A Etnomatemática na formação inicial de professores de Matemática: desafios e potencialidades

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2022
Autor(a) principal: Daniel Fernandes da Silva
Orientador(a): Elio Carlos Ricardo
Banca de defesa: Adriano Vargas Freitas, Cristiane Coppe de Oliveira, Caroline Mendes dos Passos, Márcio de Albuquerque Vianna
Tipo de documento: Tese
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade de São Paulo
Programa de Pós-Graduação: Educação
Departamento: Não Informado pela instituição
País: BR
Link de acesso: https://doi.org/10.11606/T.48.2022.tde-05092022-100701
Resumo: Mais de cinquenta anos após o surgimento da Etnomatemática e posterior concretização como área de pesquisa e tendência em Educação Matemática, ainda hoje, há lacunas na sua efetiva implementação nas práticas educacionais brasileiras. Nesse cenário, a atenção se volta para os cursos de formação de professores, pois para o desenvolvimento de uma proposta pedagógica com viés etnomatemático é requerida uma formação adequada. Aspectos como a contrariedade à matemática universalizada, como é comumente desenvolvida nas escolas, e a consideração do contexto sociocultural no processo de ensino e aprendizagem, são características da postura etnomatemática necessária ao professor e imprescindível de ser abordada nos cursos formativos. Sendo assim, muitas dessas lacunas têm origem na própria formação de professores, pois se parte da hipótese que existem possíveis ausências ou distorções da Etnomatemática nos cursos formativos. Nesse sentido, o objetivo desta pesquisa é o de analisar os Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPC) de Licenciatura em Matemática, com vistas a estabelecer os desafios e as potencialidades da possível institucionalização da Etnomatemática. E, se estes, consideram e valorizam os aspectos sociais e culturais no processo formativo dos professores de Matemática no estado do Rio Grande do Sul (RS). Para tanto, adotou-se como referencial metodológico o desenvolvimento de uma pesquisa qualitativa, cuja coleta de dados se dá por meio de documentos, utilizando-se da Análise de Conteúdo (AC) para a compreensão mais ampla do fragmento analisado. Assim, examinou-se os PPC de 18 cursos de Licenciaturas em Matemática, de sete instituições públicas no estado do RS, tendo como foco, entre outros aspectos, o perfil do egresso e as disciplinas curriculares do curso. Os resultados apontam que ocorre a presença da Etnomatemática nos cursos, mas, ao mesmo tempo, observa-se que os espaços destinados são restritos e com distorções quanto ao seu lugar. Assim, constata-se que maiores são os desafios em relação às potencialidades quanto ao processo de formação considerar os aspectos socioculturais no processo de ensino e aprendizagem de Matemática, refletindo diretamente na forma como a Etnomatemática é proposta nos cursos analisados.
id USP_24b7d36a4f1b305378abde2acec90513
oai_identifier_str oai:teses.usp.br:tde-05092022-100701
network_acronym_str USP
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository_id_str
spelling info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/doctoralThesis A Etnomatemática na formação inicial de professores de Matemática: desafios e potencialidades Ethnomathematics in the initial training of mathematics teachers: challenges and potentialities 2022-06-28Elio Carlos RicardoAdriano Vargas FreitasCristiane Coppe de OliveiraCaroline Mendes dos PassosMárcio de Albuquerque ViannaDaniel Fernandes da SilvaUniversidade de São PauloEducaçãoUSPBR Educação Matemática Ethnomathematics Etnomatemática Formação de Professores Mathematics Education Teacher Training Mais de cinquenta anos após o surgimento da Etnomatemática e posterior concretização como área de pesquisa e tendência em Educação Matemática, ainda hoje, há lacunas na sua efetiva implementação nas práticas educacionais brasileiras. Nesse cenário, a atenção se volta para os cursos de formação de professores, pois para o desenvolvimento de uma proposta pedagógica com viés etnomatemático é requerida uma formação adequada. Aspectos como a contrariedade à matemática universalizada, como é comumente desenvolvida nas escolas, e a consideração do contexto sociocultural no processo de ensino e aprendizagem, são características da postura etnomatemática necessária ao professor e imprescindível de ser abordada nos cursos formativos. Sendo assim, muitas dessas lacunas têm origem na própria formação de professores, pois se parte da hipótese que existem possíveis ausências ou distorções da Etnomatemática nos cursos formativos. Nesse sentido, o objetivo desta pesquisa é o de analisar os Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPC) de Licenciatura em Matemática, com vistas a estabelecer os desafios e as potencialidades da possível institucionalização da Etnomatemática. E, se estes, consideram e valorizam os aspectos sociais e culturais no processo formativo dos professores de Matemática no estado do Rio Grande do Sul (RS). Para tanto, adotou-se como referencial metodológico o desenvolvimento de uma pesquisa qualitativa, cuja coleta de dados se dá por meio de documentos, utilizando-se da Análise de Conteúdo (AC) para a compreensão mais ampla do fragmento analisado. Assim, examinou-se os PPC de 18 cursos de Licenciaturas em Matemática, de sete instituições públicas no estado do RS, tendo como foco, entre outros aspectos, o perfil do egresso e as disciplinas curriculares do curso. Os resultados apontam que ocorre a presença da Etnomatemática nos cursos, mas, ao mesmo tempo, observa-se que os espaços destinados são restritos e com distorções quanto ao seu lugar. Assim, constata-se que maiores são os desafios em relação às potencialidades quanto ao processo de formação considerar os aspectos socioculturais no processo de ensino e aprendizagem de Matemática, refletindo diretamente na forma como a Etnomatemática é proposta nos cursos analisados. More than fifty years after the emergence of Ethnomathematics and subsequent realization as an area of research and trend in Mathematics Education, even today, there are gaps in its effective implementation in Brazilian educational practices. In this scenario, attention turns to teacher training courses, since adequate training is required for the development of a pedagogical proposal with an ethnomathematics bias. Aspects such as the opposition to universalized mathematics, as it is commonly developed in schools, and the consideration of the sociocultural context in the teaching and learning process, are characteristics of the ethnomathematics posture necessary for the teacher and essential to be addressed in training courses. Therefore, many of these gaps have their origin in teacher training itself, as it is assumed that there are possible absences or distortions of Ethnomathematics in training courses. In this sense, the objective of this research is to analyze the Pedagogical Projects of the Mathematics Degree Courses (PPC), with a view to establishing the challenges and potentialities of the possible institutionalization of Ethnomathematics. And, if they consider and value the social and cultural aspects in the training process of Mathematics teachers in the state of Rio Grande do Sul (RS). To this end, the development of a qualitative research was adopted as a methodological framework, whose data collection takes place through documents, using Content Analysis (CA) for a broader understanding of the analyzed fragment. Thus, the PPCs of 18 Mathematics Degree courses from seven public institutions in the state of RS were examined, focusing, among other aspects, on the profile of the graduate and the course\'s curricular subjects. The results indicate that the presence of Ethnomathematics occurs in the courses, but, at the same time, it is observed that the designated spaces are restricted and with distortions regarding their place. Thus, it appears that the challenges are greater in relation to the potentialities regarding the training process to consider the sociocultural aspects in the teaching and learning process of Mathematics, directly reflecting on the way in which Ethnomathematics is proposed in the analyzed courses. https://doi.org/10.11606/T.48.2022.tde-05092022-100701info:eu-repo/semantics/openAccessporreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USPinstname:Universidade de São Paulo (USP)instacron:USP2023-12-21T18:16:46Zoai:teses.usp.br:tde-05092022-100701Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttp://www.teses.usp.br/PUBhttp://www.teses.usp.br/cgi-bin/mtd2br.plvirginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.bropendoar:27212022-09-06T23:39:06Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)false
dc.title.pt.fl_str_mv A Etnomatemática na formação inicial de professores de Matemática: desafios e potencialidades
dc.title.alternative.en.fl_str_mv Ethnomathematics in the initial training of mathematics teachers: challenges and potentialities
title A Etnomatemática na formação inicial de professores de Matemática: desafios e potencialidades
spellingShingle A Etnomatemática na formação inicial de professores de Matemática: desafios e potencialidades
Daniel Fernandes da Silva
title_short A Etnomatemática na formação inicial de professores de Matemática: desafios e potencialidades
title_full A Etnomatemática na formação inicial de professores de Matemática: desafios e potencialidades
title_fullStr A Etnomatemática na formação inicial de professores de Matemática: desafios e potencialidades
title_full_unstemmed A Etnomatemática na formação inicial de professores de Matemática: desafios e potencialidades
title_sort A Etnomatemática na formação inicial de professores de Matemática: desafios e potencialidades
author Daniel Fernandes da Silva
author_facet Daniel Fernandes da Silva
author_role author
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Elio Carlos Ricardo
dc.contributor.referee1.fl_str_mv Adriano Vargas Freitas
dc.contributor.referee2.fl_str_mv Cristiane Coppe de Oliveira
dc.contributor.referee3.fl_str_mv Caroline Mendes dos Passos
dc.contributor.referee4.fl_str_mv Márcio de Albuquerque Vianna
dc.contributor.author.fl_str_mv Daniel Fernandes da Silva
contributor_str_mv Elio Carlos Ricardo
Adriano Vargas Freitas
Cristiane Coppe de Oliveira
Caroline Mendes dos Passos
Márcio de Albuquerque Vianna
description Mais de cinquenta anos após o surgimento da Etnomatemática e posterior concretização como área de pesquisa e tendência em Educação Matemática, ainda hoje, há lacunas na sua efetiva implementação nas práticas educacionais brasileiras. Nesse cenário, a atenção se volta para os cursos de formação de professores, pois para o desenvolvimento de uma proposta pedagógica com viés etnomatemático é requerida uma formação adequada. Aspectos como a contrariedade à matemática universalizada, como é comumente desenvolvida nas escolas, e a consideração do contexto sociocultural no processo de ensino e aprendizagem, são características da postura etnomatemática necessária ao professor e imprescindível de ser abordada nos cursos formativos. Sendo assim, muitas dessas lacunas têm origem na própria formação de professores, pois se parte da hipótese que existem possíveis ausências ou distorções da Etnomatemática nos cursos formativos. Nesse sentido, o objetivo desta pesquisa é o de analisar os Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPC) de Licenciatura em Matemática, com vistas a estabelecer os desafios e as potencialidades da possível institucionalização da Etnomatemática. E, se estes, consideram e valorizam os aspectos sociais e culturais no processo formativo dos professores de Matemática no estado do Rio Grande do Sul (RS). Para tanto, adotou-se como referencial metodológico o desenvolvimento de uma pesquisa qualitativa, cuja coleta de dados se dá por meio de documentos, utilizando-se da Análise de Conteúdo (AC) para a compreensão mais ampla do fragmento analisado. Assim, examinou-se os PPC de 18 cursos de Licenciaturas em Matemática, de sete instituições públicas no estado do RS, tendo como foco, entre outros aspectos, o perfil do egresso e as disciplinas curriculares do curso. Os resultados apontam que ocorre a presença da Etnomatemática nos cursos, mas, ao mesmo tempo, observa-se que os espaços destinados são restritos e com distorções quanto ao seu lugar. Assim, constata-se que maiores são os desafios em relação às potencialidades quanto ao processo de formação considerar os aspectos socioculturais no processo de ensino e aprendizagem de Matemática, refletindo diretamente na forma como a Etnomatemática é proposta nos cursos analisados.
publishDate 2022
dc.date.issued.fl_str_mv 2022-06-28
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
format doctoralThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://doi.org/10.11606/T.48.2022.tde-05092022-100701
url https://doi.org/10.11606/T.48.2022.tde-05092022-100701
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.publisher.program.fl_str_mv Educação
dc.publisher.initials.fl_str_mv USP
dc.publisher.country.fl_str_mv BR
publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
instname:Universidade de São Paulo (USP)
instacron:USP
instname_str Universidade de São Paulo (USP)
instacron_str USP
institution USP
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)
repository.mail.fl_str_mv virginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.br
_version_ 1786376585418375168