Efeitos da exposição gestacional a fração aquosa da Ipomoea carnea no desenvolvimento físico e neurocomportamental da prole de ratos.

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2002
Autor(a) principal: Aline Schwarz
Orientador(a): Helenice de Souza Spinosa
Banca de defesa: Regina Lúcia de Moraes Moreau, Ana Cristina Tasaka
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade de São Paulo
Programa de Pós-Graduação: Toxicologia e Análises Toxicológicas
Departamento: Não Informado pela instituição
País: BR
Link de acesso: https://doi.org/10.11606/D.9.2002.tde-05092006-114207
Resumo: A lpomoea carnea, planta amplamente distribuída no Brasil, quando ingerida pelos animais provoca efeitos neurotóxicos. Não há relatos a respeito de seus efeitos sobre a prole de animais expostos durante a gestação. Assim, no presente trabalho estudou-se os efeitos da exposição à planta durante a gestação de ratas. Os animais receberam, por gavage, a partir do 5° dia de gestação, diferentes concentrações da fração aquosa da planta (0,7; 3,0 ou 15,0 mg/kg/dia). Os filhotes foram analisados quanto ao desenvolvimento físico e reflexológico; quando adultos avaliou-se aspectos comportamentais e níveis de neurotransmissores cerebrais. Os resultados mostraram alta mortalidade dos filhotes expostos à maior dose, que nasceram com menor comprimento. Os sobreviventes apresentaram retardo na abertura dos ouvidos e na geotaxia negativa. Não foram observadas alterações nos vários comportamentos avaliados e nos níveis de neurotransmissores cerebrais destes animais quando adultos. Estes resultados mostram que a exposição de ratos durante a gestação à Ipomoea carnea produz alguns efeitos tóxicos nos recém-nascidos, porém não afeta o desenvolvimento e os parâmetros comportamentais avaliados nos animais já adultos.
id USP_d15b8c10617ecdd66f8205eee7b0076a
oai_identifier_str oai:teses.usp.br:tde-05092006-114207
network_acronym_str USP
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository_id_str
spelling info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesis Efeitos da exposição gestacional a fração aquosa da Ipomoea carnea no desenvolvimento físico e neurocomportamental da prole de ratos. Ipomoea carnea aqueous fraction intake effects during gestation on physical and neurobehavior development of rats offspring. 2002-05-16Helenice de Souza SpinosaRegina Lúcia de Moraes MoreauAna Cristina TasakaAline SchwarzUniversidade de São PauloToxicologia e Análises ToxicológicasUSPBR Intoxicação por plantas em animal Ipomoea carnea Ipomoea carnea Ipomoea em animal Perinatal Perinate Plant (Toxicity) Plantas (Toxicidade) Rat Rato Toxicidade em animal (Experimentos) Toxicidade veterinária (Experimentos) Toxicologia Toxicology A lpomoea carnea, planta amplamente distribuída no Brasil, quando ingerida pelos animais provoca efeitos neurotóxicos. Não há relatos a respeito de seus efeitos sobre a prole de animais expostos durante a gestação. Assim, no presente trabalho estudou-se os efeitos da exposição à planta durante a gestação de ratas. Os animais receberam, por gavage, a partir do 5° dia de gestação, diferentes concentrações da fração aquosa da planta (0,7; 3,0 ou 15,0 mg/kg/dia). Os filhotes foram analisados quanto ao desenvolvimento físico e reflexológico; quando adultos avaliou-se aspectos comportamentais e níveis de neurotransmissores cerebrais. Os resultados mostraram alta mortalidade dos filhotes expostos à maior dose, que nasceram com menor comprimento. Os sobreviventes apresentaram retardo na abertura dos ouvidos e na geotaxia negativa. Não foram observadas alterações nos vários comportamentos avaliados e nos níveis de neurotransmissores cerebrais destes animais quando adultos. Estes resultados mostram que a exposição de ratos durante a gestação à Ipomoea carnea produz alguns efeitos tóxicos nos recém-nascidos, porém não afeta o desenvolvimento e os parâmetros comportamentais avaliados nos animais já adultos. Ipomoea carnea, plant Iargely distributed in Brazil, when ingested by animais causes neurotoxic effects. No relates about it\'s effects upon offspring of animais exposed during gestation period appears in the literature. So, in this work, the effects of the exposure of rats, during the gestation period, to the plant were studied. The rats received, by gavage, since the fifth day of gestation, diferent concentrations of the aqueous fraction of the plant (0.7, 3.0 or 15.0 mg/kg/day). The pups were evaluated by physical and reflexological development; when adults, behavior and cerebral neurotransmitters leveis were analised. The results demonstrated that the pups exposed to the higher dose presented high mortality and smaller size at birth. The survivors showed delay in both ears opening and negative geotaxis. No alterations were observed in ali the behaviors evaluated and in the leveis of cerebral neurotransmitters of the animais when adults. This results shows that exposition of rats during gestation to Ipomoea carnea produce some toxic effects in their offspring that don\'t changes the development and the behaviors parameters evaluated in the rats in adult age. https://doi.org/10.11606/D.9.2002.tde-05092006-114207info:eu-repo/semantics/openAccessporreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USPinstname:Universidade de São Paulo (USP)instacron:USP2023-12-21T18:16:34Zoai:teses.usp.br:tde-05092006-114207Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttp://www.teses.usp.br/PUBhttp://www.teses.usp.br/cgi-bin/mtd2br.plvirginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.bropendoar:27212016-07-28T16:09:55Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)false
dc.title.pt.fl_str_mv Efeitos da exposição gestacional a fração aquosa da Ipomoea carnea no desenvolvimento físico e neurocomportamental da prole de ratos.
dc.title.alternative.en.fl_str_mv Ipomoea carnea aqueous fraction intake effects during gestation on physical and neurobehavior development of rats offspring.
title Efeitos da exposição gestacional a fração aquosa da Ipomoea carnea no desenvolvimento físico e neurocomportamental da prole de ratos.
spellingShingle Efeitos da exposição gestacional a fração aquosa da Ipomoea carnea no desenvolvimento físico e neurocomportamental da prole de ratos.
Aline Schwarz
title_short Efeitos da exposição gestacional a fração aquosa da Ipomoea carnea no desenvolvimento físico e neurocomportamental da prole de ratos.
title_full Efeitos da exposição gestacional a fração aquosa da Ipomoea carnea no desenvolvimento físico e neurocomportamental da prole de ratos.
title_fullStr Efeitos da exposição gestacional a fração aquosa da Ipomoea carnea no desenvolvimento físico e neurocomportamental da prole de ratos.
title_full_unstemmed Efeitos da exposição gestacional a fração aquosa da Ipomoea carnea no desenvolvimento físico e neurocomportamental da prole de ratos.
title_sort Efeitos da exposição gestacional a fração aquosa da Ipomoea carnea no desenvolvimento físico e neurocomportamental da prole de ratos.
author Aline Schwarz
author_facet Aline Schwarz
author_role author
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Helenice de Souza Spinosa
dc.contributor.referee1.fl_str_mv Regina Lúcia de Moraes Moreau
dc.contributor.referee2.fl_str_mv Ana Cristina Tasaka
dc.contributor.author.fl_str_mv Aline Schwarz
contributor_str_mv Helenice de Souza Spinosa
Regina Lúcia de Moraes Moreau
Ana Cristina Tasaka
description A lpomoea carnea, planta amplamente distribuída no Brasil, quando ingerida pelos animais provoca efeitos neurotóxicos. Não há relatos a respeito de seus efeitos sobre a prole de animais expostos durante a gestação. Assim, no presente trabalho estudou-se os efeitos da exposição à planta durante a gestação de ratas. Os animais receberam, por gavage, a partir do 5° dia de gestação, diferentes concentrações da fração aquosa da planta (0,7; 3,0 ou 15,0 mg/kg/dia). Os filhotes foram analisados quanto ao desenvolvimento físico e reflexológico; quando adultos avaliou-se aspectos comportamentais e níveis de neurotransmissores cerebrais. Os resultados mostraram alta mortalidade dos filhotes expostos à maior dose, que nasceram com menor comprimento. Os sobreviventes apresentaram retardo na abertura dos ouvidos e na geotaxia negativa. Não foram observadas alterações nos vários comportamentos avaliados e nos níveis de neurotransmissores cerebrais destes animais quando adultos. Estes resultados mostram que a exposição de ratos durante a gestação à Ipomoea carnea produz alguns efeitos tóxicos nos recém-nascidos, porém não afeta o desenvolvimento e os parâmetros comportamentais avaliados nos animais já adultos.
publishDate 2002
dc.date.issued.fl_str_mv 2002-05-16
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://doi.org/10.11606/D.9.2002.tde-05092006-114207
url https://doi.org/10.11606/D.9.2002.tde-05092006-114207
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.publisher.program.fl_str_mv Toxicologia e Análises Toxicológicas
dc.publisher.initials.fl_str_mv USP
dc.publisher.country.fl_str_mv BR
publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
instname:Universidade de São Paulo (USP)
instacron:USP
instname_str Universidade de São Paulo (USP)
instacron_str USP
institution USP
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)
repository.mail.fl_str_mv virginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.br
_version_ 1786376583475363840