Latenciação de clorexidina para uso potencial em periodontites

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2005
Autor(a) principal: Menegon, Renato Farina [UNESP]
Orientador(a): Não Informado pela instituição
Banca de defesa: Não Informado pela instituição
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade Estadual Paulista (Unesp)
Programa de Pós-Graduação: Não Informado pela instituição
Departamento: Não Informado pela instituição
País: Não Informado pela instituição
Palavras-chave em Português:
Link de acesso: http://hdl.handle.net/11449/96229
Resumo: A Saúde bucal da população mundial apresentou grandes melhoras nos últimos anos, mas certas doenças como as cáries e as periodontopatias ainda consistem em sérios problemas, apresentando altas incidências em muitos países, levando à perda prematura de dentes. A Organização Mundial de Saúde considera a Saúde bucal como parte integrante da Saúde geral, apresentando um forte impacto psicossocial, afetando a qualidade de vida dos pacientes. O controle da placa bacteriana é o ponto principal da prevenção das doenças periodontais, no entanto, uma eficaz remoção mecânica da placa exige certa habilidade, e nem sempre é feita corretamente. Daí a importância do desenvolvimento de agentes químicos para o tratamento e a profilaxia destas doenças. O digluconato de clorexidina é o agente mais amplamente utilizado e de boa eficácia, mas que apresenta dificuldades na aceitação pelos pacientes dado seu sabor desagradável de difícil mascaramento farmacotécnico. Quando esta tentativa não é eficiente, a modificação química, através de técnicas de latenciação, pode suprimir esta propriedade organoléptica indesejável, aumentando a adesão dos pacientes ao tratamento. O presente trabalho propõe a diminuição do sabor amargo da clorexidina através da síntese de pró-fármaco, obtendo um derivado palmítico.
id UNSP_2edbe0ae5ff2aa8b22d6a3967d73ee60
oai_identifier_str oai:repositorio.unesp.br:11449/96229
network_acronym_str UNSP
network_name_str Repositório Institucional da UNESP
repository_id_str
spelling Latenciação de clorexidina para uso potencial em periodontitesClorexidina - Pesquisa odontológicaPeriodontitePeriodontitisA Saúde bucal da população mundial apresentou grandes melhoras nos últimos anos, mas certas doenças como as cáries e as periodontopatias ainda consistem em sérios problemas, apresentando altas incidências em muitos países, levando à perda prematura de dentes. A Organização Mundial de Saúde considera a Saúde bucal como parte integrante da Saúde geral, apresentando um forte impacto psicossocial, afetando a qualidade de vida dos pacientes. O controle da placa bacteriana é o ponto principal da prevenção das doenças periodontais, no entanto, uma eficaz remoção mecânica da placa exige certa habilidade, e nem sempre é feita corretamente. Daí a importância do desenvolvimento de agentes químicos para o tratamento e a profilaxia destas doenças. O digluconato de clorexidina é o agente mais amplamente utilizado e de boa eficácia, mas que apresenta dificuldades na aceitação pelos pacientes dado seu sabor desagradável de difícil mascaramento farmacotécnico. Quando esta tentativa não é eficiente, a modificação química, através de técnicas de latenciação, pode suprimir esta propriedade organoléptica indesejável, aumentando a adesão dos pacientes ao tratamento. O presente trabalho propõe a diminuição do sabor amargo da clorexidina através da síntese de pró-fármaco, obtendo um derivado palmítico.Despite great improvements in the oral health of populations across the world, problems still persist. Some diseases like caries and periodontitis have high incidence in most countries, causing premature lost of teeth. The World Health Organization (WHO) consider the oral health integral to general health and essential to well-being, moreover, the psychosocial impact of these diseases often significantly diminishes quality of life. The control of bacterial plaque is the key of periodontal diseases prevention, but the degree of motivation and skill required for an effective mechanical remove of the plaque may be beyond the ability of the majority of patients. By this way, the development of chemical agents for the treatment and prophylaxis of these diseases makes important. The most widely used chemical agent to control of plaque is chlorhexidine digluconate, but the patients compliance is very hard because of its bitter taste that is not easily to be masked by the use of flavours and flavour modifiers. When this approach is ineffective, chemical modifications, like latentiation process, have to be consider to suppress this undesirable organoleptic property, increasing the patients’ compliance. With this aim, the purpose of this work was to suppress the bitter taste of the chlorhexidine by the means of prodrug synthesis, to give a palmitic derivative.Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)Universidade Estadual Paulista (UNESP)Universidade Estadual Paulista (Unesp)Chin, Chung Man [UNESP]Universidade Estadual Paulista (Unesp)Menegon, Renato Farina [UNESP]2014-06-11T19:28:03Z2014-06-11T19:28:03Z2005-07-22info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesis140 f.application/pdfMENEGON, Renato Farina. Latenciação de clorexidina para uso potencial em periodontites. 2005. 140 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Farmacêuticas, 2005.http://hdl.handle.net/11449/96229000589690menegon_rf_me_arafcf.pdf33004030078P697343336079754130000-0003-4141-0455Alephreponame:Repositório Institucional da UNESPinstname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)instacron:UNESPporinfo:eu-repo/semantics/openAccess2024-06-24T18:43:04Zoai:repositorio.unesp.br:11449/96229Repositório InstitucionalPUBhttp://repositorio.unesp.br/oai/requestopendoar:29462024-06-24T18:43:04Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)false
dc.title.none.fl_str_mv Latenciação de clorexidina para uso potencial em periodontites
title Latenciação de clorexidina para uso potencial em periodontites
spellingShingle Latenciação de clorexidina para uso potencial em periodontites
Menegon, Renato Farina [UNESP]
Clorexidina - Pesquisa odontológica
Periodontite
Periodontitis
title_short Latenciação de clorexidina para uso potencial em periodontites
title_full Latenciação de clorexidina para uso potencial em periodontites
title_fullStr Latenciação de clorexidina para uso potencial em periodontites
title_full_unstemmed Latenciação de clorexidina para uso potencial em periodontites
title_sort Latenciação de clorexidina para uso potencial em periodontites
author Menegon, Renato Farina [UNESP]
author_facet Menegon, Renato Farina [UNESP]
author_role author
dc.contributor.none.fl_str_mv Chin, Chung Man [UNESP]
Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.author.fl_str_mv Menegon, Renato Farina [UNESP]
dc.subject.por.fl_str_mv Clorexidina - Pesquisa odontológica
Periodontite
Periodontitis
topic Clorexidina - Pesquisa odontológica
Periodontite
Periodontitis
description A Saúde bucal da população mundial apresentou grandes melhoras nos últimos anos, mas certas doenças como as cáries e as periodontopatias ainda consistem em sérios problemas, apresentando altas incidências em muitos países, levando à perda prematura de dentes. A Organização Mundial de Saúde considera a Saúde bucal como parte integrante da Saúde geral, apresentando um forte impacto psicossocial, afetando a qualidade de vida dos pacientes. O controle da placa bacteriana é o ponto principal da prevenção das doenças periodontais, no entanto, uma eficaz remoção mecânica da placa exige certa habilidade, e nem sempre é feita corretamente. Daí a importância do desenvolvimento de agentes químicos para o tratamento e a profilaxia destas doenças. O digluconato de clorexidina é o agente mais amplamente utilizado e de boa eficácia, mas que apresenta dificuldades na aceitação pelos pacientes dado seu sabor desagradável de difícil mascaramento farmacotécnico. Quando esta tentativa não é eficiente, a modificação química, através de técnicas de latenciação, pode suprimir esta propriedade organoléptica indesejável, aumentando a adesão dos pacientes ao tratamento. O presente trabalho propõe a diminuição do sabor amargo da clorexidina através da síntese de pró-fármaco, obtendo um derivado palmítico.
publishDate 2005
dc.date.none.fl_str_mv 2005-07-22
2014-06-11T19:28:03Z
2014-06-11T19:28:03Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv MENEGON, Renato Farina. Latenciação de clorexidina para uso potencial em periodontites. 2005. 140 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Farmacêuticas, 2005.
http://hdl.handle.net/11449/96229
000589690
menegon_rf_me_arafcf.pdf
33004030078P6
9734333607975413
0000-0003-4141-0455
identifier_str_mv MENEGON, Renato Farina. Latenciação de clorexidina para uso potencial em periodontites. 2005. 140 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Farmacêuticas, 2005.
000589690
menegon_rf_me_arafcf.pdf
33004030078P6
9734333607975413
0000-0003-4141-0455
url http://hdl.handle.net/11449/96229
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv 140 f.
application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.source.none.fl_str_mv Aleph
reponame:Repositório Institucional da UNESP
instname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron:UNESP
instname_str Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron_str UNESP
institution UNESP
reponame_str Repositório Institucional da UNESP
collection Repositório Institucional da UNESP
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1805284422714392576