Avaliação eletrofisiológica e comportamental do processamento auditivo (central) e treinamento auditivo em indivíduos idosos

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2012
Autor(a) principal: Renata Alonso
Orientador(a): Eliane Schochat
Banca de defesa: Katia de Almeida, Renata Mota Mamede de Carvallo, Daniela Gil, Ivone Ferreira Neves Lobo
Tipo de documento: Tese
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade de São Paulo
Programa de Pós-Graduação: Ciências da Reabilitação
Departamento: Não Informado pela instituição
País: BR
Link de acesso: https://doi.org/10.11606/T.5.2012.tde-16032012-092210
Resumo: INTRODUÇÃO: O idoso freqüentemente apresenta alterações no Processamento Auditivo (Central), as quais contribuem para uma piora na qualidade de vida e afetam o relacionamento social destes indivíduos. O Treinamento Auditivo é uma prática amplamente utilizada na reabilitação de indivíduos com Transtorno de Processamento Auditivo (Central) e sua efetividade pode ser comprovada por meio de testes comportamentais e eletrofisiológicos. OBJETIVOS: Os objetivos deste estudo foram caracterizar o Processamento Auditivo (Central) em indivíduos idosos e verificar a efetividade do Treinamento Auditivo em idosos com Transtorno de Processamento Auditivo (Central). MÉTODOS: Participaram do estudo 15 indivíduos com Transtorno de Processamento Auditivo (Central) (Grupo Estudo) e 13 indivíduos sem Transtorno de Processamento Auditivo (Central) (Grupo Controle) com idades entre 60 e 79 anos. Todos os sujeitos realizaram uma avaliação inicial comportamental do Processamento Auditivo (Central) e uma primeira gravação do complexo N1-P2-N2 e do P300 (avaliação eletrofisiológica). O Grupo Estudo foi submetido a um programa de Treinamento Auditivo em cabine acústica durante oito sessões e, um mês após o término deste período foram realizadas novas avaliações comportamental e eletrofisiológica. O Grupo Controle foi submetido a um Treinamento Visual com duração de oito semanas, e, um mês após o término deste período, foi realizada nova avaliação eletrofisiológica. RESULTADOS: Na avaliação comportamental, houve diferença estatisticamente significante entre o Grupo Estudo e o Grupo Controle, e nas situações pré e pós Treinamento Auditivo no Grupo Estudo, nos testes Dicótico de Dígitos e Padrão de Freqüência. Quando comparados os dados eletrofisiológicos, não foram encontradas diferenças significantes na comparação entre os grupos na avaliação inicial e, após o Treinamento Auditivo e o Treinamento Visual, houve diferença estatisticamente significante entre os grupos nas latências de N1, P2 e N2. Na comparação do Grupo Estudo antes e após o Treinamento Auditivo, houve diferença estatisticamente significante para a latência de N2, e na comparação do Grupo Controle antes e após o Treinamento Visual, houve diferença significante na latência de P2 e na amplitude de N1P2. CONCLUSÕES: O Grupo Estudo, quando comparado ao Grupo Controle, apresentou pior desempenho na avaliação comportamental do Processamento Auditivo (Central), e ambos os grupos apresentaram respostas eletrofisiológicas similares antes do Treinamento Auditivo e do Treinamento Visual. O programa de Treinamento Auditivo foi eficaz na melhora do desempenho nas habilidades do Processamento Auditivo (Central) no Grupo Estudo, e esta melhora também pôde ser visualizada na diminuição da latência das ondas N1, P2 e N2 e no aumento da amplitude do P300 após o Treinamento Auditivo
id USP_2d66838f453d2fe40d314dc51e2d9987
oai_identifier_str oai:teses.usp.br:tde-16032012-092210
network_acronym_str USP
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository_id_str
spelling info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/doctoralThesis Avaliação eletrofisiológica e comportamental do processamento auditivo (central) e treinamento auditivo em indivíduos idosos Electrophysiological and behavioral assessment of (central) auditory processing in elderly individuals 2012-02-16Eliane SchochatKatia de AlmeidaRenata Mota Mamede de CarvalloDaniela GilIvone Ferreira Neves LoboRenata AlonsoUniversidade de São PauloCiências da ReabilitaçãoUSPBR Aged Auditive stimulation Auditory perceptual disorders Estimulação auditiva Evoked potentials auditory Idoso Potenciais evocados auditivos Transtornos da percepção auditiva INTRODUÇÃO: O idoso freqüentemente apresenta alterações no Processamento Auditivo (Central), as quais contribuem para uma piora na qualidade de vida e afetam o relacionamento social destes indivíduos. O Treinamento Auditivo é uma prática amplamente utilizada na reabilitação de indivíduos com Transtorno de Processamento Auditivo (Central) e sua efetividade pode ser comprovada por meio de testes comportamentais e eletrofisiológicos. OBJETIVOS: Os objetivos deste estudo foram caracterizar o Processamento Auditivo (Central) em indivíduos idosos e verificar a efetividade do Treinamento Auditivo em idosos com Transtorno de Processamento Auditivo (Central). MÉTODOS: Participaram do estudo 15 indivíduos com Transtorno de Processamento Auditivo (Central) (Grupo Estudo) e 13 indivíduos sem Transtorno de Processamento Auditivo (Central) (Grupo Controle) com idades entre 60 e 79 anos. Todos os sujeitos realizaram uma avaliação inicial comportamental do Processamento Auditivo (Central) e uma primeira gravação do complexo N1-P2-N2 e do P300 (avaliação eletrofisiológica). O Grupo Estudo foi submetido a um programa de Treinamento Auditivo em cabine acústica durante oito sessões e, um mês após o término deste período foram realizadas novas avaliações comportamental e eletrofisiológica. O Grupo Controle foi submetido a um Treinamento Visual com duração de oito semanas, e, um mês após o término deste período, foi realizada nova avaliação eletrofisiológica. RESULTADOS: Na avaliação comportamental, houve diferença estatisticamente significante entre o Grupo Estudo e o Grupo Controle, e nas situações pré e pós Treinamento Auditivo no Grupo Estudo, nos testes Dicótico de Dígitos e Padrão de Freqüência. Quando comparados os dados eletrofisiológicos, não foram encontradas diferenças significantes na comparação entre os grupos na avaliação inicial e, após o Treinamento Auditivo e o Treinamento Visual, houve diferença estatisticamente significante entre os grupos nas latências de N1, P2 e N2. Na comparação do Grupo Estudo antes e após o Treinamento Auditivo, houve diferença estatisticamente significante para a latência de N2, e na comparação do Grupo Controle antes e após o Treinamento Visual, houve diferença significante na latência de P2 e na amplitude de N1P2. CONCLUSÕES: O Grupo Estudo, quando comparado ao Grupo Controle, apresentou pior desempenho na avaliação comportamental do Processamento Auditivo (Central), e ambos os grupos apresentaram respostas eletrofisiológicas similares antes do Treinamento Auditivo e do Treinamento Visual. O programa de Treinamento Auditivo foi eficaz na melhora do desempenho nas habilidades do Processamento Auditivo (Central) no Grupo Estudo, e esta melhora também pôde ser visualizada na diminuição da latência das ondas N1, P2 e N2 e no aumento da amplitude do P300 após o Treinamento Auditivo INTRODUCTION: Elderly individuals usually present (Central) Auditory Processing Disorder which contribute for the deterioration of quality of life and affect the social relations of such individuals. The Auditory Training is a broadly used technique in the rehabilitation of individuals with (Central) Auditory Processing Disorder and its effectiveness may be evidenced by behavioral and electrophysiological tests. AIMS: This study aimed to characterize the (Central) Auditory Processing in elderly individuals and to verify the effectiveness of Auditory Training in elderly with (Central) Auditory Processing Disorder. METHODS: 15 individuals with (Central) Auditory Processing Disorder (Study Group) and 13 individuals without (Central) Auditory Processing Disorder (Control Group), ranging in age from 60 to 79 years old, took part in the study. All subjects underwent an initial behavioral assessment of (Central) Auditory Processing and a first recording of N1-P2- N2 complex and of P300 (electrophysiological assessment). The Study Group underwent an Auditory Training program in acoustic booth for eight sessions, and a month later new behavioral and electrophysiological assessments were performed. The Control Group underwent a Visual Training during eight weeks, and a month later a new electrophysiological assessment was performed. RESULTS: There was a significant statistical difference between the Study Group and the Control Group in the behavioral assessment and in the situations pre and post Auditory Training in the Study Group in Dichotic Digit and Frequency Pattern tests. Concerning the electrophysiological data, no significant differences were found between the groups in the initial assessment; after the Auditory and the Visual Training there was a significant statistical difference between the groups in the latency of N1, P2 and N2. Comparing the Study Group before and after the Auditory Training, there was a statistically significant difference for the latency of N2; and comparing the Control Group before and after the Visual Training, there was a significant difference for the latency of P2 and the amplitude of N1P2. CONCLUSIONS: The Study Group presented worse performance in the behavioral assessment of the (Central) Auditory Processing when compared to the Control Group, and both groups presented similar electrophysiological responses before the Auditory and the Visual Training. The Auditory Training improved the performance of (Central) Auditory Processing skills in the Study Group, and this improvement could also be verified in the latency decrease of waves N1, P2 and N2 and in the increase of P300 amplitude, after the Auditory Training https://doi.org/10.11606/T.5.2012.tde-16032012-092210info:eu-repo/semantics/openAccessporreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USPinstname:Universidade de São Paulo (USP)instacron:USP2023-12-21T19:04:44Zoai:teses.usp.br:tde-16032012-092210Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttp://www.teses.usp.br/PUBhttp://www.teses.usp.br/cgi-bin/mtd2br.plvirginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.bropendoar:27212016-07-28T16:10:31Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)false
dc.title.pt.fl_str_mv Avaliação eletrofisiológica e comportamental do processamento auditivo (central) e treinamento auditivo em indivíduos idosos
dc.title.alternative.en.fl_str_mv Electrophysiological and behavioral assessment of (central) auditory processing in elderly individuals
title Avaliação eletrofisiológica e comportamental do processamento auditivo (central) e treinamento auditivo em indivíduos idosos
spellingShingle Avaliação eletrofisiológica e comportamental do processamento auditivo (central) e treinamento auditivo em indivíduos idosos
Renata Alonso
title_short Avaliação eletrofisiológica e comportamental do processamento auditivo (central) e treinamento auditivo em indivíduos idosos
title_full Avaliação eletrofisiológica e comportamental do processamento auditivo (central) e treinamento auditivo em indivíduos idosos
title_fullStr Avaliação eletrofisiológica e comportamental do processamento auditivo (central) e treinamento auditivo em indivíduos idosos
title_full_unstemmed Avaliação eletrofisiológica e comportamental do processamento auditivo (central) e treinamento auditivo em indivíduos idosos
title_sort Avaliação eletrofisiológica e comportamental do processamento auditivo (central) e treinamento auditivo em indivíduos idosos
author Renata Alonso
author_facet Renata Alonso
author_role author
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Eliane Schochat
dc.contributor.referee1.fl_str_mv Katia de Almeida
dc.contributor.referee2.fl_str_mv Renata Mota Mamede de Carvallo
dc.contributor.referee3.fl_str_mv Daniela Gil
dc.contributor.referee4.fl_str_mv Ivone Ferreira Neves Lobo
dc.contributor.author.fl_str_mv Renata Alonso
contributor_str_mv Eliane Schochat
Katia de Almeida
Renata Mota Mamede de Carvallo
Daniela Gil
Ivone Ferreira Neves Lobo
description INTRODUÇÃO: O idoso freqüentemente apresenta alterações no Processamento Auditivo (Central), as quais contribuem para uma piora na qualidade de vida e afetam o relacionamento social destes indivíduos. O Treinamento Auditivo é uma prática amplamente utilizada na reabilitação de indivíduos com Transtorno de Processamento Auditivo (Central) e sua efetividade pode ser comprovada por meio de testes comportamentais e eletrofisiológicos. OBJETIVOS: Os objetivos deste estudo foram caracterizar o Processamento Auditivo (Central) em indivíduos idosos e verificar a efetividade do Treinamento Auditivo em idosos com Transtorno de Processamento Auditivo (Central). MÉTODOS: Participaram do estudo 15 indivíduos com Transtorno de Processamento Auditivo (Central) (Grupo Estudo) e 13 indivíduos sem Transtorno de Processamento Auditivo (Central) (Grupo Controle) com idades entre 60 e 79 anos. Todos os sujeitos realizaram uma avaliação inicial comportamental do Processamento Auditivo (Central) e uma primeira gravação do complexo N1-P2-N2 e do P300 (avaliação eletrofisiológica). O Grupo Estudo foi submetido a um programa de Treinamento Auditivo em cabine acústica durante oito sessões e, um mês após o término deste período foram realizadas novas avaliações comportamental e eletrofisiológica. O Grupo Controle foi submetido a um Treinamento Visual com duração de oito semanas, e, um mês após o término deste período, foi realizada nova avaliação eletrofisiológica. RESULTADOS: Na avaliação comportamental, houve diferença estatisticamente significante entre o Grupo Estudo e o Grupo Controle, e nas situações pré e pós Treinamento Auditivo no Grupo Estudo, nos testes Dicótico de Dígitos e Padrão de Freqüência. Quando comparados os dados eletrofisiológicos, não foram encontradas diferenças significantes na comparação entre os grupos na avaliação inicial e, após o Treinamento Auditivo e o Treinamento Visual, houve diferença estatisticamente significante entre os grupos nas latências de N1, P2 e N2. Na comparação do Grupo Estudo antes e após o Treinamento Auditivo, houve diferença estatisticamente significante para a latência de N2, e na comparação do Grupo Controle antes e após o Treinamento Visual, houve diferença significante na latência de P2 e na amplitude de N1P2. CONCLUSÕES: O Grupo Estudo, quando comparado ao Grupo Controle, apresentou pior desempenho na avaliação comportamental do Processamento Auditivo (Central), e ambos os grupos apresentaram respostas eletrofisiológicas similares antes do Treinamento Auditivo e do Treinamento Visual. O programa de Treinamento Auditivo foi eficaz na melhora do desempenho nas habilidades do Processamento Auditivo (Central) no Grupo Estudo, e esta melhora também pôde ser visualizada na diminuição da latência das ondas N1, P2 e N2 e no aumento da amplitude do P300 após o Treinamento Auditivo
publishDate 2012
dc.date.issued.fl_str_mv 2012-02-16
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
format doctoralThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://doi.org/10.11606/T.5.2012.tde-16032012-092210
url https://doi.org/10.11606/T.5.2012.tde-16032012-092210
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.publisher.program.fl_str_mv Ciências da Reabilitação
dc.publisher.initials.fl_str_mv USP
dc.publisher.country.fl_str_mv BR
publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
instname:Universidade de São Paulo (USP)
instacron:USP
instname_str Universidade de São Paulo (USP)
instacron_str USP
institution USP
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)
repository.mail.fl_str_mv virginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.br
_version_ 1786376864464371712