Tratamento de plantas matrizes de Chrysanthemum morifolium Ramat cv. "Bi Time" com N, P, K+, Ca2+ e Mg2+ e calogênese "in vitro"

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2000
Autor(a) principal: Fábio Borgatto
Orientador(a): Murilo de Melo
Banca de defesa: Não Informado pela instituição
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade de São Paulo
Programa de Pós-Graduação: Fisiologia e Bioquímica de Plantas
Departamento: Não Informado pela instituição
País: BR
Link de acesso: https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191108-122659
Resumo: O presente trabalho teve por objetivo estudar o efeito do estado nutricional de plantas matrizes de Chrysanthemum morifolium Ramat cv "Bi Time", na indução e crescimento de calos a partir de explantes caulinares e foliares. Plantas de crisântemo foram cultivadas em vasos plásticos contendo areia lavada, e mantidas em casa de vegetação. Essas plantas foram submetidas a tratamentos com soluções nutritivas contendo diferentes níveis dos nutrientes nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio e magnésio. Decorridos 30, 45 e 60 dias após o início do tratamento com as soluções nutritivas, foram extraídos explantes de segmento caulinar e foliar, e inoculados em meio de cultura MS suplementado com 0,1 mg L-1 Kin e 5,0 mg L-1 NAA. As avaliações foram efetuadas 30 dias após a inoculação, com base no ganho de massa de matéria fresca dos calos formados. Os dados obtidos mostraram que a produção de massa de matéria fresca de calos foi dependente dos níveis e da duração do tratamento com nitrogênio. Resultados similares foram obtidos com o nutriente fósforo, onde maiores e menores doses deste nutriente reduziram a calogênese. Nos experimentos com potássio verificou-se que a calogênese em explantes caulinares foi independente da duração do tratamento, porém foi dependente dos níveis de potássio, enquanto que para o explante foliar observou-se dependência dos níveis e da duração do tratamento. Os resultados obtidos com o cálcio demonstraram grande influência na calogênese "in vitro", a qual foi inversamente proporcional à concentração e diretamente proporcional à duração do tratamento. A calogênese foi diretamente proporcional aos níveis de magnésio, e inversamente proporcional à duração do tratamento em explantes caulinares
id USP_dc13a371d0ff8d7de384ddb85c786972
oai_identifier_str oai:teses.usp.br:tde-20191108-122659
network_acronym_str USP
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository_id_str
spelling info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesis Tratamento de plantas matrizes de Chrysanthemum morifolium Ramat cv. "Bi Time" com N, P, K+, Ca2+ e Mg2+ e calogênese "in vitro" Treatment of Chrysanthemum morifolium Ramat cv "Bi time" with N, P, K+, Ca2+ and Mg2+ and calogenesis in vitro 2000-11-28Murilo de MeloFábio BorgattoUniversidade de São PauloFisiologia e Bioquímica de PlantasUSPBR CÁLCIO CALOGÊNESE IN VITRO CRISÂNTEMO-DA-CHINA ESTADO NUTRICIONAL FÓSFORO MAGNÉSIO NITROGÊNIO POTÁSSIO SOLUÇÃO NUTRITIVA O presente trabalho teve por objetivo estudar o efeito do estado nutricional de plantas matrizes de Chrysanthemum morifolium Ramat cv "Bi Time", na indução e crescimento de calos a partir de explantes caulinares e foliares. Plantas de crisântemo foram cultivadas em vasos plásticos contendo areia lavada, e mantidas em casa de vegetação. Essas plantas foram submetidas a tratamentos com soluções nutritivas contendo diferentes níveis dos nutrientes nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio e magnésio. Decorridos 30, 45 e 60 dias após o início do tratamento com as soluções nutritivas, foram extraídos explantes de segmento caulinar e foliar, e inoculados em meio de cultura MS suplementado com 0,1 mg L-1 Kin e 5,0 mg L-1 NAA. As avaliações foram efetuadas 30 dias após a inoculação, com base no ganho de massa de matéria fresca dos calos formados. Os dados obtidos mostraram que a produção de massa de matéria fresca de calos foi dependente dos níveis e da duração do tratamento com nitrogênio. Resultados similares foram obtidos com o nutriente fósforo, onde maiores e menores doses deste nutriente reduziram a calogênese. Nos experimentos com potássio verificou-se que a calogênese em explantes caulinares foi independente da duração do tratamento, porém foi dependente dos níveis de potássio, enquanto que para o explante foliar observou-se dependência dos níveis e da duração do tratamento. Os resultados obtidos com o cálcio demonstraram grande influência na calogênese "in vitro", a qual foi inversamente proporcional à concentração e diretamente proporcional à duração do tratamento. A calogênese foi diretamente proporcional aos níveis de magnésio, e inversamente proporcional à duração do tratamento em explantes caulinares This work was aimed at investigating the effect of Chrysanthemum morifolium Ramat plants mineral nutrition on tissue explants callogênesis induction and callus growth. Chrysanthemum morifolium Ramat cv "Bi Time" plants were sandy grown in plastic pots mantained in greenhouse under 8/16 hour photoperiod and environmental temperature. These plants were treated with mineral nutritive solution containing differents leveIs of nitrogen, phosphorus, potassium, calcium and magnesium for 60 days. ExpIants (leaves and shoots) were collected after 30, 45 and 60 days after mineral treatment started and inoculated on Murashige and Skoog growth medium suplemented with kinetin 0.1 mg.L-1 and naphthalen acetic acid 5.0 mg.L-1. lncubation conditions were 8/16 hours photoperiod and 26+ 2° C temperature. Evaluations based on callus fresh weight were carried out at 30 days after explants inoculation. The obtained results indicated the callogenesis induction and the callus cells growth to be nitrogen and potassium leveIs and treatment duration dependent. LeveIs of Phosphorus higher or Iower than that of complet nutritive solution caused reduced calogenese and callus growth. Callogenesis induction was great by calcium dependent, being inversely proportional to the calcium concentration e directly proportional to the treatment duration. Magnesium treatment affects callogenesis and cell growth positively,but the long duration calcium treatments reduced callogenesis on shoot explants https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191108-122659info:eu-repo/semantics/openAccessporreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USPinstname:Universidade de São Paulo (USP)instacron:USP2023-12-21T19:36:50Zoai:teses.usp.br:tde-20191108-122659Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttp://www.teses.usp.br/PUBhttp://www.teses.usp.br/cgi-bin/mtd2br.plvirginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.bropendoar:27212019-11-08T23:45:43Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)false
dc.title.pt.fl_str_mv Tratamento de plantas matrizes de Chrysanthemum morifolium Ramat cv. "Bi Time" com N, P, K+, Ca2+ e Mg2+ e calogênese "in vitro"
dc.title.alternative.en.fl_str_mv Treatment of Chrysanthemum morifolium Ramat cv "Bi time" with N, P, K+, Ca2+ and Mg2+ and calogenesis in vitro
title Tratamento de plantas matrizes de Chrysanthemum morifolium Ramat cv. "Bi Time" com N, P, K+, Ca2+ e Mg2+ e calogênese "in vitro"
spellingShingle Tratamento de plantas matrizes de Chrysanthemum morifolium Ramat cv. "Bi Time" com N, P, K+, Ca2+ e Mg2+ e calogênese "in vitro"
Fábio Borgatto
title_short Tratamento de plantas matrizes de Chrysanthemum morifolium Ramat cv. "Bi Time" com N, P, K+, Ca2+ e Mg2+ e calogênese "in vitro"
title_full Tratamento de plantas matrizes de Chrysanthemum morifolium Ramat cv. "Bi Time" com N, P, K+, Ca2+ e Mg2+ e calogênese "in vitro"
title_fullStr Tratamento de plantas matrizes de Chrysanthemum morifolium Ramat cv. "Bi Time" com N, P, K+, Ca2+ e Mg2+ e calogênese "in vitro"
title_full_unstemmed Tratamento de plantas matrizes de Chrysanthemum morifolium Ramat cv. "Bi Time" com N, P, K+, Ca2+ e Mg2+ e calogênese "in vitro"
title_sort Tratamento de plantas matrizes de Chrysanthemum morifolium Ramat cv. "Bi Time" com N, P, K+, Ca2+ e Mg2+ e calogênese "in vitro"
author Fábio Borgatto
author_facet Fábio Borgatto
author_role author
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Murilo de Melo
dc.contributor.author.fl_str_mv Fábio Borgatto
contributor_str_mv Murilo de Melo
description O presente trabalho teve por objetivo estudar o efeito do estado nutricional de plantas matrizes de Chrysanthemum morifolium Ramat cv "Bi Time", na indução e crescimento de calos a partir de explantes caulinares e foliares. Plantas de crisântemo foram cultivadas em vasos plásticos contendo areia lavada, e mantidas em casa de vegetação. Essas plantas foram submetidas a tratamentos com soluções nutritivas contendo diferentes níveis dos nutrientes nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio e magnésio. Decorridos 30, 45 e 60 dias após o início do tratamento com as soluções nutritivas, foram extraídos explantes de segmento caulinar e foliar, e inoculados em meio de cultura MS suplementado com 0,1 mg L-1 Kin e 5,0 mg L-1 NAA. As avaliações foram efetuadas 30 dias após a inoculação, com base no ganho de massa de matéria fresca dos calos formados. Os dados obtidos mostraram que a produção de massa de matéria fresca de calos foi dependente dos níveis e da duração do tratamento com nitrogênio. Resultados similares foram obtidos com o nutriente fósforo, onde maiores e menores doses deste nutriente reduziram a calogênese. Nos experimentos com potássio verificou-se que a calogênese em explantes caulinares foi independente da duração do tratamento, porém foi dependente dos níveis de potássio, enquanto que para o explante foliar observou-se dependência dos níveis e da duração do tratamento. Os resultados obtidos com o cálcio demonstraram grande influência na calogênese "in vitro", a qual foi inversamente proporcional à concentração e diretamente proporcional à duração do tratamento. A calogênese foi diretamente proporcional aos níveis de magnésio, e inversamente proporcional à duração do tratamento em explantes caulinares
publishDate 2000
dc.date.issued.fl_str_mv 2000-11-28
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191108-122659
url https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191108-122659
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.publisher.program.fl_str_mv Fisiologia e Bioquímica de Plantas
dc.publisher.initials.fl_str_mv USP
dc.publisher.country.fl_str_mv BR
publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
instname:Universidade de São Paulo (USP)
instacron:USP
instname_str Universidade de São Paulo (USP)
instacron_str USP
institution USP
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)
repository.mail.fl_str_mv virginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.br
_version_ 1786376998168297472