O adolescer pós-moderno: novos paradigmas na medicina

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2004
Autor(a) principal: Buchianeri, Luís Guilherme Coelho [UNESP]
Orientador(a): Não Informado pela instituição
Banca de defesa: Não Informado pela instituição
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade Estadual Paulista (Unesp)
Programa de Pós-Graduação: Não Informado pela instituição
Departamento: Não Informado pela instituição
País: Não Informado pela instituição
Palavras-chave em Português:
Link de acesso: http://hdl.handle.net/11449/97627
Resumo: A valorização da adolescência a partir do século XX repercutiu também na medicina impondo a ela a necessidade de criar uma especialidade para o tratamento dos problemas que passaram a ser visualizados especificamente nessa fase do desenvolvimento. Surge então a Hebiatria ou a Medicina do Adolescente como uma área de atuação, segundo a resolução do Conselho Federal de Medicina ou como uma especialidade propriamente dita na visão do profissionais que passaram a se ocupar da adolescência. Como uma nova especialidade ou área de atuação constitui-se como um campo privilegiado para a compreensão das injunções que cercam o aparecimento de um novo campo de saber e prática profissional portando as marcas do seu tempo. Nesse sentido, o objetivo dessa dissertação foi procurar mapear o trajeto da constituição da Medicina do Adolescente, seu corpo teórico e seus atravessamentos pelos paradigmas atuais da ciência dentro desse momento de transição ou de surgimento de novos modos de concepção da ciências e de metodologia que tem alterado profundamente os fundamentos da ciência moderna. Para tanto, foi feita uma revisão da literatura sobre a Medicina do Adolescente e sobre as transformações paradigmáticas da ciência na atualidade e coletadas informações junto a profissionais que participaram no nascimento da Medicina do Adolescente no país e que ainda são referências nesse campo. Como principal conclusão, foi possível constatar que essa especialidade não teria surgido na medicina sem que houvesse a centralização...
id UNSP_8a2a2b8a1f998f62b15407a5124244a7
oai_identifier_str oai:repositorio.unesp.br:11449/97627
network_acronym_str UNSP
network_name_str Repositório Institucional da UNESP
repository_id_str
spelling O adolescer pós-moderno: novos paradigmas na medicinaMedicina do adolescentePediatriaMedicina socialHebiatricsAdolescent medicinePediatricsSocial MedicineA valorização da adolescência a partir do século XX repercutiu também na medicina impondo a ela a necessidade de criar uma especialidade para o tratamento dos problemas que passaram a ser visualizados especificamente nessa fase do desenvolvimento. Surge então a Hebiatria ou a Medicina do Adolescente como uma área de atuação, segundo a resolução do Conselho Federal de Medicina ou como uma especialidade propriamente dita na visão do profissionais que passaram a se ocupar da adolescência. Como uma nova especialidade ou área de atuação constitui-se como um campo privilegiado para a compreensão das injunções que cercam o aparecimento de um novo campo de saber e prática profissional portando as marcas do seu tempo. Nesse sentido, o objetivo dessa dissertação foi procurar mapear o trajeto da constituição da Medicina do Adolescente, seu corpo teórico e seus atravessamentos pelos paradigmas atuais da ciência dentro desse momento de transição ou de surgimento de novos modos de concepção da ciências e de metodologia que tem alterado profundamente os fundamentos da ciência moderna. Para tanto, foi feita uma revisão da literatura sobre a Medicina do Adolescente e sobre as transformações paradigmáticas da ciência na atualidade e coletadas informações junto a profissionais que participaram no nascimento da Medicina do Adolescente no país e que ainda são referências nesse campo. Como principal conclusão, foi possível constatar que essa especialidade não teria surgido na medicina sem que houvesse a centralização...The valorization of adolescence from XX century until now has also rebounded inside Medicine imposing to it the necessity of creating a specialty to treat the problems which began to be seen especially in this phase of development. Then Hebiatrics or Adolescent Medicine appeared as an area of acting, according to the resolution of Federal Medicine Council or as a specialty in the view of the professionals who started working with adolescents. As a new specialty or area of acting constituted itself as a privileged field to understand the ideas which surround the emergence of a new field of professional knowledge and practice carrying the mark of its time. In this direction, the aim of this dissertation was to map the way of Adolescent Medicine was constituted, its theoretic body and its crosses through the new science paradigms inside this moment of change or from the emergence of new ways of science conception and methodology which has deeply changed the bases of modern science. For so, it was done a review of the literature about Adolescent Medicine and about the paradigmatic changes of science nowadays and it was collected information with professionals who participated of Adolescent Medicine born in our country and who are still references in this field. As main conclusion, it was possible to note that this specialty wouldn't have appeared in medicine if there hadn't been the centralization of adolescence in contemporaneous culture outlined especially ...(Complete abstract, click electronic access below)Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)Universidade Estadual Paulista (Unesp)Justo, José Sterza [UNESP]Universidade Estadual Paulista (Unesp)Buchianeri, Luís Guilherme Coelho [UNESP]2014-06-11T19:29:03Z2014-06-11T19:29:03Z2004-03-12info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesis172 f.application/pdfBUCHIANERI, Luís Guilherme Coelho. O adolescer pós-moderno: novos paradigmas na medicina. 2004. 172 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Assis, 2004.http://hdl.handle.net/11449/97627000217605buchianeri_lgc_me_assis.pdf33004048021P6Alephreponame:Repositório Institucional da UNESPinstname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)instacron:UNESPporinfo:eu-repo/semantics/openAccess2023-12-26T06:15:13Zoai:repositorio.unesp.br:11449/97627Repositório InstitucionalPUBhttp://repositorio.unesp.br/oai/requestopendoar:29462023-12-26T06:15:13Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)false
dc.title.none.fl_str_mv O adolescer pós-moderno: novos paradigmas na medicina
title O adolescer pós-moderno: novos paradigmas na medicina
spellingShingle O adolescer pós-moderno: novos paradigmas na medicina
Buchianeri, Luís Guilherme Coelho [UNESP]
Medicina do adolescente
Pediatria
Medicina social
Hebiatrics
Adolescent medicine
Pediatrics
Social Medicine
title_short O adolescer pós-moderno: novos paradigmas na medicina
title_full O adolescer pós-moderno: novos paradigmas na medicina
title_fullStr O adolescer pós-moderno: novos paradigmas na medicina
title_full_unstemmed O adolescer pós-moderno: novos paradigmas na medicina
title_sort O adolescer pós-moderno: novos paradigmas na medicina
author Buchianeri, Luís Guilherme Coelho [UNESP]
author_facet Buchianeri, Luís Guilherme Coelho [UNESP]
author_role author
dc.contributor.none.fl_str_mv Justo, José Sterza [UNESP]
Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.author.fl_str_mv Buchianeri, Luís Guilherme Coelho [UNESP]
dc.subject.por.fl_str_mv Medicina do adolescente
Pediatria
Medicina social
Hebiatrics
Adolescent medicine
Pediatrics
Social Medicine
topic Medicina do adolescente
Pediatria
Medicina social
Hebiatrics
Adolescent medicine
Pediatrics
Social Medicine
description A valorização da adolescência a partir do século XX repercutiu também na medicina impondo a ela a necessidade de criar uma especialidade para o tratamento dos problemas que passaram a ser visualizados especificamente nessa fase do desenvolvimento. Surge então a Hebiatria ou a Medicina do Adolescente como uma área de atuação, segundo a resolução do Conselho Federal de Medicina ou como uma especialidade propriamente dita na visão do profissionais que passaram a se ocupar da adolescência. Como uma nova especialidade ou área de atuação constitui-se como um campo privilegiado para a compreensão das injunções que cercam o aparecimento de um novo campo de saber e prática profissional portando as marcas do seu tempo. Nesse sentido, o objetivo dessa dissertação foi procurar mapear o trajeto da constituição da Medicina do Adolescente, seu corpo teórico e seus atravessamentos pelos paradigmas atuais da ciência dentro desse momento de transição ou de surgimento de novos modos de concepção da ciências e de metodologia que tem alterado profundamente os fundamentos da ciência moderna. Para tanto, foi feita uma revisão da literatura sobre a Medicina do Adolescente e sobre as transformações paradigmáticas da ciência na atualidade e coletadas informações junto a profissionais que participaram no nascimento da Medicina do Adolescente no país e que ainda são referências nesse campo. Como principal conclusão, foi possível constatar que essa especialidade não teria surgido na medicina sem que houvesse a centralização...
publishDate 2004
dc.date.none.fl_str_mv 2004-03-12
2014-06-11T19:29:03Z
2014-06-11T19:29:03Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv BUCHIANERI, Luís Guilherme Coelho. O adolescer pós-moderno: novos paradigmas na medicina. 2004. 172 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Assis, 2004.
http://hdl.handle.net/11449/97627
000217605
buchianeri_lgc_me_assis.pdf
33004048021P6
identifier_str_mv BUCHIANERI, Luís Guilherme Coelho. O adolescer pós-moderno: novos paradigmas na medicina. 2004. 172 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Assis, 2004.
000217605
buchianeri_lgc_me_assis.pdf
33004048021P6
url http://hdl.handle.net/11449/97627
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv 172 f.
application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.source.none.fl_str_mv Aleph
reponame:Repositório Institucional da UNESP
instname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron:UNESP
instname_str Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron_str UNESP
institution UNESP
reponame_str Repositório Institucional da UNESP
collection Repositório Institucional da UNESP
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1800401377530216448