Expectativas dos indivíduos homeopatas de Itajaí a respeito de sua participação no SUS local

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2006
Autor(a) principal: Durgante, Loreci Pereira
Orientador(a): Não Informado pela instituição
Banca de defesa: Não Informado pela instituição
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Florianópolis, SC
Programa de Pós-Graduação: Não Informado pela instituição
Departamento: Não Informado pela instituição
País: Não Informado pela instituição
Palavras-chave em Português:
Link de acesso: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/88256
Resumo: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública.
id UFSC_dcdbb7161936354bc76f3d3bf8253665
oai_identifier_str oai:repositorio.ufsc.br:123456789/88256
network_acronym_str UFSC
network_name_str Repositório Institucional da UFSC
repository_id_str
spelling Expectativas dos indivíduos homeopatas de Itajaí a respeito de sua participação no SUS localSaúde públicaHomeopatiaDissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública.A busca por terapêuticas mais humanizadas é uma demanda cada vez maior, não só pela população em geral, como pelos estudantes das áreas da saúde e instituições governamentais, embora por caminhos e necessidades diferentes Em um momento de "crise da saúde e medicina" mundiais, as medicinas não convencionais como a homeopatia são vistas por quem faz gestão em Saúde Pública como uma opção ao alto custo da medicina alopática baseada em exames; para o paciente é vista como uma oportunidade de ser tratado como um todo e não apenas como uma doença a ser diagnosticada; para quem estuda, é a redescoberta de outras formas de tratar em saúde que antecedem ao relatório Flexner. Embora a homeopatia tenha avançado consideravelmente nas duas últimas décadas no sentido de sua legitimação e atualmente a OMS preconize a implantação da mesma bem como de outras práticas médicas consideradas complementares ou alternativas, como a acupuntura e fitoterapia nos serviços públicos de saúde, isso não ocorre de forma habitual e nem mesmo em meios acadêmicos. Ao mesmo tempo em que percebe-se movimentos de re-inserção e expansão da homeopatia em todo o país e, especialmente em Santa Catarina, na cidade de Itajaí onde encontra-se em processo de implantação no SUS, faz-se necessário (é relevante) avaliar qual ou quais estilos de pensamento estão presentes neste movimento que justifique-o de forma sólida uma vez que a história deste sistema médico tem demonstrado não ser linear, mas sim caracterizada por ascensões e quedas fruto das oportunidades que foram ou não estrategicamente aproveitadas . Visando a reflexão e à colaboração no processo de construção de conhecimentos sobre a homeopatia em serviços públicos de saúde, o presente trabalho tem por objetivo investigar o(s) estilo(s) de pensamento dos homeopatas que estavam mobilizados pela implantação da mesma em contraste com o modelo SUS de atenção primária na cidade de Itajaí. Para tal foi realizada uma pesquisa qualitativa, com o referencial de Minayo. A técnica para coleta de dados foi a entrevista semi-estruturada e a análise dos dados foi realizada pela análise de conteúdo. Foram entrevistados oito profissionais médicos homeopatas que residiam no Vale do Itajaí, com diferentes tempo de prática e âmbito de atuação (particular, voluntariado) participantes do grupo de profissionais homeopatas do Vale do Itajaí interessados na implantação da homeopatia na mesma cidade. A análise demonstrou, como aspectos principais, as possibilidades da Homeopatia no SUS no sentido de reforçar a humanização do atendimento e a busca por uma boa medicina, além de ser um tratamento barato o que vai de encontro com os objetivos de quem financia os serviços de saúde. Como limitações foram apontadas aquelas próprias da homeopatia principalmente a ortodoxa (unicista), a organização atual do SUS em Itajaí em relação ao tempo de atendimento e números de consultas. Aponta também para a estrutura necessária como farmácia homeopática, serviço de sobre-aviso e urgência homeopáticos, estes últimos não existentes na região. Ocorrendo as devidas adaptações esta inserção é viável, entretanto remete à necessidade de reflexão no sentido de contribuir para que a homeopatia não perca sua identidade neste processo.Florianópolis, SCDa Ros, Marco AurélioUniversidade Federal de Santa CatarinaDurgante, Loreci Pereira2012-10-22T07:04:04Z2012-10-22T07:04:04Z20062006info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesisapplication/pdf230925http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/88256porreponame:Repositório Institucional da UFSCinstname:Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)instacron:UFSCinfo:eu-repo/semantics/openAccess2013-05-05T00:06:20Zoai:repositorio.ufsc.br:123456789/88256Repositório InstitucionalPUBhttp://150.162.242.35/oai/requestopendoar:23732013-05-05T00:06:20Repositório Institucional da UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)false
dc.title.none.fl_str_mv Expectativas dos indivíduos homeopatas de Itajaí a respeito de sua participação no SUS local
title Expectativas dos indivíduos homeopatas de Itajaí a respeito de sua participação no SUS local
spellingShingle Expectativas dos indivíduos homeopatas de Itajaí a respeito de sua participação no SUS local
Durgante, Loreci Pereira
Saúde pública
Homeopatia
title_short Expectativas dos indivíduos homeopatas de Itajaí a respeito de sua participação no SUS local
title_full Expectativas dos indivíduos homeopatas de Itajaí a respeito de sua participação no SUS local
title_fullStr Expectativas dos indivíduos homeopatas de Itajaí a respeito de sua participação no SUS local
title_full_unstemmed Expectativas dos indivíduos homeopatas de Itajaí a respeito de sua participação no SUS local
title_sort Expectativas dos indivíduos homeopatas de Itajaí a respeito de sua participação no SUS local
author Durgante, Loreci Pereira
author_facet Durgante, Loreci Pereira
author_role author
dc.contributor.none.fl_str_mv Da Ros, Marco Aurélio
Universidade Federal de Santa Catarina
dc.contributor.author.fl_str_mv Durgante, Loreci Pereira
dc.subject.por.fl_str_mv Saúde pública
Homeopatia
topic Saúde pública
Homeopatia
description Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública.
publishDate 2006
dc.date.none.fl_str_mv 2006
2006
2012-10-22T07:04:04Z
2012-10-22T07:04:04Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv 230925
http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/88256
identifier_str_mv 230925
url http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/88256
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Florianópolis, SC
publisher.none.fl_str_mv Florianópolis, SC
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Repositório Institucional da UFSC
instname:Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
instacron:UFSC
instname_str Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
instacron_str UFSC
institution UFSC
reponame_str Repositório Institucional da UFSC
collection Repositório Institucional da UFSC
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1785187709086597120