Resposta do milho à adição de níveis de fitomassa de Brachiaria decumbens Stapf e nitrogênio em latossolo vermelho

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2004
Autor(a) principal: Souto, Lauter Silva [UNESP]
Orientador(a): Não Informado pela instituição
Banca de defesa: Não Informado pela instituição
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade Estadual Paulista (Unesp)
Programa de Pós-Graduação: Não Informado pela instituição
Departamento: Não Informado pela instituição
País: Não Informado pela instituição
Palavras-chave em Português:
Link de acesso: http://hdl.handle.net/11449/86373
Resumo: O presente trabalho teve como objetivo estudar a resposta da cultura do milho à adição de níveis crescentes de fitomasssa de Brachiaria decumbens Stapf. e níveis de nitrogênio. Este foi conduzido em condições de túnel plástico, no Departamento de Recursos Naturais - Área de Ciência do Solo, da Faculdade de Ciências Agronômicas, Campus de Botucatu-UNESP, utilizou-se um solo classificado como Latossolo Vermelho distrófico, textura média, cultivado anteriormente com B. decumbens Stapf. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, com cinco repetições, em esquema fatorial 4 x 4, constando os tratamentos de quatro níveis de fertilização nitrogenada (0, 50, 100 e 150 mg dm-3 de N na forma de Uréia) e quatro níveis de palhada de B. decumbens Stapf. (0, 5, 10 e 15 Mg ha-1 de fitomassa seca), totalizando 80 unidades experimentais. Adicinou-se litterbags (bolsas de nylon), no momento da instalação dos tratamentos com palhada de braquiária, para determinação da taxa de decomposição aos 70 dias após a emergência da cultura. As doses de N foram parceladas em três épocas, a saber: i) 1/3 na semeadura; ii) 1/3 no estádio de 4-5 folhas e; iii) 1/3 no estádio de 7-8 folhas totalmente expandidas. Um dia antes da adubação nitrogenada e uma semana após, foram realizadas leituras de clorofila com o Clorofilômetro SPAD-502. Aos 60 dias após a emergência (dae) das plântulas determinou-se a altura média de plantas, diâmetro basal do colmo, número de entrenós e diagnose foliar de nutrientes. Em seguida, coletou-se duas plantas por vaso para determinação da produção de fitomassa seca e teores de nutrientes na parte aérea, bem como a extração de N, P, K, Ca, Mg e S. As doses de N afetaram significativamente as leituras do clorofilômetro (IRC), a altura de plantas, diâmetro...
id UNSP_a67e364c4e7ba0c3e2112c8fc7e75106
oai_identifier_str oai:repositorio.unesp.br:11449/86373
network_acronym_str UNSP
network_name_str Repositório Institucional da UNESP
repository_id_str
spelling Resposta do milho à adição de níveis de fitomassa de Brachiaria decumbens Stapf e nitrogênio em latossolo vermelhoMilho - AdubaçãoPalha - UtilizaçãoBrachiaria decumbensNitrogen fertilizationStrawO presente trabalho teve como objetivo estudar a resposta da cultura do milho à adição de níveis crescentes de fitomasssa de Brachiaria decumbens Stapf. e níveis de nitrogênio. Este foi conduzido em condições de túnel plástico, no Departamento de Recursos Naturais - Área de Ciência do Solo, da Faculdade de Ciências Agronômicas, Campus de Botucatu-UNESP, utilizou-se um solo classificado como Latossolo Vermelho distrófico, textura média, cultivado anteriormente com B. decumbens Stapf. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, com cinco repetições, em esquema fatorial 4 x 4, constando os tratamentos de quatro níveis de fertilização nitrogenada (0, 50, 100 e 150 mg dm-3 de N na forma de Uréia) e quatro níveis de palhada de B. decumbens Stapf. (0, 5, 10 e 15 Mg ha-1 de fitomassa seca), totalizando 80 unidades experimentais. Adicinou-se litterbags (bolsas de nylon), no momento da instalação dos tratamentos com palhada de braquiária, para determinação da taxa de decomposição aos 70 dias após a emergência da cultura. As doses de N foram parceladas em três épocas, a saber: i) 1/3 na semeadura; ii) 1/3 no estádio de 4-5 folhas e; iii) 1/3 no estádio de 7-8 folhas totalmente expandidas. Um dia antes da adubação nitrogenada e uma semana após, foram realizadas leituras de clorofila com o Clorofilômetro SPAD-502. Aos 60 dias após a emergência (dae) das plântulas determinou-se a altura média de plantas, diâmetro basal do colmo, número de entrenós e diagnose foliar de nutrientes. Em seguida, coletou-se duas plantas por vaso para determinação da produção de fitomassa seca e teores de nutrientes na parte aérea, bem como a extração de N, P, K, Ca, Mg e S. As doses de N afetaram significativamente as leituras do clorofilômetro (IRC), a altura de plantas, diâmetro...The objective of this research was to evaluate corn response to increasing levels of Brachiaria decumbens Stapf. straw and levels of nitrogen. This study was set at plastic tunnel conditions, at Recursos Naturais Departament - Soil Science Area, at Faculdade de Ciências Agronômicas, Campus de Botucatu - UNESP. The soil used was a Latossolo Vermelho distrófico an Oxisoil medium texture, previous cultivated with B. decumbens Stapf.. The treatments were set as a complete randomized experiment, with five repetitions in a factorial pattern, and the treatments were: four levels of nitrogen (0, 50, 100 and 150 mg dm-3) and four levels of B. decumbens straw (0, 5, 10, and 15 Mg ha-1). Litterbags containing B. decumbens straw were used to evaluate the decomposition rate at 70 days after corn emergence. Nitrogen was applied in three different times: i) 1/3 at planting; ii) 1/3 at 4-5 leaves stage; iii) 1/3 at 7-8 totally expanded leaves stage. Chlorophyll level was measured one day before and one week after nitrogen fertilize. At 60 days after emergence (dae) it was measured plants height, stalk basal diameter, internode numbers, and leaves were collected for foliar diagnosis analyses. At the same period two plants were collected for dry matter evaluation and for N, P, K, Ca, Mg and S extraction. Nitrogen rates affected chlorophyll levels (IRC), plants height, stalk basal diameter, internode numbers, foliar diagnosis, dry matter production, and nutrients extraction. Nitrogen at 100 mg dm-3 provided... (Complete abstract, click electronic access below)Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)Universidade Estadual Paulista (Unesp)Fernandes, Dirceu Maximino [UNESP]Universidade Estadual Paulista (Unesp)Souto, Lauter Silva [UNESP]2014-06-11T19:22:15Z2014-06-11T19:22:15Z2004-01-30info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesisix, 65 f. tabs., grafs.application/pdfSOUTO, Lauter Silva. Resposta do milho à adição de níveis de fitomassa de Brachiaria decumbens Stapf e nitrogênio em latossolo vermelho. 2004. ix, 65 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas, 2004.http://hdl.handle.net/11449/86373000332388souto_ls_me_botfca.pdf33004064039P33541050909331364Alephreponame:Repositório Institucional da UNESPinstname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)instacron:UNESPporinfo:eu-repo/semantics/openAccess2024-05-02T13:48:49Zoai:repositorio.unesp.br:11449/86373Repositório InstitucionalPUBhttp://repositorio.unesp.br/oai/requestopendoar:29462024-05-02T13:48:49Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)false
dc.title.none.fl_str_mv Resposta do milho à adição de níveis de fitomassa de Brachiaria decumbens Stapf e nitrogênio em latossolo vermelho
title Resposta do milho à adição de níveis de fitomassa de Brachiaria decumbens Stapf e nitrogênio em latossolo vermelho
spellingShingle Resposta do milho à adição de níveis de fitomassa de Brachiaria decumbens Stapf e nitrogênio em latossolo vermelho
Souto, Lauter Silva [UNESP]
Milho - Adubação
Palha - Utilização
Brachiaria decumbens
Nitrogen fertilization
Straw
title_short Resposta do milho à adição de níveis de fitomassa de Brachiaria decumbens Stapf e nitrogênio em latossolo vermelho
title_full Resposta do milho à adição de níveis de fitomassa de Brachiaria decumbens Stapf e nitrogênio em latossolo vermelho
title_fullStr Resposta do milho à adição de níveis de fitomassa de Brachiaria decumbens Stapf e nitrogênio em latossolo vermelho
title_full_unstemmed Resposta do milho à adição de níveis de fitomassa de Brachiaria decumbens Stapf e nitrogênio em latossolo vermelho
title_sort Resposta do milho à adição de níveis de fitomassa de Brachiaria decumbens Stapf e nitrogênio em latossolo vermelho
author Souto, Lauter Silva [UNESP]
author_facet Souto, Lauter Silva [UNESP]
author_role author
dc.contributor.none.fl_str_mv Fernandes, Dirceu Maximino [UNESP]
Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.author.fl_str_mv Souto, Lauter Silva [UNESP]
dc.subject.por.fl_str_mv Milho - Adubação
Palha - Utilização
Brachiaria decumbens
Nitrogen fertilization
Straw
topic Milho - Adubação
Palha - Utilização
Brachiaria decumbens
Nitrogen fertilization
Straw
description O presente trabalho teve como objetivo estudar a resposta da cultura do milho à adição de níveis crescentes de fitomasssa de Brachiaria decumbens Stapf. e níveis de nitrogênio. Este foi conduzido em condições de túnel plástico, no Departamento de Recursos Naturais - Área de Ciência do Solo, da Faculdade de Ciências Agronômicas, Campus de Botucatu-UNESP, utilizou-se um solo classificado como Latossolo Vermelho distrófico, textura média, cultivado anteriormente com B. decumbens Stapf. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, com cinco repetições, em esquema fatorial 4 x 4, constando os tratamentos de quatro níveis de fertilização nitrogenada (0, 50, 100 e 150 mg dm-3 de N na forma de Uréia) e quatro níveis de palhada de B. decumbens Stapf. (0, 5, 10 e 15 Mg ha-1 de fitomassa seca), totalizando 80 unidades experimentais. Adicinou-se litterbags (bolsas de nylon), no momento da instalação dos tratamentos com palhada de braquiária, para determinação da taxa de decomposição aos 70 dias após a emergência da cultura. As doses de N foram parceladas em três épocas, a saber: i) 1/3 na semeadura; ii) 1/3 no estádio de 4-5 folhas e; iii) 1/3 no estádio de 7-8 folhas totalmente expandidas. Um dia antes da adubação nitrogenada e uma semana após, foram realizadas leituras de clorofila com o Clorofilômetro SPAD-502. Aos 60 dias após a emergência (dae) das plântulas determinou-se a altura média de plantas, diâmetro basal do colmo, número de entrenós e diagnose foliar de nutrientes. Em seguida, coletou-se duas plantas por vaso para determinação da produção de fitomassa seca e teores de nutrientes na parte aérea, bem como a extração de N, P, K, Ca, Mg e S. As doses de N afetaram significativamente as leituras do clorofilômetro (IRC), a altura de plantas, diâmetro...
publishDate 2004
dc.date.none.fl_str_mv 2004-01-30
2014-06-11T19:22:15Z
2014-06-11T19:22:15Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv SOUTO, Lauter Silva. Resposta do milho à adição de níveis de fitomassa de Brachiaria decumbens Stapf e nitrogênio em latossolo vermelho. 2004. ix, 65 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas, 2004.
http://hdl.handle.net/11449/86373
000332388
souto_ls_me_botfca.pdf
33004064039P3
3541050909331364
identifier_str_mv SOUTO, Lauter Silva. Resposta do milho à adição de níveis de fitomassa de Brachiaria decumbens Stapf e nitrogênio em latossolo vermelho. 2004. ix, 65 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas, 2004.
000332388
souto_ls_me_botfca.pdf
33004064039P3
3541050909331364
url http://hdl.handle.net/11449/86373
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv ix, 65 f. tabs., grafs.
application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.source.none.fl_str_mv Aleph
reponame:Repositório Institucional da UNESP
instname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron:UNESP
instname_str Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron_str UNESP
institution UNESP
reponame_str Repositório Institucional da UNESP
collection Repositório Institucional da UNESP
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1800401485141377024