Tradução cultural: a imagem brasileira em Do Outro Mundo de Ana Maria Machado

Detalhes bibliográficos
Ano de defesa: 2011
Autor(a) principal: Gisele Marion Rosa
Orientador(a): Francis Henrik Aubert
Banca de defesa: Joao Azenha Junior, Leila Cristina de Mello Darin
Tipo de documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso aberto
Idioma: por
Instituição de defesa: Universidade de São Paulo
Programa de Pós-Graduação: Lingüística
Departamento: Não Informado pela instituição
País: BR
Link de acesso: https://doi.org/10.11606/D.8.2011.tde-05082011-145105
Resumo: No atual contexto em que vivemos, a globalização, isto é, o fenômeno que promove a aproximação entre países e as representações culturais de seus produtores, justifica-se destacar a mais importante tarefa nesta realidade: a tradução. Destacamos nessa pesquisa a relevância e posteriores conseqüências num contexto intercultural cuja direção tradutória seja de países periféricos para os demais países, como a versão da obra literária infanto-juvenil Do Outro Mundo de Ana Maria Machado para o inglês. O livro traz uma série de referências culturais brasileiras, referências históricas e de conscientização sobre a igualdade social e racial discutidas em uma linguagem para crianças. Ainda, essa tradução não foi realizada por um falante nativo da língua meta, mas por uma tradutora que tem como língua materna a mesma da autora e respectiva obra literária, o português brasileiro. Assim, articulamos a Estética da Recepção e a Imagologia, teorias literárias que dialogam com os Estudos da Tradução, para a formulação da seguinte hipótese, de que a apreensão da cultura brasileira pelo consumo de uma produção cultural, como o livro infanto-juvenil, por um público alvo peculiar que se encontra ainda em processo de formação de seus valores e visão de mundo, dentro do contexto cuja autora deteve enorme controle do resultado final, visto a sua parceria de criação com a tradutora, privilegiará a manutenção de traços culturais da nossa sociedade. Aqui, estes se encontram representados por imagens construídas pela escritora no original e, posteriormente, pela tradutora na tradução, dentro de uma temática de extrema relevância social, além de uma forma engenhosa que exige diferentes níveis de interpretação dos leitores nesse contato entre culturas. Assim, com base nos fundamentos teóricos, buscaremos demonstrar essa hipótese no nível discursivo em três pontos principais: a identificação das imagens no texto original e traduzido que apresentam marcas da identidade cultural brasileira; segundo, o fato de que tradução e original fazem parte do universo infanto-juvenil exigindo um enfoque na recepção estética; e por último, a particularidade dessa tradução, isto é, os desdobramentos de uma parceria entre escritora e tradutora que traz uma diferente perspectiva para o resultado final.
id USP_d88f8bfd5b1a4fdee45b1ebf014e8382
oai_identifier_str oai:teses.usp.br:tde-05082011-145105
network_acronym_str USP
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository_id_str
spelling info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesis Tradução cultural: a imagem brasileira em Do Outro Mundo de Ana Maria Machado Cultural translation: the image of Brazil in Do Outro Mundo, by Ana Maria Machado 2011-04-14Francis Henrik AubertJoao Azenha JuniorLeila Cristina de Mello DarinGisele Marion RosaUniversidade de São PauloLingüísticaUSPBR Children's literature Estética da recepção Estudos da tradução Imagologia Imagology Literatura infanto-juvenil Reception theory Translation studies No atual contexto em que vivemos, a globalização, isto é, o fenômeno que promove a aproximação entre países e as representações culturais de seus produtores, justifica-se destacar a mais importante tarefa nesta realidade: a tradução. Destacamos nessa pesquisa a relevância e posteriores conseqüências num contexto intercultural cuja direção tradutória seja de países periféricos para os demais países, como a versão da obra literária infanto-juvenil Do Outro Mundo de Ana Maria Machado para o inglês. O livro traz uma série de referências culturais brasileiras, referências históricas e de conscientização sobre a igualdade social e racial discutidas em uma linguagem para crianças. Ainda, essa tradução não foi realizada por um falante nativo da língua meta, mas por uma tradutora que tem como língua materna a mesma da autora e respectiva obra literária, o português brasileiro. Assim, articulamos a Estética da Recepção e a Imagologia, teorias literárias que dialogam com os Estudos da Tradução, para a formulação da seguinte hipótese, de que a apreensão da cultura brasileira pelo consumo de uma produção cultural, como o livro infanto-juvenil, por um público alvo peculiar que se encontra ainda em processo de formação de seus valores e visão de mundo, dentro do contexto cuja autora deteve enorme controle do resultado final, visto a sua parceria de criação com a tradutora, privilegiará a manutenção de traços culturais da nossa sociedade. Aqui, estes se encontram representados por imagens construídas pela escritora no original e, posteriormente, pela tradutora na tradução, dentro de uma temática de extrema relevância social, além de uma forma engenhosa que exige diferentes níveis de interpretação dos leitores nesse contato entre culturas. Assim, com base nos fundamentos teóricos, buscaremos demonstrar essa hipótese no nível discursivo em três pontos principais: a identificação das imagens no texto original e traduzido que apresentam marcas da identidade cultural brasileira; segundo, o fato de que tradução e original fazem parte do universo infanto-juvenil exigindo um enfoque na recepção estética; e por último, a particularidade dessa tradução, isto é, os desdobramentos de uma parceria entre escritora e tradutora que traz uma diferente perspectiva para o resultado final. In the current moment we live in, the globalization, that is a phenomenon that promotes approximation among countries and cultural representations from their producers, we highlight the most important task present and essential within it: translation. We emphasize in our research the possible consequences within an intercultural context where the translation direction is from periphery to center, as we see in Do Outro Mundo by Ana Maria Machado and its translation into English. This childrens book brings many Brazilian references about History facts, social and racial civil rights. Yet, its translation was not made by a native of English, instead, a Brazilian translator who happens to be the authors daughter who contributed with this research by revealing some of the issues presented in this particular translation. Therefore, we articulate the Reception Theory and the Imagology Studies both literary theories with Translation Studies to formulate the following hypothesis: the comprehension of Brazilian culture by a specific target audience, that is, children who are still developing their moral and social values by a translation of a book which there was a peculiar interference by the partnership between the author and the translator. It will show as a result the maintenance of the cultural representation of our society. Thus, this representation is composed by the images constructed by the author in the original text and later by the translator in the translated text revealing a theme of enormously social relevance and within a form that demands from the reader different levels of interpretation. https://doi.org/10.11606/D.8.2011.tde-05082011-145105info:eu-repo/semantics/openAccessporreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USPinstname:Universidade de São Paulo (USP)instacron:USP2023-12-21T18:16:17Zoai:teses.usp.br:tde-05082011-145105Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttp://www.teses.usp.br/PUBhttp://www.teses.usp.br/cgi-bin/mtd2br.plvirginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.bropendoar:27212016-07-28T16:10:30Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)false
dc.title.pt.fl_str_mv Tradução cultural: a imagem brasileira em Do Outro Mundo de Ana Maria Machado
dc.title.alternative.en.fl_str_mv Cultural translation: the image of Brazil in Do Outro Mundo, by Ana Maria Machado
title Tradução cultural: a imagem brasileira em Do Outro Mundo de Ana Maria Machado
spellingShingle Tradução cultural: a imagem brasileira em Do Outro Mundo de Ana Maria Machado
Gisele Marion Rosa
title_short Tradução cultural: a imagem brasileira em Do Outro Mundo de Ana Maria Machado
title_full Tradução cultural: a imagem brasileira em Do Outro Mundo de Ana Maria Machado
title_fullStr Tradução cultural: a imagem brasileira em Do Outro Mundo de Ana Maria Machado
title_full_unstemmed Tradução cultural: a imagem brasileira em Do Outro Mundo de Ana Maria Machado
title_sort Tradução cultural: a imagem brasileira em Do Outro Mundo de Ana Maria Machado
author Gisele Marion Rosa
author_facet Gisele Marion Rosa
author_role author
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Francis Henrik Aubert
dc.contributor.referee1.fl_str_mv Joao Azenha Junior
dc.contributor.referee2.fl_str_mv Leila Cristina de Mello Darin
dc.contributor.author.fl_str_mv Gisele Marion Rosa
contributor_str_mv Francis Henrik Aubert
Joao Azenha Junior
Leila Cristina de Mello Darin
description No atual contexto em que vivemos, a globalização, isto é, o fenômeno que promove a aproximação entre países e as representações culturais de seus produtores, justifica-se destacar a mais importante tarefa nesta realidade: a tradução. Destacamos nessa pesquisa a relevância e posteriores conseqüências num contexto intercultural cuja direção tradutória seja de países periféricos para os demais países, como a versão da obra literária infanto-juvenil Do Outro Mundo de Ana Maria Machado para o inglês. O livro traz uma série de referências culturais brasileiras, referências históricas e de conscientização sobre a igualdade social e racial discutidas em uma linguagem para crianças. Ainda, essa tradução não foi realizada por um falante nativo da língua meta, mas por uma tradutora que tem como língua materna a mesma da autora e respectiva obra literária, o português brasileiro. Assim, articulamos a Estética da Recepção e a Imagologia, teorias literárias que dialogam com os Estudos da Tradução, para a formulação da seguinte hipótese, de que a apreensão da cultura brasileira pelo consumo de uma produção cultural, como o livro infanto-juvenil, por um público alvo peculiar que se encontra ainda em processo de formação de seus valores e visão de mundo, dentro do contexto cuja autora deteve enorme controle do resultado final, visto a sua parceria de criação com a tradutora, privilegiará a manutenção de traços culturais da nossa sociedade. Aqui, estes se encontram representados por imagens construídas pela escritora no original e, posteriormente, pela tradutora na tradução, dentro de uma temática de extrema relevância social, além de uma forma engenhosa que exige diferentes níveis de interpretação dos leitores nesse contato entre culturas. Assim, com base nos fundamentos teóricos, buscaremos demonstrar essa hipótese no nível discursivo em três pontos principais: a identificação das imagens no texto original e traduzido que apresentam marcas da identidade cultural brasileira; segundo, o fato de que tradução e original fazem parte do universo infanto-juvenil exigindo um enfoque na recepção estética; e por último, a particularidade dessa tradução, isto é, os desdobramentos de uma parceria entre escritora e tradutora que traz uma diferente perspectiva para o resultado final.
publishDate 2011
dc.date.issued.fl_str_mv 2011-04-14
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://doi.org/10.11606/D.8.2011.tde-05082011-145105
url https://doi.org/10.11606/D.8.2011.tde-05082011-145105
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.publisher.program.fl_str_mv Lingüística
dc.publisher.initials.fl_str_mv USP
dc.publisher.country.fl_str_mv BR
publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
instname:Universidade de São Paulo (USP)
instacron:USP
instname_str Universidade de São Paulo (USP)
instacron_str USP
institution USP
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)
repository.mail.fl_str_mv virginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.br
_version_ 1786376581764087808