Sarcopenia e comprometimento cognitivo em idosos longevos: resultados do estudo FIBRA

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2019
Autor(a) principal: Gabriela Cabett Cipolli
Orientador(a): Mônica Sanches Yassuda
Banca de defesa: Fabiana de Souza Orlandi, Sofia Cristina Iost Pavarini, Sandra Maria Lima Ribeiro
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade de São Paulo
Programa de Pós-Graduação: Gerontologia
Departamento: Não Informado pela instituição
País: BR
Link de acesso: https://doi.org/10.11606/D.100.2019.tde-05082019-220140
Resumo: A relação entre a sarcopenia e o comprometimento cognitivo ainda não foi completamente avaliada, especialmente entre os idosos mais longevos. Sendo assim, foram desenvolvidos um estudo de revisão sistemática com meta-análise e um estudo empírico que compuseram a presente Dissertação. Os objetivos dos estudos foram: 1) identificar estudos prévios que investigaram a associação entre cognição e sarcopenia em idosos; 2) identificar a relação entre cognição e sarcopenia em idosos longevos da comunidade participantes de estudo prévio. No estudo de revisão sistemática com meta-análise, foi possível verificar que dos 274 estudos identificados, 10 foram incluídos na análise qualitativa, e 6 foram elegíveis para a meta-análise. A prevalência média de sarcopenia foi de 10,5%. O comprometimento cognitivo foi observado em 269/673 idosos com sarcopenia (40%), em comparação com 1,616/6,372 idosos não-sarcopênicos (25,3%). A sarcopenia foi significativamente associada ao comprometimento cognitivo (RR agrupado = 2,50; IC95% = 1,26-4,92; p = 0,008). A heterogeneidade entre os estudos foi alta e significativa (I² = 84%). O estudo empírico é referente à segunda onda de coleta de dados do estudo Fragilidade em Idosos Brasileiros (FIBRA), com dados coletados junto a 285 idosos da comunidade com 80 anos e mais de idade (M= 84.4 ± 3.9 anos; 68,8% feminino). A sarcopenia foi avaliada pelo instrumento SARC-F + CP e a cognição foi avaliada pelo MEEM e pela M-ACE. A média do escore do MEEM e da M-ACE foi significativamente mais baixa entre os idosos sarcopênico (13.99 ± 6.74) do que os não sarcopênicos (16.14 ± 6.29). Nas análises de regressão logística, a sarcopenia e a idade estiveram significativamente associadas ao comprometimento cognitivo no MEEM e a sarcopenia e a escolaridade estiveram significativamente associadas ao comprometimento da M-ACE. É necessário realizar mais estudos longitudinais para verificar os possíveis mecanismos entre a sarcopenia e a cognição, e também se a sarcopenia pode se fator de risco para o comprometimento cognitivo em idosos
id USP_8af7eb842ba62e53b972a5bdade3d393
oai_identifier_str oai:teses.usp.br:tde-05082019-220140
network_acronym_str USP
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository_id_str
spelling info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesis Sarcopenia e comprometimento cognitivo em idosos longevos: resultados do estudo FIBRA Sarcopenia and cognitive impairment in the oldest old: results from the FIBRA study 2019-06-28Mônica Sanches YassudaFabiana de Souza OrlandiSofia Cristina Iost PavariniSandra Maria Lima RibeiroGabriela Cabett CipolliUniversidade de São PauloGerontologiaUSPBR Cognição Cognition Elderly Idosos Sarcopenia Sarcopenia A relação entre a sarcopenia e o comprometimento cognitivo ainda não foi completamente avaliada, especialmente entre os idosos mais longevos. Sendo assim, foram desenvolvidos um estudo de revisão sistemática com meta-análise e um estudo empírico que compuseram a presente Dissertação. Os objetivos dos estudos foram: 1) identificar estudos prévios que investigaram a associação entre cognição e sarcopenia em idosos; 2) identificar a relação entre cognição e sarcopenia em idosos longevos da comunidade participantes de estudo prévio. No estudo de revisão sistemática com meta-análise, foi possível verificar que dos 274 estudos identificados, 10 foram incluídos na análise qualitativa, e 6 foram elegíveis para a meta-análise. A prevalência média de sarcopenia foi de 10,5%. O comprometimento cognitivo foi observado em 269/673 idosos com sarcopenia (40%), em comparação com 1,616/6,372 idosos não-sarcopênicos (25,3%). A sarcopenia foi significativamente associada ao comprometimento cognitivo (RR agrupado = 2,50; IC95% = 1,26-4,92; p = 0,008). A heterogeneidade entre os estudos foi alta e significativa (I² = 84%). O estudo empírico é referente à segunda onda de coleta de dados do estudo Fragilidade em Idosos Brasileiros (FIBRA), com dados coletados junto a 285 idosos da comunidade com 80 anos e mais de idade (M= 84.4 ± 3.9 anos; 68,8% feminino). A sarcopenia foi avaliada pelo instrumento SARC-F + CP e a cognição foi avaliada pelo MEEM e pela M-ACE. A média do escore do MEEM e da M-ACE foi significativamente mais baixa entre os idosos sarcopênico (13.99 ± 6.74) do que os não sarcopênicos (16.14 ± 6.29). Nas análises de regressão logística, a sarcopenia e a idade estiveram significativamente associadas ao comprometimento cognitivo no MEEM e a sarcopenia e a escolaridade estiveram significativamente associadas ao comprometimento da M-ACE. É necessário realizar mais estudos longitudinais para verificar os possíveis mecanismos entre a sarcopenia e a cognição, e também se a sarcopenia pode se fator de risco para o comprometimento cognitivo em idosos The relationship between sarcopenia and cognitive impairment has not yet been fully evaluated, especially among the oldest old. Therefore, a systematic review with meta-analysis study and an empirical study were developed and compose the present dissertation. The objectives of the studies were: 1) to identify previous studies that have investigated the association between cognition and sarcopenia in the elderly; 2) to identify the relationship between cognition and sarcopenia in the oldest old participants of a previous study in the community. In the systematic review with meta-analysis study, 274 studies were identified, 10 were included in the qualitative analysis, and 6 were eligible for the meta-analysis. The average prevalence of sarcopenia was 10.5%. Cognitive impairment was observed in 269/673 elderly patients with sarcopenia (40%), compared with 1,616/6,372 non-sarcopenic elderly (25.3%). Sarcopenia was significantly associated with cognitive impairment (pooled OR = 2.50, 95% CI = 1.26-4.92, p = 0.008). The heterogeneity among the studies was high and significant (I² = 84%). The empirical study refers to the second wave of data collection from the Fragility in Brazilian Elderly study (FIBRA). Data were collected from 285 elderly in the community aged 80 years and over (M = 84.4 ± 3.9 years, 68.8% female). Sarcopenia was assessed by the SARC-F scale plus calf circumference, and cognition was assessed by MMSE and M-ACE. The mean MMSE and M-ACE scores were significantly lower among the sarcopenic elderly (13.99 ± 6.74) than the non-sarcopenic ones (16.14 ± 6.29). In the logistic regression analyses, sarcopenia and age were significantly associated with cognitive impairment in MMSE, and sarcopenia and schooling were significantly associated with M-ACE impairment. Further longitudinal studies are needed to verify the possible mechanisms between sarcopenia and cognition, and also whether sarcopenia may be a risk factor for cognitive impairment in the older people https://doi.org/10.11606/D.100.2019.tde-05082019-220140info:eu-repo/semantics/openAccessporreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USPinstname:Universidade de São Paulo (USP)instacron:USP2023-12-21T18:16:28Zoai:teses.usp.br:tde-05082019-220140Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttp://www.teses.usp.br/PUBhttp://www.teses.usp.br/cgi-bin/mtd2br.plvirginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.bropendoar:27212019-08-20T23:14:32Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)false
dc.title.pt.fl_str_mv Sarcopenia e comprometimento cognitivo em idosos longevos: resultados do estudo FIBRA
dc.title.alternative.en.fl_str_mv Sarcopenia and cognitive impairment in the oldest old: results from the FIBRA study
title Sarcopenia e comprometimento cognitivo em idosos longevos: resultados do estudo FIBRA
spellingShingle Sarcopenia e comprometimento cognitivo em idosos longevos: resultados do estudo FIBRA
Gabriela Cabett Cipolli
title_short Sarcopenia e comprometimento cognitivo em idosos longevos: resultados do estudo FIBRA
title_full Sarcopenia e comprometimento cognitivo em idosos longevos: resultados do estudo FIBRA
title_fullStr Sarcopenia e comprometimento cognitivo em idosos longevos: resultados do estudo FIBRA
title_full_unstemmed Sarcopenia e comprometimento cognitivo em idosos longevos: resultados do estudo FIBRA
title_sort Sarcopenia e comprometimento cognitivo em idosos longevos: resultados do estudo FIBRA
author Gabriela Cabett Cipolli
author_facet Gabriela Cabett Cipolli
author_role author
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Mônica Sanches Yassuda
dc.contributor.referee1.fl_str_mv Fabiana de Souza Orlandi
dc.contributor.referee2.fl_str_mv Sofia Cristina Iost Pavarini
dc.contributor.referee3.fl_str_mv Sandra Maria Lima Ribeiro
dc.contributor.author.fl_str_mv Gabriela Cabett Cipolli
contributor_str_mv Mônica Sanches Yassuda
Fabiana de Souza Orlandi
Sofia Cristina Iost Pavarini
Sandra Maria Lima Ribeiro
description A relação entre a sarcopenia e o comprometimento cognitivo ainda não foi completamente avaliada, especialmente entre os idosos mais longevos. Sendo assim, foram desenvolvidos um estudo de revisão sistemática com meta-análise e um estudo empírico que compuseram a presente Dissertação. Os objetivos dos estudos foram: 1) identificar estudos prévios que investigaram a associação entre cognição e sarcopenia em idosos; 2) identificar a relação entre cognição e sarcopenia em idosos longevos da comunidade participantes de estudo prévio. No estudo de revisão sistemática com meta-análise, foi possível verificar que dos 274 estudos identificados, 10 foram incluídos na análise qualitativa, e 6 foram elegíveis para a meta-análise. A prevalência média de sarcopenia foi de 10,5%. O comprometimento cognitivo foi observado em 269/673 idosos com sarcopenia (40%), em comparação com 1,616/6,372 idosos não-sarcopênicos (25,3%). A sarcopenia foi significativamente associada ao comprometimento cognitivo (RR agrupado = 2,50; IC95% = 1,26-4,92; p = 0,008). A heterogeneidade entre os estudos foi alta e significativa (I² = 84%). O estudo empírico é referente à segunda onda de coleta de dados do estudo Fragilidade em Idosos Brasileiros (FIBRA), com dados coletados junto a 285 idosos da comunidade com 80 anos e mais de idade (M= 84.4 ± 3.9 anos; 68,8% feminino). A sarcopenia foi avaliada pelo instrumento SARC-F + CP e a cognição foi avaliada pelo MEEM e pela M-ACE. A média do escore do MEEM e da M-ACE foi significativamente mais baixa entre os idosos sarcopênico (13.99 ± 6.74) do que os não sarcopênicos (16.14 ± 6.29). Nas análises de regressão logística, a sarcopenia e a idade estiveram significativamente associadas ao comprometimento cognitivo no MEEM e a sarcopenia e a escolaridade estiveram significativamente associadas ao comprometimento da M-ACE. É necessário realizar mais estudos longitudinais para verificar os possíveis mecanismos entre a sarcopenia e a cognição, e também se a sarcopenia pode se fator de risco para o comprometimento cognitivo em idosos
publishDate 2019
dc.date.issued.fl_str_mv 2019-06-28
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://doi.org/10.11606/D.100.2019.tde-05082019-220140
url https://doi.org/10.11606/D.100.2019.tde-05082019-220140
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.publisher.program.fl_str_mv Gerontologia
dc.publisher.initials.fl_str_mv USP
dc.publisher.country.fl_str_mv BR
publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
instname:Universidade de São Paulo (USP)
instacron:USP
instname_str Universidade de São Paulo (USP)
instacron_str USP
institution USP
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)
repository.mail.fl_str_mv virginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.br
_version_ 1786376582735069184