interpretações sobre a forma como a cidade foi re-presentada nas revistas Klaxon (1922), Martín Fierro (1924), Revista de Antropofagia (1928) e Sur (1931), publicadas em São Paulo e em Buenos Aires por grupos considerados parte das vanguardas literárias na América Latina. Partindo-se das leituras decorrentes da Escola da De-pendência, perpassando os Estudos Culturais Urbanos e chegando às teorias Pós-Coloniais (sempre dentro da relação entre a crítica literária e a história urbana), buscou-se questionar a ideia de modernidade à qual se habituou associar a conformação das cidades latino-americanas no início do século XX. Com isso, pretende-se demonstrar como a multiplicidade de olhares existente nas diferentes abordagens historiográficas adotadas, mais do que se contraporem ou se substituírem, se complementam, gerando uma riqueza de análise que permite uma constante reinterpretação dos episódios históricos; análise que, feita sobre o conteúdo da fonte primária, pode ser projetada no presente contribuindo para uma melhor compreensão da nossa condição atual. Assim, se em um primeiro momento a leitura das representações urbanas pode apresentar cidades aparentemente homogeneízadas, aos poucos elas são destituídas das interpretações esta-belecidas pela história moderna, apontando para matizes culturais próprios; paralelamente, a identificação das suas semelhanças deixam de corresponder a um ideal de modernidade univer-sal para sugerir a existência de uma estrutura narrativa construída para ocultar as ferramentas de dominação cultural próprias da sociedade moderna burguesa herdeira do sistema colonialista. This work intends to do different interpretations of how the city was represented in magazines Klaxon (1922), Martín Fierro (1924), Revista de Antropofagia (1928) e Sur (1931), published in São Paulo and Buenos Aires by groups considered part of the Avant-garde Literature in Latin America. Starting from the Dependence School readings, passing through the Urban Cultural Studies and reaching the Post-colonial theories (always within the relationship between literary criticism and urban history), we sought to question the idea of modernity, often associated with the formation of Latin American cities in the early twentieth century. As a result, it was possible to demonstrate how the multiplicity of perspectives in the different historiographical approach-es, rather than contradict or replace, they complement each other, generating a wealth of analy-sis that allows a constant reinterpretation of historical events. This analysis, done on the content of selected texts, can be projected into the present contributing to a better understanding of our present condition. So, if the first impression upon the urban representations is that they may have apparently homogenized cities, they are gradually devoid of all the established interpreta-tions by modern history, pointing to cultural nuances. At the same time, the similarities between them suggest the existence of a narrative structure built to hide the tools of cultural domination belonging to the modern bourgeois society, heiress of the colonial system. https://doi.org/10.11606/D.16.2016.tde-05092016-140445info:eu-repo/semantics/openAccessporreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USPinstname:Universidade de São Paulo (USP)instacron:USP2023-12-21T18:16:40Zoai:teses.usp.br:tde-05092016-140445Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttp://www.teses.usp.br/PUBhttp://www.teses.usp.br/cgi-bin/mtd2br.plvirginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.bropendoar:27212017-09-04T21:03:48Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)false
dc.title.pt.fl_str_mv Modernidades alternadas: representações urbanas em quatro revistas da vanguarda literária na América Latina
dc.title.alternative.en.fl_str_mv Alternated modernities: urban representations in four maga-zines of avant-garde literature in Latin America
title Modernidades alternadas: representações urbanas em quatro revistas da vanguarda literária na América Latina
spellingShingle Modernidades alternadas: representações urbanas em quatro revistas da vanguarda literária na América Latina
Ricardo Marchesini Galvão
title_short Modernidades alternadas: representações urbanas em quatro revistas da vanguarda literária na América Latina
title_full Modernidades alternadas: representações urbanas em quatro revistas da vanguarda literária na América Latina
title_fullStr Modernidades alternadas: representações urbanas em quatro revistas da vanguarda literária na América Latina
title_full_unstemmed Modernidades alternadas: representações urbanas em quatro revistas da vanguarda literária na América Latina
title_sort Modernidades alternadas: representações urbanas em quatro revistas da vanguarda literária na América Latina
author Ricardo Marchesini Galvão
author_facet Ricardo Marchesini Galvão
author_role author
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Monica Junqueira de Camargo
dc.contributor.referee1.fl_str_mv Ana Claudia Scaglione Veiga de Castro
dc.contributor.referee2.fl_str_mv Ricardo Hernan Medrano
dc.contributor.author.fl_str_mv Ricardo Marchesini Galvão
contributor_str_mv Monica Junqueira de Camargo
Ana Claudia Scaglione Veiga de Castro
Ricardo Hernan Medrano
description Esta dissertação procurou lançar diferentes interpretações sobre a forma como a cidade foi re-presentada nas revistas Klaxon (1922), Martín Fierro (1924), Revista de Antropofagia (1928) e Sur (1931), publicadas em São Paulo e em Buenos Aires por grupos considerados parte das vanguardas literárias na América Latina. Partindo-se das leituras decorrentes da Escola da De-pendência, perpassando os Estudos Culturais Urbanos e chegando às teorias Pós-Coloniais (sempre dentro da relação entre a crítica literária e a história urbana), buscou-se questionar a ideia de modernidade à qual se habituou associar a conformação das cidades latino-americanas no início do século XX. Com isso, pretende-se demonstrar como a multiplicidade de olhares existente nas diferentes abordagens historiográficas adotadas, mais do que se contraporem ou se substituírem, se complementam, gerando uma riqueza de análise que permite uma constante reinterpretação dos episódios históricos; análise que, feita sobre o conteúdo da fonte primária, pode ser projetada no presente contribuindo para uma melhor compreensão da nossa condição atual. Assim, se em um primeiro momento a leitura das representações urbanas pode apresentar cidades aparentemente homogeneízadas, aos poucos elas são destituídas das interpretações esta-belecidas pela história moderna, apontando para matizes culturais próprios; paralelamente, a identificação das suas semelhanças deixam de corresponder a um ideal de modernidade univer-sal para sugerir a existência de uma estrutura narrativa construída para ocultar as ferramentas de dominação cultural próprias da sociedade moderna burguesa herdeira do sistema colonialista.
publishDate 2016
dc.date.issued.fl_str_mv 2016-03-21
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://doi.org/10.11606/D.16.2016.tde-05092016-140445
url https://doi.org/10.11606/D.16.2016.tde-05092016-140445
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.publisher.program.fl_str_mv Arquitetura e Urbanismo
dc.publisher.initials.fl_str_mv USP
dc.publisher.country.fl_str_mv BR
publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
instname:Universidade de São Paulo (USP)
instacron:USP
instname_str Universidade de São Paulo (USP)
instacron_str USP
institution USP
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)
repository.mail.fl_str_mv virginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.br
_version_ 1786376584662351872