Influência do enriquecimento ambiental físico na ocupação de espaços por gatos domésticos (Felis silvestris catus) mantidos em cativeiro

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2013
Autor(a) principal: Stella da Fonseca
Orientador(a): Gelson Genaro
Banca de defesa: Carlos Camargo Alberts, Wagner Ferreira dos Santos
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade de São Paulo
Programa de Pós-Graduação: Psicobiologia
Departamento: Não Informado pela instituição
País: BR
Link de acesso: https://doi.org/10.11606/D.59.2013.tde-05082013-141559
Resumo: O estudo da ocupação do espaço, bem como o modo de utilização dos itens de enriquecimento ambiental são ferramentas fundamentais para medir a adequação do ambiente e dos níveis de bem-estar de gatos domésticos (Felis silvestris catus) mantidos em cativeiro. Este trabalho teve como objetivo avaliar o padrão de ocupação dos animais no recinto, antes do enriquecimento, na condição Controle e após a introdução de itens de enriquecimento ambientais físicos: Permanente de uso Coletivo, Temporário de uso Coletivo e Temporário de uso Restrito, que atuaram subdividindo as áreas do ambiente e renovando os locais já conhecidos pelos animais. Foram utilizados 31 gatos domésticos, que passaram pelos testes comportamentais, registrando-se, por meio de filmagens, ao longo dos 10 dias de observações/por teste: o local de ocupaçaao (área de piso ou elevada) e os comportamentos realizados pelos animais. Os resultados mostraram que o padrão de ocupaçãao dos animais no recinto se deu com uma maior utilização das áreas elevadas em relação às áreas de piso, tanto na condiçãao Controle, como após a introdução dos itens de enriquecimento ambiental. Dentre os itens utilizados, e suas diferentes formas de aplicação, houve uma maior frequência de interação por parte dos indivíduos com o item temporário de uso coletivo, que atuou como barreira visual, promovendo a subdivisão das áreas do recinto e uma ocupação mais homogênea dos animais no espaço disponível. O tempo de permanência dos animais na área interna ao item temporário de uso restrito, foi significativamente maior em relação à permanência dos mesmos na área externa ao item, que além de enriquecer o ambiente, foi utilizado como refúgio pelos indivíduos. Os dados também revelaram que a colônia estudada possui uma organização social para a interação, bem como para a realização de compartilhamentos dos itens de enriquecimento com os outros animais. Concluímos que por meio de observações da ocupação do espaço, assim como, através do modo de utilização dos itens de enriquecimento ambiental pelos indivíduos, podemos acessar informações sobre as preferências e as necessidades biológicas dos animais, adequando o seu habitat e aumentando os níveis de bem-estar da espécie em questão.
id USP_c4e1f7987855e7a2a894223db3f526ff
oai_identifier_str oai:teses.usp.br:tde-05082013-141559
network_acronym_str USP
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository_id_str
spelling info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesis Influência do enriquecimento ambiental físico na ocupação de espaços por gatos domésticos (Felis silvestris catus) mantidos em cativeiro Influence of physical environmental enrichment on the space occupation by domestic cats (Felis silvestris catus) in captivity. 2013-07-05Gelson GenaroCarlos Camargo AlbertsWagner Ferreira dos SantosStella da FonsecaUniversidade de São PauloPsicobiologiaUSPBR abrigos bem-estar domestic cats. enriquecimento ambiental environmental enrichment gatos domésticos. ocupação de espaços shelters space occupation welfare O estudo da ocupação do espaço, bem como o modo de utilização dos itens de enriquecimento ambiental são ferramentas fundamentais para medir a adequação do ambiente e dos níveis de bem-estar de gatos domésticos (Felis silvestris catus) mantidos em cativeiro. Este trabalho teve como objetivo avaliar o padrão de ocupação dos animais no recinto, antes do enriquecimento, na condição Controle e após a introdução de itens de enriquecimento ambientais físicos: Permanente de uso Coletivo, Temporário de uso Coletivo e Temporário de uso Restrito, que atuaram subdividindo as áreas do ambiente e renovando os locais já conhecidos pelos animais. Foram utilizados 31 gatos domésticos, que passaram pelos testes comportamentais, registrando-se, por meio de filmagens, ao longo dos 10 dias de observações/por teste: o local de ocupaçaao (área de piso ou elevada) e os comportamentos realizados pelos animais. Os resultados mostraram que o padrão de ocupaçãao dos animais no recinto se deu com uma maior utilização das áreas elevadas em relação às áreas de piso, tanto na condiçãao Controle, como após a introdução dos itens de enriquecimento ambiental. Dentre os itens utilizados, e suas diferentes formas de aplicação, houve uma maior frequência de interação por parte dos indivíduos com o item temporário de uso coletivo, que atuou como barreira visual, promovendo a subdivisão das áreas do recinto e uma ocupação mais homogênea dos animais no espaço disponível. O tempo de permanência dos animais na área interna ao item temporário de uso restrito, foi significativamente maior em relação à permanência dos mesmos na área externa ao item, que além de enriquecer o ambiente, foi utilizado como refúgio pelos indivíduos. Os dados também revelaram que a colônia estudada possui uma organização social para a interação, bem como para a realização de compartilhamentos dos itens de enriquecimento com os outros animais. Concluímos que por meio de observações da ocupação do espaço, assim como, através do modo de utilização dos itens de enriquecimento ambiental pelos indivíduos, podemos acessar informações sobre as preferências e as necessidades biológicas dos animais, adequando o seu habitat e aumentando os níveis de bem-estar da espécie em questão. The study of space occupation, as well as how to use the items of environmental enrichment are fundamental tools to measure the suitability of the environment and the level of welfare of domestic cats (Felis silvestris catus) kept in captivity. This study aimed to evaluate the pattern of occupation of the animals in the enclosure, before enrichment, in control condition and after the introduction of physical environmental enrichment items: Permanent Collective use, Temporary Collective use and Temporary Restricted use who acted subdividing areas environment and renewing the places already known by the animals. We used 31 domestic cats, which passed by behavioral tests, registering through filming, over the 10 days of observations / per test: the place of occupation (floor or elevated areas) and behaviors performed by animals. The results showed that the pattern of occupation of the animals in the enclosure occurred with greater use of elevated areas in relation to floor areas, both in the control condition, and after the introduction of environmental enrichment items. Among the items used, and different forms of application, there was a higher frequency of interaction by individuals with temporary collective use item, which acted as a visual barrier, promoting the breakdown of the areas of the enclosure and a more homogeneous occupation of animals the available space. The time spent in the inner area of the animals to temporary restricted use item, was significantly higher in relation to the permanence in the outdoor area of the same item, which besides enriching the environment, was used as a refuge by individuals. The data also show that colony has a social interaction, as well as to perform the enrichment items shares with the other animals. We conclude that through observations of space occupation, as well as, through the mode of use of environmental enrichment items by individuals can access information about the preferences and biological needs of the animals, adapting their habitat and increasing levels of welfare the species in question. https://doi.org/10.11606/D.59.2013.tde-05082013-141559info:eu-repo/semantics/openAccessporreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USPinstname:Universidade de São Paulo (USP)instacron:USP2023-12-21T18:16:22Zoai:teses.usp.br:tde-05082013-141559Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttp://www.teses.usp.br/PUBhttp://www.teses.usp.br/cgi-bin/mtd2br.plvirginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.bropendoar:27212016-07-28T16:10:36Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)false
dc.title.pt.fl_str_mv Influência do enriquecimento ambiental físico na ocupação de espaços por gatos domésticos (Felis silvestris catus) mantidos em cativeiro
dc.title.alternative.en.fl_str_mv Influence of physical environmental enrichment on the space occupation by domestic cats (Felis silvestris catus) in captivity.
title Influência do enriquecimento ambiental físico na ocupação de espaços por gatos domésticos (Felis silvestris catus) mantidos em cativeiro
spellingShingle Influência do enriquecimento ambiental físico na ocupação de espaços por gatos domésticos (Felis silvestris catus) mantidos em cativeiro
Stella da Fonseca
title_short Influência do enriquecimento ambiental físico na ocupação de espaços por gatos domésticos (Felis silvestris catus) mantidos em cativeiro
title_full Influência do enriquecimento ambiental físico na ocupação de espaços por gatos domésticos (Felis silvestris catus) mantidos em cativeiro
title_fullStr Influência do enriquecimento ambiental físico na ocupação de espaços por gatos domésticos (Felis silvestris catus) mantidos em cativeiro
title_full_unstemmed Influência do enriquecimento ambiental físico na ocupação de espaços por gatos domésticos (Felis silvestris catus) mantidos em cativeiro
title_sort Influência do enriquecimento ambiental físico na ocupação de espaços por gatos domésticos (Felis silvestris catus) mantidos em cativeiro
author Stella da Fonseca
author_facet Stella da Fonseca
author_role author
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Gelson Genaro
dc.contributor.referee1.fl_str_mv Carlos Camargo Alberts
dc.contributor.referee2.fl_str_mv Wagner Ferreira dos Santos
dc.contributor.author.fl_str_mv Stella da Fonseca
contributor_str_mv Gelson Genaro
Carlos Camargo Alberts
Wagner Ferreira dos Santos
description O estudo da ocupação do espaço, bem como o modo de utilização dos itens de enriquecimento ambiental são ferramentas fundamentais para medir a adequação do ambiente e dos níveis de bem-estar de gatos domésticos (Felis silvestris catus) mantidos em cativeiro. Este trabalho teve como objetivo avaliar o padrão de ocupação dos animais no recinto, antes do enriquecimento, na condição Controle e após a introdução de itens de enriquecimento ambientais físicos: Permanente de uso Coletivo, Temporário de uso Coletivo e Temporário de uso Restrito, que atuaram subdividindo as áreas do ambiente e renovando os locais já conhecidos pelos animais. Foram utilizados 31 gatos domésticos, que passaram pelos testes comportamentais, registrando-se, por meio de filmagens, ao longo dos 10 dias de observações/por teste: o local de ocupaçaao (área de piso ou elevada) e os comportamentos realizados pelos animais. Os resultados mostraram que o padrão de ocupaçãao dos animais no recinto se deu com uma maior utilização das áreas elevadas em relação às áreas de piso, tanto na condiçãao Controle, como após a introdução dos itens de enriquecimento ambiental. Dentre os itens utilizados, e suas diferentes formas de aplicação, houve uma maior frequência de interação por parte dos indivíduos com o item temporário de uso coletivo, que atuou como barreira visual, promovendo a subdivisão das áreas do recinto e uma ocupação mais homogênea dos animais no espaço disponível. O tempo de permanência dos animais na área interna ao item temporário de uso restrito, foi significativamente maior em relação à permanência dos mesmos na área externa ao item, que além de enriquecer o ambiente, foi utilizado como refúgio pelos indivíduos. Os dados também revelaram que a colônia estudada possui uma organização social para a interação, bem como para a realização de compartilhamentos dos itens de enriquecimento com os outros animais. Concluímos que por meio de observações da ocupação do espaço, assim como, através do modo de utilização dos itens de enriquecimento ambiental pelos indivíduos, podemos acessar informações sobre as preferências e as necessidades biológicas dos animais, adequando o seu habitat e aumentando os níveis de bem-estar da espécie em questão.
publishDate 2013
dc.date.issued.fl_str_mv 2013-07-05
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://doi.org/10.11606/D.59.2013.tde-05082013-141559
url https://doi.org/10.11606/D.59.2013.tde-05082013-141559
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.publisher.program.fl_str_mv Psicobiologia
dc.publisher.initials.fl_str_mv USP
dc.publisher.country.fl_str_mv BR
publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
instname:Universidade de São Paulo (USP)
instacron:USP
instname_str Universidade de São Paulo (USP)
instacron_str USP
institution USP
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)
repository.mail.fl_str_mv virginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.br
_version_ 1786376581854265344